domingo, 2 de fevereiro de 2014

Quando a realidade bate forte mas a fé mantêm-se inalterada

Antes. Ok, concordo que não tenho jeito para "selfies"... Reparem num pormenor. Eram 11 horas e vejam a distância do mar ao paredão (distância habitual). Pois às 13.40 o mar já tinha encostado ao paredão, estava muito revoltoso e os donos dos bares estavam a tomar as devidas precauções
Não considerando o treino de início de Janeiro, com 27 kms, mas que nem 20 devo ter feito a correr (sem ainda o saber mas já estava a ficar afectado pelo problema bronco-pulmonar), e depois de ter perdido as semanas ideiais para treinar a sério para a Maratona de Sevilha pela paragem forçada que fui obrigado a fazer, hoje era o único dia que tinha para efectuar um longo digno desse nome para ir a Sevilha o menos mal preparado possível.

É verdadeiramente inacreditável o quanto este problema afectou-me. Recordam-se da grande forma em Dezembro onde fiz um tempo à Meia que não efectuava há 3 anos e um aos 10 que não fazia há mais de 2 anos e meio? Pois os pulmões são um orgão vital e o rescaldo deste problema diz que a resistência eclipsou-se e a força física evaporou-se. Resta a força mental, transformada num enorme desejo de cortar aquela meta, mas para quem sempre acreditou que a parte mental superava a parte física, em Outubro esse conceito foi confrontado com outra realidade, mas agora não é hora de pensar nisso.

Devo confessar que nunca fui tão nervoso para um treino como hoje e, contando com as provas, apenas batido pela Maratona que fiz, o que é normal quando sabia que estava tanta coisa em jogo.

O resultado deste treino foi um bater de realidade forte. Comecei em Carcavelos, passei por Oeiras, Paço de Arcos, Caxias, Cruz Quebrada e Jamor, fazendo aí o retorno. Resumidamente, aos 9 comecei a ficar cansado, aos 12 a entrar em crise, aos 16 com velocidade ridícula e entre os 20 e 24 andei por 4 vezes, 150 metros de cada vez, finalizando aos 24, com 2 horas e 41 minutos e completamente nas lonas sem conseguir um metro mais.

Sendo racional, só com muito boa vontade se pode dar 1% de hipóteses de daqui a 3 semanas completar 42 kms dentro do tempo limite, mas tenho uma fé inabalável que conseguirei cortar aquela meta. Dificilmente imaginarão o que significa para mim cortar a meta de Sevilha! Aliás, se hoje cheguei onde cheguei foi porque tive sempre essa imagem a acompanhar-me.

Quando algo corre mal, o pior momento para se falar é logo a seguir ao terminus, altura que falei com as minhas duas grandes amigas do coração que, coitadas, levaram com uma roda de pessimismo em cima. Desculpem! Agora só vos posso dizer que, sem saber como, mas EU VOU CORTAR AQUELA META!!!

As imagens em baixo são as que me perseguem e levam ao colo, ir para a entrada do estádio, estar no corredor, avistar a luz exterior e entrar no estádio para ir ter com a meta (imagens retiradas dum filme que está com baixa qualidade, logo as imagens também estão fraquinhas)

Obrigado a todos pelo vosso sempre constante apoio!





44 comentários:

  1. Apenas vou dizer isto: VAIS CORTAR AQUELA META!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apenas vou dizer isto: Muito obrigado! :)))

      Excluir
  2. Eu sou totalmente a favor do optimismo e da fé inabalável. Temos de acreditar, temos de sonhar, temos de ter esperança. E dar o nosso melhor.
    Acredito que tu consegues!
    Quando chegar o dia só tens de aproveitar o momento, divertir-te e dar o teu melhor. Ah e acreditar! Ah e ser feliz!
    Beijinhos desta amiga que está sempre lá quando precisares.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei, amiga, eu sei que posso contar sempre contigo! :)

      Beijinhos e obrigado por tudo

      Excluir
  3. Oh João...com essa fé e depois lá há sempre outra animação que mascara as nossas dores...e sim, eu acredito que vais cortar aquela meta. Beijinho e coragem! Quando chegar o dia vai correr bem! (quantos treinos não fiz em preparação para a Maratona cujo resumo era "mas como é que daqui a X sem estou a correr 42?!" - e por 5 vezes, chegou o dia e corri os 42.195 metros.

    Coragem e fé. Acreditar é meio caminho andado! O outro meio tem mesmo de ser com as perninhas e os muscúlos, mas tu vais conseguir, eu acredito!

    ResponderExcluir
  4. João, eu ACREDITO em ti!
    Vais cortar a meta em Sevilha, tenho a certeza.
    E vais ter muita gente à tua espera para te felicitar.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Vítor!

      E claro que vou ter muita gente à espera, quando eu chegar já chegaram todos, he he he!

