domingo, 27 de novembro de 2011

Uma corrida diferente em Mendiga

É sempre bom estar rodeado de amigos: Eu, Sandra Martins, Nuno Espírito Santo, Luís Prego e João Branco

Dificilmente o tempo poderia estar melhor, dado estarmos quase em Dezembro, o que foi mais uma benesse para todos e, em especial, à extraordinária população de Mendiga que se une para dar o seu melhor na organização deste Grande Prémio da Mendiga, que realizou hoje a sua 24ª edição.

A bem recheada montra de troféus

Tal como escrevi no ano passado e não é demais repetir, mais do que uma corrida, é um acontecimento, um verdadeiro exemplo para tantos, numa altura que o individualismo impera na nossa sociedade. Todos unidos em prol do bem comum.
Não é uma corrida, é uma festa, onde no meio há uma prova de Atletismo, seguindo-se um muito bem organizado almoço e a distribuição de prémios.
Depois de a ter conhecido em 2010, só se não poder de todo é que faltarei a alguma edição.

Animação popular

O vencedor masculino, Evans Kiplagat

Competitivamente falando, o queniano Evans Kiplagat venceu com a extraordinária marca de 48.12, a 3º melhor de sempre a 22 segundos do record do seu compatriota David Langat que marcou 47.50 em 2008.
Paulo Gomes (49.27) e Sérgio Silva (50.20) ocuparam os restantes lugares do pódio.

A vencedora feminina, Recho Jerubet

A queniana Recho Jerubet foi a vencedora feminina, também com uma grande marca, 57.59, seguida por Ana Mafalda Ferreira (59.12) e a vencedora da edição transacta, Madalena Carriço (1.00.58)

Colectivamente o Vermoil arrecadou o 1º lugar, numa luta taco a taco com os 3 Santos Populares (35 contra 38 pontos). Fechou o pódio o Barreira com 72

Terminaram 442 atletas, menos 12 que em 2010 e mais 11 do que 2009. Deles, 33 eram femininas (7,5%)


A 200 metros da meta

A minha prova não foi tão boa como no ano passado, onde tinha realizado um grande tempo de 1.28.05, tendo hoje demorado mais 4.29 (1.32.34), por culpa de não ter gerido bem o esforço inicial. Mas mais do que o tempo, senti-me sempre bem e foi uma prova muito agradável, muito tempo acompanhado pelo sempre companheiro João Branco, também colega de viagem tal como a Sandra e o Nuno, o que mais vieram abrilhantar um dia em grande!

E venha a edição de 2012!




2 comentários:

  1. Uma prova que um dia ainda espero poder experimentar!

    ResponderExcluir
  2. Apesar de tudo, o importante é lá estar... parabéns

    ResponderExcluir