terça-feira, 26 de março de 2013

Meia da Ponte com 51 países e 1.434 estrangeiros


Falar de Atletismo nas provas de grande participação, é também falar de turismo, com a sua consequente mais valia para as depauperadas finanças nacionais.

Assim, é de salientar que neste domingo estiveram a competir na 23ª Meia-Maratona de Lisboa, 1.434 atletas estrangeiros, a que se junta um bom número de acompanhantes. 

O total de países representados foi de 51 (mais dum quarto dos existentes) e cuja relação pode ser consultada em baixo.

Como é sabido, bateu uma vez mais o record nacional de participação numa Meia-Maratona, tendo ultrapassado a barreira dos 5 mil em 2009, 6 mil em 2011 e agora 8.027 atletas a cruzarem a meta.

Estes números revelam que em Portugal há um mínimo de 6.593 meio-maratonistas, a que se somam todos os que não se deslocaram, o que é bastante significativo para um país pequeno e sem estruturas e apoios a nível de desporto como fonte de saúde.

Outro excelente indicador foi a participação feminina com 1.366 atletas (17%)

Relação de atletas por país:

Portugal
6.593
Espanha
364
Alemanha
220
Grã-Bretanha
167
França
117
Brasil
114
Itália
80
Holanda
73
E.U.América
38
Suiça
34
Bélgica
28
Dinamarca
22
Suécia
20
Polónia
19
Irlanda
15
Áustria
13
Estónia
12
Eslováquia
10
Noruega
8
Rússia
8
Finlândia
7
Angola
6
Etiópia
6
Hungria
6
Luxemburgo
5
Quénia
5
Austrália
3
Marrocos
3
África do Sul
2
Gibraltar
2
Grécia
2
Israel
2
Japão
2
Letónia
2
Roménia
2
Turquia
2
Bulgária
1
Cabo Verde
1
Canadá
1
Colômbia
1
Croácia
1
Eritreia
1
Guatemala
1
Irão
1
Jordânia
1
Moldávia
1
Nigéria
1
República Checa
1
Sérvia
1
Venezuela
1
Zimbabwe
1

16 comentários:

  1. Muito interessante João.
    Pensar que corremos ao lado de tanta gente e de tantas nacionalidades.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. João, são nrs impressionantes que mostram que quando as coisas são bem feitas o sucesso é garantido. Um exemplo que deverá servir para outras áreas no nosso país.
    Abraço e obrigado pelo artigo interessante (mais um)

    ResponderExcluir
  3. Números impressionantes e mais um excelente trabalho estatístico.

    Se não me aumentarem o preço da inscrição por isso pode ser que ainda volte a correr está prova pela Republica das Berlengas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mais república das bananas! :)

      Um abraço

      Excluir
  4. Tenho orgulho em ser um desses atletas.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Mais um grande trabalho João. Obrigado.
    E pensar que também fazemos parte dessa estatística? É lindo!!!

    Abraço!!!

    ResponderExcluir
  6. Os números que apresentas falam por si, é a melhor meia maratona do mundo e mais nada, como atleta de pelotão sinto-me um sortudo por ter uma provas destas no meu país e no meu caso à porta de casa.
    Abraço companheiro.
    António Almeida

    ResponderExcluir
  7. Dá realmente outra dimensão à prova. Bom post!

    ResponderExcluir