      Um abraço!

      ps - Como te sentes após o banho de lama? :)

      Excluir
  5. É pá! O que é que te vou dizer?!
    Tu dás-me cabo da cabeça!
    Eu acho que a Maratona não depende do teu treino de hoje, mas tão simplesmente de como recuperares até daqui a 3 semanas e, sobretudo, da tua enorme determinação que faz toda a diferença!
    No meu caso nem tinha tentado fazer um treino longo, limitava-me a ter feito um treino que permitisse ir rolando as pernas.
    Não acredito que um treino longo feito nesta altura e no estado em que te encontras traga qualquer vantagem na preparação para a maratona. Pode é trazer desgaste não recuperável!
    Mas a parte psicológica tem destas manias..
    Eu acredito que tu vais fazer a maratona mas agora a palavra é descanso activo! Ou seja tens que treinar o mínimo entre para te manteres activo mas sem te desgastares absolutório nada!
    Desculpa lá ser racional e teimoso mas há sempre um amigo que "nos dá na cabeça" e esse amigo sou eu!
    Mas eu acredito que a fé move montanhas e tu chegas lá!
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jorge, eu precisava deste treino por questões mentais. Se me vou preocupar com o físico, sei que ele não me levará lá. A minha única esperança é a parte mental, que é a que tenho que acarinhar :)

      Obrigado e um abraço

      Excluir
  6. Não te vou dar nenhum tipo de conselho, até porque corro há muito menos tempo que tu e também nunca estive numa situação destas.
    Mas com a tua determinação vais ter tudo para lá chegar. E eu estou contigo. Dá-lhe com alma companheiro.
    Aquele abraço! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Pedro. Vou dar-lhe com alma! :)))

      Um abraço!

      Excluir
  7. Acredita! Desde que não ponhas em risco a saúde, podes, e vais, cortar a Meta!
    (Não estou por dentro, qual o tempo limite de Sevilha?)

    Beijinhos e força!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em primeiro lugar, muitos parabéns pela tua excelente prova de hoje :)))

      O tempo limite são 6 horas mas lá são mesmo 6 horas. Mesmo que faças 5.59 de tempo de chip e 6.01 de tempo de prova, já não entras na classificação!

      Beijinhos e obrigado :)

      Excluir
  8. Não tenho dúvidas que vais cortar aquela meta... lá estarei no final para te dar aquele abraço.

    Boa recuperação e mantém a fé lá no alto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Nuno, venha daí esse abraço! (vais ter é que esperar muito...) :)

      Obrigado e um abraço

      Excluir
  9. claro que vais conseguir cortar a meta, abraço marco

    ResponderExcluir
  10. A força que nós temos tão pouco a conhecemos! Um abraço João, vais conseguir! MLino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Manel Lino! Está tudo bem contigo?

      Um abraço

      Excluir
  11. João, quando corri a minha primeira - a do Rock'n'Roll - nunca antes tinha corrido mais de 25 km... e mesmo esses 25 tinham sido uma semana antes... isto apenas para te dizer que SIM, VAIS FAZÊ-LA, VAIS ACABÁ-LA E NÃO VAIS SOZINHO, pois "levas às costas" todos aqueles que ficam por cá a torcer para que cumpras o teu sonho!

    Abraço e boa sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado! Eu sei que estão muitos a apoiar!

      Um abraço

      Excluir
  12. Meu amigo João, é claro que se aquela meta está lá e tu sonhaste com ela, vais alcançá-la. Só tens que retirar de cima o peso da ansiedade. Encara aquilo com algum respeito, mas com ligeireza. Quem não tem por objectivo fazer uma grande marca, fazer a maratona é...andar por lá, passeando ao longo do percurso, com o andamento que a preparação feita permitir. Um conselho que vale o que vale :trabalha a parte psicológica, pois a física é o que der.Concluir a maratona é uma questão de paciência. Só tens que te ir mexendo e saber esperar que ela acabe. Grande abraço.
    FA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para mim, uma Maratona (que ainda só concluí uma) é um passo maior que a perna, por isso tenho que usar inteligentemente a paciência que falas.

      Obrigado, um abraço e vemo-nos lá!

      Excluir
  13. Hoje, eu podia ter escrito este post...
    Compreendo-te, João, mas olha para todos os comentários acima e relê cada um deles!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  14. Eu acho que este teu treino de 24k no Sábado tevai ser muito últil na Maratona. Ainda estás em recuperação dos pulmões e é mesmo espectável que no dia da Maratona estejas bastante melhor, o que se deve reflectir em menos pausas e em muitoo menos cansaço. E vais fazer a prova a rondar as 05:45.

    Abraço e continuação de bons treinos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agora é que tocaste no ponto. Agora sei o quão importante este treino foi pois ensinou-me muito sobre a melhor táctica de "sobrevivência" para Sevilha.
      Já se sabe que não vai ser pela parte física que conseguirei, apenas pela mental e o treino ajudou-me imenso para perceber o caminho a tomar.

