segunda-feira, 11 de março de 2013

Meia de Setúbal altera percurso

A qualidade das organizações faz-se também por saber escutar os atletas. Assim, a organização da Meia-Maratona de Setúbal, que cumprirá a sua 24ª edição a 12 de Maio, decidiu alterar o seu percurso alvo de críticas construtivas.

Sendo Setúbal uma cidade bonita e com tanto potencial a explorar, era uma pena que a sua prova se limitasse a 3 kms dentro da cidade para depois seguir num percurso de ida e volta pela estrada da Mitrena, um trajecto de longas rectas, deserto de população, de zona industrial em parte abandonada e com maus cheiros.

Depois de analisarem bem o terreno durante um mês, foi delineado um percurso no interior da cidade, com o aliciante de duas subidas selectivas no fim da Avenida 5 de Outubro até à Avenida Jaime Cortesão e na Avenida Belo Horizonte.

Curiosamente, e em altura de crise com os preços a aumentarem, foi decidido baixar a taxa de inscrição de 8 euros do ano passado para 7,50

Apesar de existente desde 1990, é autenticamente uma prova nova que vamos encontrar a 12 de Maio, mas  de certo sempre com a qualidade e ambiente habituais.

18 comentários:

  1. Estou prestes a marcar essa Meia Maratona como a minha segunda meia maratona!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado João, gosto das noticias.
    Provavelmente traçado "mais lento", mas seguramente mais animado.

    Espero poder estar presente.

    ResponderExcluir
  3. Depois de faltar no ano passado, este ano vou tentar ir. Só faltarei se o calendário o obrigar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A ver se lá nos encontraremos. Eu vou.

      Um abraço

      Excluir
  4. É a arte de saber ouvir, sem orgulho nem arrogância.
    Bem trazido até aqui, João.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo, Carlos. Um bom exemplo que a organização deu!

      Um abraço

      Excluir
  5. Boas novidades para quem for alinhar nessa prova.
    Com um bocado de sorte nessa data estarei a recuperar do 1º Trilho das Lampas e a pensar na Corrida do Guincho que uma daquelas provas que ainda fazem parte do meu pequeno calendário de corridas "obrigatórias"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acredito que sim, que vais a essas duas!

      Força!

      Excluir
  6. Viva João,

    Hajam boas notícias.

    Não é fácil mudar o percurso de uma prova, ainda mais no caso de uma prova tão antiga e cheia de pergaminhos. A organização demonstra ser atenta e valoriza a opinião dos atletas e da própria cidade, não se poupando a esforços de dinamizar a ½ da sua cidade.
    Em relação ao preço da prova, a redução apesar de simbólica revela preocupações sociais. Quem ganha com isso são todos os que gostam do desporto e do atletismo em particular.
    Por tudo isso e muito mais dia 12 se puder lá estarei

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então lá nos veremos. Se com aquele percurso chato, chato, chato, eu já ia, agora ainda melhor!

      Um abraço e estou a torcer por domingo! :)

      Excluir
  7. Só participei uma vez, não gostei do tal percurso chaaaaato. Mas agora vou pensar melhor. Talvez apareça por lá.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  8. Normalmente as organizações enfrentam o desafio de optar por um percurso mais plano ou por um que privilegie o "turismo" e promoção da localidade e por norma optam pela 2ª hipótese.
    Ainda dia 3 fiz novamente a meia de salamanca e este ano eles alteraram os kms iniciais passando mais pelo "casco histórico" o que para a maioria dos corredores apesar de exigir maior esforço por causa dos desnível e do empedrado, acaba por tornar a prova mais bonita e aliciante.
    Espero que seja o que vai ocorrer em Setúbal, apesar de que nesse dia irei à de cortegaça

    ResponderExcluir
  9. São boas noticias.Já participei por duas vezes e achei o percurso um pouco desmotivante. Talvez vá até lá matar saudades.

    ResponderExcluir