quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Divulgação - Um desafio de 24 horas a correr!


Entre 1986 e 1989, disputaram-se as 12 Horas de Vila Real de Santo António, prova que revolucionou o conceito de Ultra-Maratona em Portugal e cuja resumida história já foi escrita neste blogue (ler aqui: parte 1 ; parte 2 ; parte 3).

Depois, um vazio neste tipo de conceito inverso ao habitual nas corridas. Em vez duma distância fixa para realizar no menor tempo, um tempo fixo para realizar a maior distância.

Até que em 2013 realizou-se, em edição única e em Coimbra, a Corrida de Auto-Transcendência de 6 horas. E em 2014, o surgimento das 24 Horas a Correr em Vale Cambra.  

Muito mudou desde os pioneiros anos oitenta e Portugal é agora um país recheado de ultra-maratonistas, daí o aparecimento duma nova corrida que promete e muito!

Estou a referir-me à Corrida 24 Horas a Correr – Hall of Fame, a realizar na Costa da Caparica entre 18 e 19 de Abril.

A organização é a cargo da Associação Desportiva Real Academia, de Mem Martins, obtendo-se assim a garantia de quem sabe o que faz, tomando o exemplo do seu Grande Prémio de Mem Martins, prova que em Fevereiro tem a sua 8ª edição dum evento que marca a diferença.

A prova decorrerá nas instalações da Unidade Hoteleira INATEL Caparica, num circuito de 6 km e será uma corrida de única etapa com duração mínima de 24 Horas. Serão declarados vencedores os atletas que percorrem a maior quilometragem no prazo definido.

A prova pode ser realizada individualmente ou por equipas, com completa liberdade de ritmo, liberdade de paragens para apoio e descanso, não sendo permitida a ausência do atleta do recinto da prova (com pena de desclassificação). Qualquer motivo de saída do recinto da prova deverá ser comunicada à organização, cabendo a esta aceitar ou não a justificação.

A partida é dada em simultâneo para todos os participantes pelas 10 horas do dia 18, sábado, e a chegada é feita ao fim das 24 horas de corrida. Às 23 horas de prova os atletas são avisados que entraram na última hora de competição. Para concluir a prova os atletas terão que cruzar a linha de meta após as 24 horas, tendo um limite de 45 minutos para concluir a última volta.

Quanto à alimentação e hidratação, a organização da prova disponibilizará aos corredores água e bebidas isotónicas durante as 24 horas de prova, sendo, no entanto, permitido que o atleta tenha apoio próprio.

As refeições sólidas serão servidas da seguinte forma:

Primeira refeição sólida e líquida está disponível entre as 16 e 17 horas – (sopa, carne, massa batatas fritas, fruta, sumos, águas, coca-cola, frutos secos e pão).

Segunda refeição sólida e líquida está disponível entre as 22 e 23 horas – (sopa, carne, massa batatas fritas, fruta, sumos, águas, coca-cola, frutos secos e pão).

Terceira refeição entre as 5 e 6 horas (chá, café, sumo, bolos secos e sandes). 

Refeição final – (sopa, carne, massa batatas fritas, fruta, sumos, águas, coca-cola, frutos secos e pão).

De notar que a organização disponibiliza um local para guardar os pertences dos atletas e um local onde poderão instalar as suas tendas de descanso.

A organização em colaboração com o INATEL tem disponíveis 35 quartos duplos com pequeno-almoço pelo custo de € 40,00 por noite, sendo que a reserva dos quartos será efectuada no site da prova no momento da inscrição.

Quanto à classificação, os três primeiros classificados na geral individual masculina, feminina e colectiva masculina, feminina e mista receberão um troféu.

A classificação colectiva é atribuída pela soma dos kms aos 3 melhores atletas da equipa, que terão de cruzar a meta em simultâneo.

Todo o atleta devidamente inscrito e que termine a prova, receberá uma medalha de participação e camisola alusiva ao evento.

Para toda e qualquer informação, consultar a página oficial do evento, clicando aqui

Quem se aventura? :)

8 comentários:

  1. Gostava de participar numa coisa destas, deve ser interessante, mas nessas datas não vai ser possível.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eh eh, João, eu também estou onde tu estarás :)

      Um abraço e força nesses treinos, rumo ao sonho :)

      Excluir
  2. Eu gostava de fazer um aprova destas..esteva para ser em Vale de Cambra o ano passado, mas por compromissos profissionais não me foi possível estar presente...talvez dê este ano, individualmente ou com uma equipa divertida (monta-se um "acampamento")....Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Força Carlos!
      Nesta é que não te posso ir ver. Estarei longe :)

      Um abraço

      Excluir
    2. Nesta não dá...estarei na Geira Romana enquanto tu andas não sei bem por onde ;) ....mas lá para Setembro e der para ir às 24h de Vale de Cambra, lá estarei batidinho para uma experiência nova :)
      Abraço

      Excluir
    3. Ah! Já entendi. Nessa altura, je ne sais pas où je serais :)

      Um abraço e força para mais uma experiência nova, lá para Setembro!

      Excluir
  3. João Lima como participante das 12 horas de Vila Real de Santo António gostaria de participar nessa prova. Mas o anos passam e o esqueleto já não é o que foi... Ainda há por ai uns atletas eternamente jovem que participaram na segunda edição das 12 horas de VRSA comigo como é o caso da Analice, e do António Belo. Mas isso são atletas de eleição e não é o meu caso. Mesmo assim se está prova passar da primeira edição (o que eu desejo muito) quem sabe ainda lá vou correr qualquer coisa! Grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem sabe, Jorge, quem sabe? :)

      Um abraço e força!

      Excluir