domingo, 1 de fevereiro de 2015

Quando um longo tem 750 metros ou "un jour sans"

Pequena nota introdutória: "un jour sans" (um dia sem) parece ser uma frase incompleta mas é uma expressão que os franceses (já que é relacionado com a Maratona de Paris que estou a falar) usam quando querem apelidar um dia que não correu bem.

Hoje estava planeado o 9º de 16 longos em direcção à Maratona de Paris. No plano, 24 km, o que significava um mínimo de 24 km. Há poucos dias atrás tinha a esperança de poder chegar aos 30 o que seria a 3ª vez em 5 domingos. 

Como se deverão recordar, se leram a crónica do Fim da Europa, estava constipado no passado domingo. Ora, em mim e após uns dias, a constipação provoca-me usualmente um processo inflamatório da sinusite. Daí desde 5ª estar a decair. E com a infecção pulmonar que tive no ano passado, e que deixou bronquiectasias para sempre, os pulmões estão mais sensíveis. 

Ontem a coisa já não estava bem e só queria que hoje chegasse aos 24 e mais nada. Hoje, quando acordei, vi logo que a coisa não estava bem. E, situação rara em mim, nem me apetecia correr. Mas forcei pois há dias que estando lá tudo muda.

Não foi o caso. Logo nas primeiras passadas notei a respiração fatigada (e comecei a 6.50...) e as pernas a pesarem chumbo. 
Ao fim de 750 metros, parei o relógio, dei meia volta e vim-me embora. Só iria massacrar desnecessariamente o corpo e nada usufruiria deste treino.

Notoriamente, "un jour sans".

Mas para quem há dois meses anda com treinos tão bons e surpreendentes, esta é a excepção que confirma a regra e não irá prejudicar em nada a preparação. Tudo irá agora ao lugar e, felizmente, amanhã até tenho consulta de pneumologia. Consulta que seria de controlo mas que vem na melhor altura.
    

24 comentários:

  1. Decisão sensata e um dia não são dias...sigaaaaaa.
    As melhoras rápidas e aquele abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvida Carlos. E aguarda a minha "vingança" :)

      Um abraço

      Excluir
  2. Que não seja nada grave e que se trate facilmente, é o que desejo. Claro que uma "falha" (se é q assim podemos chamar) a um treino que estava no programa, não faz mal nenhum. Saber fazer ajustes aos Programas é uma grande sabedoria. Há sempre inúmeros factores e nem sempre se consegue cumprir. Interessa é tratares isso e continuação dos bons treinos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Ana. Para a semana acredito já estar operacional.

      Beijinhos

      Excluir
  3. Sabes uma coisa, nunca falhei um treino longo ou seja nunca parti para um treino longo e não o acabei. Aliás penso que falhei muito poucos treinos a partir do momento em que os comecei a correr (e a maioria das falhas foi por lesões).
    Estou-me a armar em bom? Sou algum super atleta?
    Nada disso, muito pelo contrario!| Arrisco é muito pouco e quando julgo que não estou em condições pura e simplesmente não vou. Por isso um elevada taxa de sucesso no cumprimento do treinos que faço....
    Admiro muito malta com tu que arrisca mesmo quanto está em más condições eu cá sou bem mais cauteloso.
    Não quero dizer que não tenha feito muitos treinos bem complicados, a acabar de rastos, com temporais enormes, etc. mas não me vêm a treinar com grandes constipações ou outros problemas se saúde mas é muito fácil encontrarem a treinar, de madrugada, debaixo de temporais enormes, frio de rachar ou mesmo nos mais negros dias da minha vida mesmo quando partiram entes queridos.
    Admiro muito os CAMPEÕES como tudo que ariscam, e tentam, sempre ir treinar quando a saúde não está bem.
    Rápida recuperação para voltarmos a ter o TUBOLIMA! :)
    Um abraço.
    [Vais ver que os ares da IS te vão fazer bem afinal é a minha Avenida :) ]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há dias que parece que não estamos bem e depois sai um bom treino. Hoje apercebi-me logo que não dava.
      Se em Sevilha não tivesse partido, porque não estava em condições, teria perdido a melhor e mais feliz corrida que já efectuei! :)

      Um abraço

      Excluir
  4. Que não seja encontrado "nada de mais" na consulta e que o treino "mau" do plano tenha já ficado para trás!
    Bom ver (ler :) ) a forma calma e ponderada com que lidaste com este contratempo, é apenas um pequeno contratempo no caminho, nada mais.
    Beijinhos e força!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso, Rute, foi a tal excepção à regra :)

      Beijinhos e obrigado

      Excluir
  5. Amigo, todos temos treinos assim.
    Eu sei que isso vai passar rápido e num instantinho vais estar novamente a treinar em grande para Paris.
    Beijinhos e já estou a macumbar :)

    ResponderExcluir
  6. Há uns anos preocupava-me em dizer-te que um treino longo falhado nas beliscava a preparação imaculada que tens feito e que fizeste bem em parar imediatamente porque as consequencias podiam ser muito mais graves do que perder um longo. Mas tu já sabes isso tudo :) É bom que deixes aqui esses exemplos para quem está a treinar pela primeira vez para a Maratona. Um abraço e as melhoras!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado grande Filipe! Continuo impressionado com o teu relato! :)

      Um abraço e, nunca é demais repetir, PARABÉNS!!!

      Excluir
  7. Força João, estás a fazer uma preparação excelente, não vai ser por este treino que vais ter problemas. Mais importante que o treino é estares bem. Espero que venhas da consulta com boas noticias.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado João e força nessa preparação!
      Um abraço

      Excluir
  8. Excelente decisão João! Eu provavelmente forçaria parvo como sou, já cheguei a treinar constipado, com febre, com uma infeção num dente... sabe se lá que mais.

    Que recuperes bem durante os próximos dias e te consigas vingar com um longo de nos deixar os olhos em bico :)

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Correr constipado e com febre, tudo bem, agora conseguires correr com infecção num dente é obra! :)

      Obrigado e um abraço

      Excluir
  9. opção sensata, há a ronha e há a sensatez de perceber que há diz que não dá e só iria piorar.
    como tal, as melhoras e venham lá mais uns longos, longos :)
    Abraço

    ResponderExcluir
  10. Ora bem!! Com tanto treino já tão bem feitinho, não é um que vai estragar a pintura! Fizeste muito bem!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. É sempre excelente ideia ouvir o corpo, depois, sem o 'mimar' não vá ele começar a acomodar-se (...), ouvir as queixas e aceitá-las, naturalmente.
    Espero que a consulta tenha sido proveitosa.
    Bons treinos!
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, felizmente, correu bem. Tenho é que ter cuidado nos próximos dias.

      Obrigado e um abraço

      Excluir