domingo, 17 de março de 2013

Salvaterra, da ameaça de chuva ao sol no final


Pela 13ª vez realizaram-se os 12 Kms de Salvaterra de Magos na simpática vila ribatejana conhecida pelas suas famosas enguias e os deliciosos bolos "barretes".

Numa organização com a qualidade a que sempre nos habituaram, teve a benesse do tempo que foi, uma vez mais, amigo dos atletas. Depois da muita chuva de noite e início da manhã, parou uma hora antes da corrida e até se acabou com sol. 
Os participantes é que foram um pouco menos do que tem sido habitual. Depois de 5 anos sempre na casa das 8 centenas, e com o record de 922 obtido em 2004, este ano cortaram a meta 721, sendo 74 senhoras (10,3%)

Na luta pela vitória masculina, três atletas destacaram-se, vindo a ocupar o pódio. Vitória para Joel Martins do Benaventense (39.16), António Sousa da Garmin foi 2º a 12 segundos e João Vaz do Alvitejo 3º a 15

Já no sector feminino, vitória destacada para Vanessa Pereira da Charity MultiSport, com 48.08 e um avanço de 1.48 sobre Ana Margarida do Alvitejo e 3.38 da individual Maria Lucas.

Quanto à minha corrida, ficou longe do que pretendia. Ambicionava um tempo semelhante ou um bocadinho melhor dos 1.07.26 do ano passado (média de 5.33) mas fiquei a 3.43 dessa marca, fazendo mais 20 segundos por quilómetro. O que aconteceu? Normalmente a razão número 1 é a cabeça. Esteve bem. A razão número 2 a respiração. Esteve bem. Então só falta a razão número 3 e foi exactamente essa que falhou, pernas!

Efectivamente, comecei a sentir as pernas muito pesadas e sem força, facto que foi agravando ao longo da corrida. A média de 5.53 é apenas uma média que não reflecte a queda de rendimento ao longo da prova. Analisando o tempo quilómetro a quilómetro, percebe-se tudo. Vejamos: 5.34 - 5.20 - 5.34 - 5.39 - 5.45 - 5.44 - 5.53 - 6.02 - 6.10 - 6.13 - 6.14 - 6.19 

Ora se os primeiros ainda foram normais, a partir daí foi o que se vê, em especial nos últimos 5 acima dos 6 minutos! E se na semana passada a distância foi maior, o ritmo melhor e acabei bem, hoje ao parar após a meta, parecia que tinha chumbo nas pernas. Sei que há dias assim mas já no treino de 4ª e 6ª a coisa não esteve bem. 

Vamos ver o que vai acontecer na próxima semana na Meia da Ponte pois este ano gostava de aí fazer (finalmente) um bom tempo. É que as 4 anteriores presenças foram todas marcadas por tempos fracos (dois muito fracos), num percurso que é de tal maneira considerado para bons tempos que os 2 melhores tempos mundiais de sempre estão ali. Mas, por exemplo, nas Lampas e Palácios, Meias ditas difíceis, consegui tempos bem melhores. O que dizer...? Pancadas de atletas!

Mas o resto da manhã foi muito agradável com a companhia do casal Branco e durante a prova, também tive a companhia, durante um pedaço, do grande atleta de pelotão Esmeraldo Pereira, atleta que comemora amanhã 31 anos de corridas. Parabéns!

(Infelizmente, hoje não há reportagem fotográfica devido a um imprevisto da Mafalda)



14 comentários:

  1. Isso das pernas as vezes acontece mais vais ver que passa e na ponte estás óptimo!
    Eu bem te disse para segures sempre em frente que tinhas a oferta de almoço garantida e um percurso bem divertido!
    heheheheheh
    (Para o ano conto estar de novo no retorno e quem sabe se não apareço em Salvaterra a...correr!?

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente as coisas nem sempre correm como queremos. Hoje também tive um treino fraquinho. Mas temos de ser racionais, já sabemos que por vezes há dias assim. Vais ver que a Meia vai correr bem =)
    Beijinhos e uma boa semana.

    ResponderExcluir
  3. Há dias assim João. Paciência, mas é mais uma prova em direcção às 500. E para a semana vai correr melhor.
    Abraço e uma boa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eh eh! 500? Ainda falta...

      Um abraço e boa continuação de preparação para a cidade luz

      Excluir
  4. Há dias assim, que as pernas, ou a respiração, ou a cabeça, não estão bem. Mas o importante é que tenhas tido uma manhã animada! E para a semana já hás-de ter essa trindade toda em condições para a Meia! :)

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. João, uma semana menos boa, vai anteceder uma semana espetacular e a 1/2 da Ponte vai ser mesmo para fazer um bom tempo.
    Abraço e boa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não estou a acreditar muito mas vamos ver

      Um abraço e boa semana

      Excluir
  6. Isso é o seu corpo a dizer que não gosta de provas fáceis! Ou então o corpo teve a guardar-se para a Meia Maratona. Tenho a certeza que vai fazer um grande tempo! Bons treinos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Repito a resposta anterior.

      Um abraço e bons treinos

      Excluir
  7. Também tive problemas com as pernas. Na 5ªfeira fiz (e não devia)um treino um pouco puxado. E o calor também não ajudou.
    Mas foi bom ter participado.

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não foi bem o calor, foi o abafado que estava.

      Boa semana

      Um abraço

      Excluir