      Quanto a tempos, nem quero saber, quero é acabar. Ou melhor, a única preocupação é terminar antes das 6 horas que é o limite :)

      Um abraço e obrigado

      Excluir
  15. "eu vou cortar aquela meta" e mai nada!
    Realidade, pff, muuuito sobrevalorizada:)
    Um trabalho de base não desaparece assim, claro que podes dizer que não estás no topo de forma mas repito que todo o trabalho anterior não desapareceu.
    Tenho um poster motivacional roubado de algum lado com uma piquena toda ...em forma que diz:
    "you body can stand almost anything
    It's your Mind that you have to CONVINCE!"
    Nunca corri uma maratona mas já corri lesionado (estupidez, não é isso que digo que faças!) e acredita...é mesmo a mente que manda.
    Bons treinos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até 6 de Outubro, acreditava em tudo o que referes sobre a força mental. Nesse dia fui confrontado com uma situação em que a mente estava 1000% motivada mas... há determinados problemas físicos que são mesmo inibidores.
      Mas este não vai ser! :)

      Um abraço e obrigado

      Excluir
  16. Olha, João...
    Por vezes... doí muito ver um amigo tão querido a sofrer e não conseguirmos sem saber muito bem o que fazer ou dizer...

    O que fizeste neste treino foi muito duro... estavas só e sem muita força física... o que para mim... foi extraordinário o que conseguiste fazer... eu não sei se o conseguiria...
    Amigo:
    Se a felicidade de cortares a meta em Sevilha, depender da minha amizade... amigo.. és um vencedor!
    Beijinhos e... EU ACREDITO!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Sandra... Eu sei que se dependesse da tua amizade, até batia o record mundial :)))

      Beijinhos :)))

      Excluir
  17. João, ACREDITO que VAIS CONSEGUIR. Não. Não vai ser fácil, pois aquela paragem foi complicada, bem como a sua recuperação.

    Mas todo o treino anterior está lá, pelo que pernas não vão faltar. Quanto aos pulmões, há que ir devagar, sem abusar no ritmo, pois nesta altura esse não deve interessar para nada, apenas para fazer menos de 6h.

    O mais importante será entrar naquele tunel e passar à pista do estádio de forma a CONQUISTAR Sevilha.

    FORÇA !!! VAMOS LÁ CONQUISTAR ESSES ESPANHÓIS, mas sempre com calma e a ouvir os sinais que o corpo nos dá.

    Abraço e que a recuperação se mantenha a bom ritmo.

    Estaremos todos a apoiar.

    Fernando Varela

    ResponderExcluir
  18. Força João , estou em querer que tudo vai melhorar pois o mais importante está lá...a força mental.vamos em frente e os objectivos vão ser atingidos, Sevilha é lindo e mais vai ficar quando você cortar a meta .Grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Joaquim, toda a vossa força é uma enorme ajuda!

      Um abraço

      Excluir
  19. Boas João
    A Maratona há muito foi dismistificada. Agora estamos numa de fazer o mesmo em distâncias ultras maratona! Por isso se acreditares que vais cortar aquela meta, se acreditares (repito) então isso vai acontecer.
    Concordo com a Raposa Manca quando ele te 'dá na cabeça' por causa daquele treino na marginal. Às vezes ganhamos mais em ouvir o corpo do que em contrariá-lo e naquele dia simplesmente não era dia. Claro que escrever isto aqui é muuuiiito mais fácil que fazê-lo e para fazer asneiras estou eu aqui...
    No Dia D ouve o corpo, gere o esforço até porque a verdadeira Maratona só começa aos 21,096mts. Até aos 21.095 é 'apenas' o aquecimento!!
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alexandre!

      Para um atleta com as poucas capacidades como eu, e só tendo concluído uma, a Maratona ainda é um grande mito (nem sei se deixará de ser algum dia).

      Este treino foi mesmo importante para mim pois ensinou-me muito da forma como poderei gerir uma prova que será, fundamentalmente, de sobrevivência.

      Obrigado e um abraço

      Excluir
  20. Se corres 24 km em 2 horas e 41 minutos, faltam 18.2km em 3 horas e 19 minutos pra completar a maratona em 6 horas, ou seja 5.48 km / hora, velocidade de andar.

    Se corres o mesmo do que neste corrida e andas o resto, vais conseguir completar dentra do limite. Claro que não queres andar tanto, mas isto devia dar confiança que o seu tempo deste corrida não é tão mal e deve conseguir pelo menos completar a maratona dentro do limite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, essas contas são perfeitas desde que se chegue aos 24 ainda com forças para andar, o que não era o caso de domingo...

      Excluir
  21. Vais conseguir, vão lá estar dezenas de leitores teus para te "levarem ao colo"! Lá nos veremos :)

    PS - Já te sigo há bastante tempo e tive para comentar posts teus montes de vezes, criei um blog em parte para poder comentar eheh. Um abraço e bons treinos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um óptimo "colo" é todo o apoio que me dão

      Obrigado, um abraço e força com o blogue!

      Excluir