sábado, 11 de janeiro de 2014

Paragem forçada

Há erros que se pagam caro. Nos últimos dias de Novembro apareci constipado. Ao contrário do habitual em mim, até curei a constipação muito rapidamente. Mas permaneceu uma tosse daquelas que pensamos que vai passar. O tempo foi avançando e a tosse não desapareceu ou abrandou mas não valorizei muito e a forma continuava agradável. O treino longo que fiz a semanada passada foi o primeiro indício. Sentia-me cansado. A tosse piorou esta semana, bem como comecei a sentir uma desagradável sensação nos pulmões. Esta semana apenas corri ontem e não muito. Hoje, sentindo-me pior, fui a uma consulta. Conclusão, estou com um problema bronco-pulmonar que, para já e na melhor das hipóteses, me vai obrigar a parar uma semana pois não posso fazer esforços. Se este problema deixou outras sequelas, apenas os próximos dias irão determinar.

A um mês e pouco de Sevilha, ter passado esta semana apenas com um curto treino, logo seguida por outra semana a seco, é muito mau para a preparação para uma Maratona. Ao contrário de muitos, basta parar um pouco para precisar de muito treino para recuperar. Neste caso é agravado pelo facto do problema incidir numa área tão sensível (pulmonar) e que tanto afecta a resistência dum individuo (e a resistência é o mais necessário para uma distância daquelas).

Pensando na melhor das hipóteses, que isto passa sem mais problemas e daqui a uma semana já posso correr, fico com um mês. Como se sabe, as últimas duas semanas antes duma Maratona, não são para abusos, apenas para manter e salvaguardar energias, o que me deixa apenas duas semanas de treino a sério para tentar recuperar alguma coisa.

Ganha-se a forma necessária para uma Maratona em duas semanas? Sei a resposta mas não quero pensar nela. Depois da facada que levei a 6 de Outubro, não estou preparado para tornar a deixar outro sonho por cumprir.

40 comentários:

  1. João, o sonho vai cumprir-se amigo... tudo se resolve... não é por uma semana em falta, no meio de tantas de treinos que o teu corpo te vai tramar... e tu sabes disso... não te deixes abater por essa sombra de receios... Acredita que o sonho vai cumprir-se. Se as coisas fossem fáceis não teriam o mesmo significado.,.. e se fosse fácil, tu não aceitarias o desafio... tu és mais forte do que tudo isso.. ás vezes as paragens são a melhor forma de voltar com mais força ainda... FORÇA JOÃO, AS TUAS MELHORAS E.. ACREDITA...Por Favor!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sandra, não é uma semana pois também tens que juntar a que passou, são duas. O problema é a recuperação pulmonar pois é onde a resistência dá logo sinal...

      Beijinhos e obrigado

      Excluir
  2. As melhoras João. No fim vai correr tudo bem...tu mereces.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Carlos mas vamos ver se o merecer chega...

      Um abraço

      Excluir
  3. Amigo, muita força!
    Ainda tens tempo. E não te esqueças da preparação que tens em cima para a maratona de Lisboa. Isso também conta! Não és tu que estás sempre a dizer isso?
    Tens de acreditar que vai correr tudo bem. Tu mais do que nós.
    Beijinho grande e melhoras rápidas.
    p.s. Estou a enviar energia positiva :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado amiga pela tua energia positiva sempre tão útil

