segunda-feira, 3 de junho de 2013

300 horas e 3 mil e tal kms em competição


Pronto! Lá vem o apanhadinho das estatísticas... Pois é, gosto de estatísticas, desde que façam sentido (não é como aquele que come um frango, o amigo fica aguado a ver e estatisticamente ambos comeram meio frango)

O que é desta vez? Sobre o tempo e distância em competição. Exclusivamente em competição, sem contabilizar os treinos.

Na Corrida dos Sinos, há cerca de 2 meses, ultrapassei os 3 mil quilómetros em provas. Hoje, em plena Corrida do Oriente, as 300 horas.

Números exactos ao dia de hoje. Nas 266 provas que já realizei, percorri 3.118,014 quilómetros durante 300 horas 22 minutos e 21 segundos. 

Por outras palavras, em linha recta já me começo a aproximar de Moscovo, tendo partido de Lisboa e em dias as 300 horas correspondem a 12 dias e meio sempre a correr. Já é qualquer coisa.

Por curiosidade, quem menos e mais contribuiu para estes números? Menos foram os 4 kms em 20.15 na prova de Valejas 2011 (edição excepcionalmente mais curta) e o mais foi, naturalmente, a Maratona de Lisboa 2012 com os seus 42.195 metros e 5.02.13 de tempo total.

Sem dados concretos sobre treinos mas não deverei andar muito longe da verdade se disser que deverão ser o dobro dos de competição, dando assim um suposto total conjunto de perto de 10 mil kms e umas 900 horas a correr. 

E pronto, por hoje não vos maço mais com números! 

16 comentários:

  1. Caramba!
    FANTÁSTICO!
    Nunca fiz essa estatística mas sou tão pequenino ao pé desses valores!
    Posso ter muito mais anos de ligação com a corrida mas estou a anos luz desses teus registos.
    No "meu tempo" a aposta era diferente: tudo se centrava numa prova por mês e em treinar o melhor possível para essa prova.
    Não te vou chamar aquilo que a gente sabe (para não voltarmos ao mesmo! hihihihi) mas és um exemplo para mim e para muitos!
    Mais logo vou dar o destaque que este teu texto merece lá no UK.
    Forte abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Jorge

      Mas não te esqueças que só numa prova fizeste um trinta avos da distância que já corri! :)

      Um abraço

      Excluir
  2. Fantástico! Espero um dia estar a comemorar a mesma coisa, era bom sinal :)

    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E vai ser! Mas bem mais rápido do que eu! :)

      Um abraço

      Excluir
  3. Parabéns!
    Números impressionantes!
    E muitos mais kms e horas virão.
    Que continues sempre a correr em prazer de corrida.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é o mais importante, sempre em prazer de corrida :)

      Beijinhos

      Excluir
  4. Espetacular João. É muito km e muita hora a correr. que tenhas ainda muitos e bons kms pela frente para, pelo menos triplicar essa marca. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O corpo deixe, que a cabeça quer sempre!

      Um abraço

      Excluir
  5. Assim é que é! Grande máquina! Tens aproximadamente 8x mais kms em provas que eu.
    E daqui a uns poucos anos, espero estar a ler um artigo onde já tenhas chegado ao dobro disso ;)

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há a quantidade e a qualidade. E tu em qualidade de tempos, és 8x melhor do que eu :)

      Um abraço e boas corridas

      Excluir
  6. xiiiii....e o motor ainda carbura em condições depois desses kms todos? :D
    Grande João...muita saúde para que possas fazer muitos muitos mais.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carburar, carbura em distância, em velocidade já não tanto ;)

      Um abraço

      Excluir
  7. Olá, João,
    O que tu foste arranjar… Como sabes eu também sou um bocado apanhadinho pelas estatísticas – das tais que fazem sentido. Ao ler esta tua mensagem fiquei curioso em saber também quantas horas tenho de competição. O problema é que, as 552 provas que eu tenho registadas desde o dia 01/09/1985 até à última no passado dia 26/05/2013, nenhuma estava registada com o sistema da hora, mas sim com vírgulas a separar as horas dos minutos e dos segundos. Ora, agora para poder fazer a tal soma tive que refazer as 552 marcas noutra coluna de modo a poder somar. Então é assim:

    Ano Provas Camisolas
    2012/2013 20 19
    2011/2012 22 19
    2010/2011 25 24
    2009/2010 23 23
    2008/2009 30 30
    2007/2008 30 32
    2006/2007 28 30
    2005/2006 28 28
    2004/2005 21 21
    2003/2004 15 14
    2002/2003 12 8
    2001/2002 12 11
    2000/2001 7 5
    1999/2000 14 11
    1998/1999 7 6
    1997/1998 20 13
    1996/1997 29 20
    1995/1996 32 15
    1994/1995 34 17
    1993/1994 13 6
    1990/1991 19 15
    1989/1990 21 20
    1988/1989 21 13
    1987/1988 29 14
    1986/1987 21 8
    1985/1986 19 10

    Ano Km Tempo média
    2012/2013 349,35 28:32:18 5:29
    2011/2012 346,50 31:36:16 5:28
    2010/2011 358,10 31:10:33 5:13
    2009/2010 333,80 27:40:25 4:58
    2008/2009 380,75 30:28:46 4:48
    2007/2008 364,05 28:27:45 4:41
    2006/2007 316,15 25:00:41 4:44
    2005/2006 322,80 23:50:50 4:25
    2004/2005 230,60 16:10:10 4:12
    2003/2004 141,90 10:15:18 4:20
    2002/2003 143,50 10:15:16 4:17
    2001/2002 136,00 9:22:59 4:21
    2000/2001 77,70 5:42:56 4:25
    1999/2000 129,20 9:37:58 4:15
    1998/1999 57,70 4:11:55 4:22
    1997/1998 201,20 13:53:58 4:08
    1996/1997 342,50 22:25:35 3:56
    1995/1996 286,40 18:40:29 3:55
    1994/1995 284,00 20:08:54 4:15
    1993/1994 110,50 8:14:22 4:28
    1990/1991 260,90 16:12:25 4:09
    1989/1990 311,50 21:23:44 4:07
    1988/1989 326,50 22:39:19 4:10
    1987/1988 333,50 21:30:18 3:52
    1986/1987 205,60 12:47:19 3:43
    1985/1986 214,70 14:59:17 4:11

    Anos 26 Provas 552 Camisolas 432 Km 6565,40
    Tempo 485:18:52 Média 4.28

    Daqui dá para ver que a minha melhor época foi a de 1986/1987, com 21 provas, 8 camisolas, 205,6km, 12:47:19 à média de 3:43 / km. Nestas últimas épocas as médias têm vindo a aumentar, não só pelo PDI, mas, sobretudo, pela introdução das provas em trilho.

    Um Abraço!

    Orlando Duarte

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Números impressionantes, Orlando!

      Obrigado pela partilha

      Um grande abraço

      Excluir
  8. Perante as proezas atléticas destes nossos Amigos só uma palavra me ocorre: BRAVO!
    São os nossos Campeões do grande Pelotão, aqueles que fazem a grande festa da Corrida. Fraternos abraços, João, Orlando e mais alguns que conheço e por quem tenho também grande admiração.

    ResponderExcluir