quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Corri um bocadinho!

Depois de no sábado ter sido decretado que não podia correr durante uma semana, iniciei o tratamento que poucas ou quase nenhumas melhorias proporcionou até hoje onde, finalmente deu um ar da sua graça. 

E hoje foi o dia que tive uma consulta com um especialista de pneumologia, que confirmou ainda ter os pulmões e brônquios atacados, modificou uma parte do tratamento e foi da opinião que, com calma e moderadamente poderia recomeçar a treinar, o que aos meus olhos o transformou logo num excelente médico!

Avisou-me, entretanto, que iria sentir-me muito limitado pela respiração, o que nem foi necessário comprovar durante a corrida pois bastou-me andar numa subida com uns 100 metros para ir buscar o carro, para ficar muito ofegante.

Para retirar qualquer dúvida de ficar com algum problema, marcou-me uma prova respiratória para a próxima 2ª feira 20 e consulta dia 27 onde ficará tudo esclarecido.

Sobre a Maratona, a opinião é que dificilmente recuperarei a eficiência pulmonar até lá. Para mim, estando em excelente forma, uma Maratona já é o limite dos meus limites, ora limitado não sei como poderei fazer. Mas uma coisa é certa, enquanto houver uma grama de esperança, vou lutar. Mesmo que sinta que não estou capaz de correr a distância, vou alinhar. Se for obrigado a desistir, ao menos sei que desisti a lutar, sendo que é uma situação muito diferente de Outubro pois aí tinha tudo para a fazer e aconteceu aquela situação inesperada e cruel, enquanto agora é ir à luta, correr atrás do sonho e tentar um "milagre".

Uma Maratona envolve-nos de alma e coração e eu dirijo todas as minhas energias e sonhos para a meta. Se cortá-la é um momento muito importante, dificilmente imaginarão o que representa para mim se conseguir cortar aquela meta em Sevilha!

Para já, e sabendo que não posso recuperar o tempo perdido mas adaptar-me às novas circunstâncias, hoje após a consulta fui treinar. Foram apenas 3 quilómetros onde, nos primeiros metros, senti toda a alegria de tornar a correr mas pouco depois constatei o estado em que estou. Entre o 2º e o 3º foi muito difícil pois já ia muito cansado.

Amanhã vou tentar 5 e no domingo tentar 12 quilómetros na Corrida Rota Fonte da Pipa em Torres Vedras onde irei em ritmo de treino (possível). Prefiro ir lá pois sempre é mais fácil com outros atletas à volta e também porque não quero perder a estreia da Marta pela equipa.
Na semana seguinte, logo decido se vou ao Fim da Europa pois estas dificuldades respiratórias não deverão dar-se bem com aquelas subidas. Mas cada coisa a seu tempo. 

22 comentários:

  1. Grande João, ainda bem que já estás melhor, mas agora tens de ter paciência, eu sei que é fácil falar, mas os problemas respiratórios deitam-nos abaixo rapidamente, e apesar de querermos recuperar o tempo perdido, temos de ouvir o nosso corpo!!!
    Mas não tenho dúvidas, que irás cortar aquela meta em Sevilha...Beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim o espero! Adaptando uma frase que o António Silva tinha num filme português: "Se conseguir, faço uma daquelas coisas que costumo fazer quando não sei o que faço!" :)

      Beijinhos e obrigado :)

      Excluir
  2. Não sabia que isso estava assim tão feio. A continuação das melhoras e vai com muito cuidado.Se estiver mau tempo não arrisques.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se isto já está complicado, mais cuidado tenho que ter para não estragar tudo duma vez!

      Um abraço

      Excluir
  3. Todas as minhas energias positivas estão agora direccionadas para ti Padrinho!!! Este episódio que aconteceu contigo só provou que temos de ter cuidado com aqueles constipaçõezinhas que nos aparecem de vez em quando e nós não lhes damos a devida importância.
    Tenho a certeza que com todos a torcer as energias para ti vais ficar em forma para a Maratona!!! Não é só tu a ter esperança até ao fim da linha :)
    Como a minha avó dizia e bem "Até ao lavar dos cestos é vindima" por isso go go go :D

    No Domingo não te vou largar!! Vou estar ali sempre do teu lado para me certificar que tudo correr bem.

    Muita força e as melhoras!!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Marta, obrigado! :)

      Beijinhos e até domingo

      Excluir
  4. Muito feliz com o teu regresso aos treinos, mas vai com calma!...
    Tens de ter muito cuidado para não agravar o problema e atrasar a recuperação.
    Já quanto a correres a maratona não concordo, mesmo nada, que alguém se lança nos 42,195 km com um problema de saúde!
    Ainda admito que se tente fazer uma maratona com um treino algo deficiente mas nunca com um problema de saúde tão delicado e incapacitante como o é a capacidade pulmonar estar debilitada.
    Já para não falar que o esforço que representa correr uma maratona pode desequilibrar um estado de saúde que se encontra fragilizado piorando mais as coisas.
    Ainda para mais é a segunda vez que vais correr os 42,195 km e é uma distância que tu consideres ser o teu limite físico.
    O ser humano é uma contradição permanente neste caso estás a entrar em contradição contigo próprio pois não te sentes capaz, nem motivado, para corres uma distância superior a uma maratona mas estás motivado para tentares correr uma maratona mesmo sem uma completa recuperação da tua capacidade pulmonar!
    Enfim quem sou eu para te dar conselhos!... Mas como amigo senti-me na obrigação de te transmitir a minha opinião de forma frontal.
    Se há coisa que aprendi ao longo de mais de trinta anos de ligação com a corrida foi saber escutar o meu corpo e ser paciente quando a coisas não correm como o planeado e não alimentar esperanças falsas nem em ideias “suicidas”. E, se calhar, é por isso que ainda por cá ando as voltas com as minhas corridinhas!
    Grande abraço Campeão (e as vezes da loucura mas faz parte!...).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compreendo perfeitamente, e agradeço, o que me queres transmitir mas está descansado que não vou em missão suicida, vou até onde puder.
      Não quero desistir dum sonho tão sonhado sem lutar. Mas se vir que não dá, não dá, paciência. Mas só me sentiria bem comigo sabendo que dei o tudo por tudo.
      E claro, sempre monitorizando até lá a evolução deste problema. Caso não melhore, a minha atitude já será outra, fica descansado.

