domingo, 16 de outubro de 2011

Corrida do Sporting com estreia espectacular!


Grande mole humana a dar o colorido que esta prova bem mereceu

Sendo o clube com maiores pergaminhos no Atletismo nacional, faltava-lhe organizar uma grande corrida aberta a todos, lacuna que foi hoje preenchida e de forma espectacular!
A 1ª Corrida do Sporting foi um exemplo de organização, entusiasmo em bem fazer, com a qualidade HMS Sports

O único ponto negativo, e também era demais se tudo estivesse perfeito na estreia, foi o afunilamento na curva à esquerda 50 metros após a partida, que obrigou muitos atletas a andarem e pararem mesmo se partiram na 2ª metade.
Apetece dizer que foi tudo tão perfeito que até teve uma imperfeição, humanizando o evento.


A equipa do Sporting não quis deixar de estar presente na sua prova

Com a equipa da casa em força, a que se juntaram outros consagrados e um mar de atletas do pelotão, os números que ficam para a posteridade são 3.329 atletas classificados, dando a sensação que muito mais pode crescer, em especial com o que de bom se vai comentar.

Antes do prato principal, a corrida dos 10 kms servidos às 10.30, 3 provas para jovens, a Corrida do Jubas, que encheu de entusiasmo os presentes, pela maneira com que todos as crianças se entregaram a estas corridas de 300, 500 e 700 metros.


Carlos Silva vencedor masculino

Seguiu-se a partida dos 10, prova que seria dominada pelos Silvas do Sporting, com o Carlos a vencer em 30.10 e um avanço de 18 segundos sobre o consagrado Rui. Ricardo Val foi o 3º a 28 segundos.


Carla Salomé Rocha vencedora feminina

Em femininos, Carla Salomé Rocha do Sporting tornou-se na campeã da 2ª circular pois juntou a vitória no Sporting à da Corrida do Benfica!
O seu tempo foi de 33.45, à frente da sua colega de equipa Sandra Teixeira que marcou 35.33, completando o pódio Joana Costa do Braga em 36.49


O início do sprint final

Sobre a minha prova, devo confessar que quando vi o percurso há uns meses atrás, marquei-a como potencial local para o sonho de 5 anos dos 49.59
Para ajudar, o Nuno Espirito Santo da Açoreana, atleta que corre abaixo dos 40 minutos, prontificou-se simpaticamente a fazer esta prova para me ajudar nesse desiderato.
Infelizmente, a constipação que apanhei fez ontem uma semana, criou um processo inflamatório que condiciona a respiração. Ora, sem respirar em condições, nunca conseguiria.
Mesmo assim quis ter a certeza que lutaria até não haver mais hipóteses e atirei-me para um ritmo que tinha a consciência que era mais elevado que o que suportaria nestas condições.
Apesar do quase minuto perdido com o problema que relatei na partida, até aos 4 kms fui a um ritmo muito promissor. Depois, o inevitável aconteceu. Comecei a acusar o cansaço pela dificuldade em respirar e fui perdendo terreno. A grande crise deu-se no 9º quilómetro. Basta ver que no 8º marquei 5.15 e no 10º 5.02 mas no 9º foram 6.03
Ora como recuperei no último km? Mantendo esse ritmo ainda iria cair para os 55 na meta mas o Nuno começou a picar-me com a perspectiva de ainda fazer 53, espevitei, ajudado pelo facto de estar quase a acabar. Ao entrar no estádio deu-me para um sprint final forte (finalmente o Nuno pode correr um pouco à sua velocidade!) e acabei em 53.51, tempo que devo a este atleta que esqueceu a sua prova, onde poderia ter feito menos quase um quarto de hora, para me ajudar. Que pena eu não ter podido aproveitar esta lebre de luxo!
Um grande obrigado, Nuno!


E o final do sprint

Entretanto a Mafalda, por ter feito reportagem para a Revista O Praticante, recebeu uma credencial que lhe permitiu estar nos locais onde a acção se passava e, assim, a relação de fotografias é bem maior que o normal.

E agora, venha a 2ª edição desta corrida que a 1ª deixou muita vontade de regresso!



5 comentários:

  1. Pelos vistos uma grande prova de um clube que deu, e dá, grandes nomes ao Atletismo!
    Não é necessário falar em Carlos Lopes, Fernando Mamede, Gémeos Castro, Aldegalega (campeão da longevidade!) só para citar alguns dos envergaram (e envergam) a camisola desse clube que tanto o honraram assim como honraram o nome de Portugal.
    Note-se que não sou do Sporting, nem Benfica, nem do Porto nem de clube nenhum (bem sou um bocado do Atlético mas tenho “desculpa” porque Alcântara é a minha “pátria”; pese embora a “minha” Alcântara popular dos estivadores, operários da CUF e varinas já quase não exista).
    Não sendo de nenhum clube quando me perguntam respondo que sou da Spiridon (esses correm muito mas não é atrás de uma bola!), note-se que gosto de futebol mas não gosto do fanatismo que gira em volta dele e muito menos das máfias para não falar nas claques que em muitos casos não passam de organizações de cariz criminoso e fascizante (com esta afirmação estou desgraçado!).

    João: quando o teu recorde “sair” vou-te fazer uma surpresa! Ele vai sair, mais prova menos prova, provavelmente quando nem estiveres a espera.
    Uma nota para a amizade que representou a tua prova com um amigo a abdicar de tudo para ser a tua “lebre” de luxo. Isso é o mais lindo e importante na vida
    Viva o “teu” União de Tomar e vivam as 3 Léguas do Nabão mais o CALMA!

    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns João, só é pena a gripe não ter passado... Mas o tempo não foi mau de todo, como diz o Jorge vai conseguir quando menos esperar...
    bj eugénia

    ResponderExcluir
  3. Olá João

    Bem procurei no Estádio ver caras conhecidas mas com tanta gente e tão juntinhas, era quase procurar uma agulha num palheiro.

    Com aquela partida seria difícil ter-se um bom tempo e ainda por cima engripado. Fica para uma próxima pois agora o que menos falta são provas todos os domingos. É uma mina!

    :)

    Abraços e Parabéns à Mafalda pelo facto de ser agora uma fotógrafa credenciada pelo 'O Praticante' dando-lhe assim a possibilidades de mostrar nessa revista e no 'face' a categoria das suas reportagens.

    ResponderExcluir
  4. E estiveste muitíssimo bem, João! Basta ver o sprint final, chegaste muito bem!

    Pois...o record...vais ter de deixar para uma próxima. Em que estejas mesmo bem! E lá chegarás, se calhar bem mais breve do que pensas.

    Beijinho para ti e Mafalda

    ResponderExcluir