domingo, 17 de setembro de 2017

30 homenageando um amigo

Depois duma semana sem longos, com o intuito de regenerar e assimilar, o que estava planeado nesta altura para coincidir com as duas belas semanas de férias que passámos pelo Reino dos Algarves e onde fiz apenas treinos de 10 km, hoje foi o dia de regressar a um de 30.

Gosto bastante do percurso da minha Maratona de estreia, a última da Xistarca em 2012, mas não o tenho feito pois ando a privilegiar o ritmo, o que ali é difícil pois tenho que subir e descer muito passeio, atravessar ruas, parar para os carros passarem, o que afecta o ritmo idealmente certinho para uma distância longa. 

No entanto hoje decidi ir fazê-lo e por uma razão. Uma pequena e simbólica homenagem ao amigo Pedro Murtinhal que tão precocemente nos deixou a semana passada, chocando todos que o conheciamos.

Em 2013 o Pedro tornou-se maratonista na Rock'n'Roll Cascais-Lisboa, 1ª edição, e mês e meio antes fizemos um longo de 28 km neste percurso. Longo que ficou na memória dos que participaram, pelo susto que o Pedro pregou ao cair com brutal estrondo o que nos levou a recear que se tinha partido todo. Felizmente nada de especial lhe sucedeu, tirando umas escoriações, o que lhe permitiu continuar e registar o que foi na altura seu record de distância.

Fotos desse treino, que contou com a Carla, Jaime (que fizeram uma distância mais curta), Pedro, eu, Isa e Vitor.

Antes do treino
  
Depois do treino
O percurso da Maratona era o seguinte: Partida no Inatel, ida à rotunda do relógio, Gago Coutinho até ao Areeiro, Av. Roma, Av. Brasil, Campo Grande, Estádio de Alvalade, Benfica, Colombo, Carolina Michaelis até Estação Sete Rios, José Malhoa, Corte Inglês, Fontes Pereira de Melo, Rotuna Marquês do Pombal, Av. da Liberdade, Restauradores, Rossio, Terreiro do Paço, Cais do Sodré, Algés (retorno), Cais do Sodré, Terreiro do Paço, Rossio, Almirante Reis, Alameda, Areeiro, Av. Roma e regresso ao Inatel, terminado na pista do estádio.
Para se fazer 30 basta cortar na ida Cais do Sodré-Algés e regresso, o que é entre o IADE e Santos. No que fizemos naquele dia, os 28, foi virar pouco depois do Cais do Sodré.  

Hoje a intenção era um ritmo muito calmo, apontando para um tempo final entre os 3.20 e 3.29, o que deu 3.22.01
Custou um pouco na parte final pois o dia de ontem, com regresso e arrumações, foi cansativo, mas aguentei-me e cumpri o planeado.

Esta semana, os normais treinos e no domingo vou matar saudades de fazer uma corrida (a última foi quase há 2 meses e meio), participando na mais importante prova do concelho onde resido, a Corrida do Tejo.

Uma boa semana a todos!

sábado, 2 de setembro de 2017

Meia, o correspondente a 2 Maratonas numa semana, recuperações e máximo mensal

Já na semana passada o tinha referido e esta semana foi mais evidente. As recuperações estão cada vez melhores.

Como se recordam, no domingo fiz 30 quilómetros em tempo record e o normal seria nos primeiros treinos da semana estar um pouco perro. Ora na terça-feira surpreendi-me com a facilidade que fiz o treino de recuperação! Refira-se, como curiosidade, que foi um treino como há muitos meses não fazia, sempre debaixo de chuva.

Para 4ª e 5ª tinha planeado dois de 10 quilómetros mas na 4ª sentia-me tão bem que estiquei até aos 13.  
Ora tinha referido no artigo anterior que a quilometragem deste Agosto ia ficar muito perto do record do ano passado mas após estes 13 verifiquei que estava apenas a 11,161 dos 252,244 então efectuados. Logo decidi que na 5ª (último dia do mês) não iria para 10 mas sim 12 para chegar aos 253.

Entretanto, fui "provocado" pela Runner Wannabe que me "picou" dizendo que acreditava que eu ia fazer mais 2, ou seja 14, para chegar aos 255. Aí pensei que se fizesse 14, também chegava aos 15 e assim o fiz.

Resumindo e concluindo, terminei Agosto com o maior número de quilómetros jamais feitos num mês pelo autor deste blogue: 256,121.
Até início de 2016 o meu máximo era de 181 Km e desde então ultrapasso sistematicamente as 2 centenas, com todos os resultados que estão à vista.

O plano para hoje era um mini-longo de 20 mas decidi esticar para uma Meia-Maratona.
Partindo do Inatel de Oeiras, optei por seguir para a Parede, tendo encontrado o Rui Soeiro que está a preparar a Cascais-Lisboa e seguimos juntos uns 100 metros. 
O ritmo foi muito calmo dado que a carga tem sido muita. Basta ver que de domingo a hoje, sábado, 7 dias, corri 84 quilómetros, curiosamente o correspondente exacto a 2 Maratonas. 

Para a semana não há longos, pois têm sido semanas de muita carga e há que reservar uma para regeneração e assimilação da respectiva carga. Claro está, com os normais treinos durante a semana.
No fim-de-semana seguinte, a 17, regressarei aos meus amados 30 quilómetros :)

Até lá, desejo a todos uns ricos dias e óptimas corridas!