      Um abraço e obrigado

      Excluir
  5. As melhoras João. Desejo sinceramente que recuperes (a saúde) para partires para a Maratona OK. Estou como o Jorge...até aceito que nos atiremos à Maratona com um treino deficiente (se não aceitasse nunca teria feito a minha ùltima) ...mas agora atirarmo-nos para a Maratona com um problema de saúde, mais a mais a nível pulmonar...não acho que seja grande ideia e o que penso desses actos "heróicos" (?) é que de heroísmo pouco têm... e na minha opinião pior será começares e seres "obrigado" a desistir e ainda prejudicares a tua saúde, do que racionalmente tomares consciência de como está a tua saúde na altura e aceitares que não vais partir e sabes que Maratonas há muitas, a nossa saúde e a nossa vida é que é só uma!

    Mas compreendo a tua postura...oh se compreendo...Mas olha João, vai treinando, vendo como evolui a recuperação desse problema e na altura tenho a certeza que decidirás o que te fizer sentir melhor, seja o mais racional ou o mais louco!! Beijinho e desejo do fundo do coração que tudo te corra bem. Até 23 Fevereiro e depois de 23 Fevereiro!

    Um beijinho para ti e Mafalda
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Ana pelas tuas palavras.
      Tenho esperança que isto se resolva até lá e que chegue a Sevilha apenas com deficiente preparação.
      Fica descansada que sei quando devo parar :)

      Beijinhos e até lá!

      Excluir
  6. Fico feliz por saber do regresso aos treinos.

    Agora é preciso continuar todo o processo de recuperação com o maior rigor possível e gradualmente, sem exageros, ir aumentando os treinos, e tenho a certeza que até 23 de fevereiro irás estar completamente recuperado, e que o treino mesmo que deficiente, terá de alguma forma sido recuperado antes da prova e que com calma o irás conseguir.

    FORÇA !!!

    P.S. - Acima de tudo é essencial ouvir bem os sinais do nosso corpo e não os ignorar.

    Abraço e rápida recuperação,

    Fernando Varela

    ResponderExcluir
  7. Boas João, fico feliz por teres voltado, mesmo sendo só 3km e com dificuldades, é um primeiro passo. Agora é um passo de cada vez....ver como vais evoluindo...até dia 23 de Fevereiro ainda falta mais de mês....tu és ponderado, pelo que na devida altura vais decidir pelo que está certo.
    Abraço e boa recuperação

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Podes estar descansado que eu saberei ponderar :)

      Um abraço e obrigado

      Excluir
  8. Que bom esse regresso, João! Agora sou eu que vou fazer uma 'macumba' para que essa recuperação seja o mais rápida possível. Já alguém aqui disse e com razão: ouve os sinais do teu corpo e em função disso toma uma decisão consciente.
    Muita calma e serenidade, nesta fase...

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa! Venha a macumba que estou a precisar :)

      Obrigado Anabela, beijinhos

      Excluir
  9. Olá João! Só tu, tendo em conta a opinião médica, poderás tomar essa decisão. Penso que nesta altura será mais importante a recuperação pulmonar do que tentares encaixar treinos em falta. No dia, logo decidirás em consciência, embora saiba que ires a Sevilha e nem sequer tentares correr a Maratona seja difícil. Sei que para mim seria, por isso só posso desejar-te um dia feliz e iluminado.
    Beijinho grande e força!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Rute! :)

      Beijinhos e bom fim-de-semana :)

      Excluir
  10. Olá João. O 'radiador' está entupido e o 'motor' não consegue desenvolver e engasga-se. Mas isso, se tiveres paciência e, sobretudo, não arriscares nem abusares, vai ao sítio em mais uma semana. Mas para isso não convém nada andar ao frio, nem sequer tentar correr, porque sempre que tentares vais estar a esforçar demasiado o 'motor'. Lembra-te que estamos no Inverno. Pior, andamos com o tempo muito instável e com picos de gripe, que adoram corpos com o sistema imunitário debilitado. O grande perigo é que uma bronquite possa evoluir paar uma pneumonia. Por isso, apesar do conselho desse médico simpático, tenta ver se neste momento ganhas algumas coisa que seja em fazer esforços sob este tempo.
    Quando estiveres totalmente recuperado, então sim, volta a treinar. Mas sem pensar em recuperar o tempo perdido. Treina a pensar que vais estar presente na partida de Sevilha, mesmo com a condição física menos treinada. E aí corre até onde puderes. Se não puderes correr até ao fim, caminha.
    Votos de rápidas melhoras e muito cuidado. Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo conselho mas, controladamente vou correr. Se paro uma 3ª semana, é definitivamente o meu adeus a Sevilha.

      Um abraço

      Excluir
  11. Melhoras muito rápidas! Beijinhos

    ResponderExcluir