      Beijinhos

      Excluir
  4. Pois é!!
    Temos que nos cuidar, tem estado muito frio e muita humidade.
    As melhoras e beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Caramba João!
    Se eu te disser que senti isto quase com a mesma intensidade que se tivesse caído por uma escada abaixo e me tivesse partido todo tu acreditas?
    Assim que abri o computador e o Gmail notifier me deu o assunto do teu mail (paragem força) que o meu coração disparou!
    Nunca fui abri um mail, nem fuiler um texto num blogue, com tanta ansiedade!
    Sempre acreditei nas tuas capacidades, e acredito, e sempre te tentei “puxar-te para cima” nas situações menos boas mas também mas tenho de ser realista e honesto.
    Honestamente digo-te que a situação não é simples mas nada está perdido. Tudo depende de como vais recuperar desse problema e como vais reagir e sentires-te nos treinos depois de recuperado.
    O treino para a Maratona não é só o ciclo de treino específico mas tudo o que temos acumulado nas pernas e pode ser que se não sofreres uma grande quebra com este problema de saúde consigas levar a maratona a bom porto.
    Mas sobretudo e acima de tudo tens que pensar (como dizia um dos mentores do Movimento Spiridon) que a corrida é a principal das coisas secundárias.
    E tens que pensar que a só te deves meter na maratona no caso de te sentires apto para isso e não pores a saúde em risco,
    O que não podes é deixar que um problema destes te deite abaixo. Isso foi um caso de saúde que nada tem a ver com a maratona. Pode acontecer a qualquer um!
    Por isso se não der para fazer Sevilha que venha o Porto! Desistir é que NUNCA!
    Um abraço do tamanho do mundo meu amigo maior que o pensamento!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Jorge. Quero continuar a acreditar que um raio não cai duas vezes no mesmo sítio...

      Um abraço

      Excluir
  6. Força João!
    Vai tudo correr bem.
    Já sabes que podes contar com muita gente.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei que posso contar, obrigado :)

      Um abraço

      Excluir
  7. Caro amigo, desejo-lhe rápida recuperação.

    Não quero ser pessimista mas também não gosto que as pessoas se iludem. Já tive uma coisa semelhante e demorei dois meses até correr normalmente como fazia.
    Sevilha não é uma corrida de 10 kms ou mesmo meiamaratona, va-se mentalizando que para maratona não deverá recuperar a tempo. Se tiver uma recuperação espectacular, melhor mas esteja preparado que não deverá conseguir alinhar. Os pulmões deitam muito abaixo e demoram.
    Só espero que esteja a enganar-me e desculpe pela franqueza, mas tem que estar preparado para não alinhar.

    Um abraço

    Paulo Antunes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Paulo. Sei que tem toda a razão mas eu sou um sonhador por natureza e não estou preparado para deixar de sonhar com Sevilha (apesar de em cada respiração sentir o problema...)

      Um abraço

      Excluir
  8. Padrinho João, sei que perante esta situação dá vontade de pensar em tudo. Mas o que é certo é que também não te podes esquecer do treino que já foi feito, e já foi feito muito treino. Vai tudo correr bem, essa tosse vai embora logo logo e não vai deixar nenhuma sequela mais. Vais estar parado uma semana mas vais voltar em grande que eu sei e os músculos não se esquecem. Força Padrinho!!! Pensamentos positivos sempre!!! Vai tudo correr bem. Don't give up!!!
    Beijinhos e as melhoras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara que tenhas razão, Marta

      Beijinhos e também as tuas melhoras

      Excluir
  9. João, tens que ser realista. Com uma paragem de duas semanas e o tempo que vais recuperar dos pulmões, esquece Sevilha e troca por uma para Abril ou depois e aí já tens tempo para te preparares.
    Ires a Sevilha e teres que desistir como na anterior não será pior para ti?

    Força! Luis Silva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Luís mas neste momento não estou preparado para pensar. Olha... vou é deitar-me!
      Um abraço

      Excluir
  10. Nada de desmoralizar, João. Pior seria se o problema surgisse nas últimas semanas. Assim, sabes que tiveste uma quebra na preparação, mas ainda dá tempo, tanto mais que não tens objectivos de marcas. Importante é estares ciente deste episódio, e seres prudente. Boa recuperação, João. Abraço.

    ResponderExcluir
  11. João,

    é sem dúvida um grande precalço, pois os pulmões são essenciais neste tipo de provas. Como muitos já aqui disseram a saúde acima de tudo, pelo que apenas se deve fazer a maratona se tivermos a consciência que estamos recuperados.

    Mas se por acaso pensarmos estar recuperados, fizermos a prova e a certo ponto sabermos que não vai dar, então o melhor e não arriscar a saúde.

    Mas não sejamos pessimistas. Acredito que seja uma rápida recuperação, faço votos disso, mas para tal não há que facilitar nos dias que se seguem, e fazer tudo à risca.

    Quanto ao treino, os músculos têm memória e o treino para a Maratona de Lisboa está lá, bem como grande parte do treino agora feito.

    Tenho a certeza que recuperarás depressa e a 100%, e que em Fevereiro irás conquistar Sevilha aos espanhóis.

    FORÇA e RÁPIDAS MELHORAS,

    Grande abraço,

    Fernando Varela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Fernando. Os músculos não me preocupam mas sim a resistência.

      Um abraço

      Excluir
  12. Força amigo! Não vai ser este contratempo que vai pôr em causa vários meses de treino. Ainda dá tempo suficiente para retomar o ritmo a 100%. Sem stress! Rápidas melhoras! Um abraço

    ResponderExcluir
  13. João, vai ver que a coisa vai ao sítio... + 30 mins - 30 mins, o que interessa será acabar, não? O que quero dizer é que, se houver alguma consequência em Sevilha, provavelmente será apenas no tempo final.
    Abraço e rápida recuperação!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desde que seja abaixo do tempo limite, se há coisa que não me preocupa para Sevilha é o tempo. É a meta que eu quero e que está muito mais longe
      Obrigado e um abraço

      Excluir
  14. Vou ser muito sincera, João... Quando vi o título do post, não pude deixar de ficar triste. Mas o importante neste momento é mesmo a sua recuperação mais do que total porque a parte pulmonar não é propriamente brincadeira. Custa muito ver o que a concretização do sonho pode estar a fugir-nos por entre os dedos como areia da praia... Existem decisões que custam e muito mas agora é a saúde que está em jogo e não se pode facilitar. Fico aqui a enviar muita energia positiva e a desejar uma recuperação para muito, muito breve.

    Beijinhos e muita força!! Estou aqui deste lado a apoiar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Fiona pelas palavras. Eu sei que estás aí a apoiar e espero poder retribuir. Mas hoje estou particularmente pessimista (ou realista) que as hipóteses são escassas.

      Beijinhos

      Excluir
  15. Com este tempo
    correr ao ar livre estamos sujeitos a acontecer esses ou outros contratempos
    Força João Lima
    Vais conseguir treinar e estar presente e concluir.
    melhoras
    cumps

    ResponderExcluir
  16. Sabes que compreendo bem essa frustração! Mas também vou fazer o meu papel e dizer, com racionalidade: não é uma preparação de "duas semanas"! Então e tudo o que está para trás? É anulado numa semana?? Não me parece. :)
    Força, boa recuperação, que em Fevereiro vais mostrar a todos como se dança uma sevilhana! ;)
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  17. Dizem os entendidos na matéria que uma paragem de aproximadamente 15 dias tem um impacto de perda de rendimento na ordem dos 30%. Até aqui tudo bem. Mas para quem já treina há alguns anos a recuperação faz-se mais rapidamente. O que deves ter presente é recuperar apenas para alinhar na meta, correr a maratona e terminar dentro do tempo limite. Tudo o resto serão extras!
    Com calma, João! Já te conheces o suficiente e nas semanas anteriores perceberás em que estado te encontras e se estarás em condições de alinhar.
    A saúde primeiro!
    Força e votos sinceros de rápidas melhoras!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  18. As melhoras João. Espero que passe rapidamente.

    Abraço

    ResponderExcluir
  19. Espírito positivo, que pode ser que melhores a tempo :)

    Abraço e as melhoras

    ResponderExcluir
  20. Enguiço...
    Mas como já toda a gente disse, não se anula uma preparação em 2,3 semanas.
    Pode é custar um pouco (...) mais.
    As melhoras, fisicas e da moral, dizem que também é importante.
    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se anula... depende... o maior trunfo da resistência são os pulmões.

      Obrigado e um abarço

      Excluir