domingo, 15 de fevereiro de 2015

O dia que fiz o impensável (ou como aos quase 55 dizimei um record feito com 47)

Com o Vítor e Isa

Com o Eberhard e Pedro Pinto

A minha intenção era bater o melhor tempo realizado nesta prova, marca que era de 1.58.12, sendo esta a minha 8ª presença aqui. Se possível, bater também o melhor tempo jamais feito numa prova de 20, que era de 1.57.05

E digo o melhor tempo em provas de 20 pois o verdadeiro record foi quando bati o record da Meia-Maratona em 2007, passando aos 20 em 1.50.32, marca completamente fora da mínima das mais pequenas hipóteses de repetir.

Isto porque em 2007 tinha 47 anos e agora quase 55 (e se muitos dizem que a idade não conta, os que já aqui chegaram sabem bem do que estou a falar em termos de perda de velocidade com a soma dos anos). Além disso, esse tempo tinha sido realizado num percurso o mais favorável possível e com um dia perfeito. Hoje o percurso tinha algumas subidas, não pronunciadas mas longas, e com um vento mais forte entre os 9 e os 11.

Pois dizimei o tal record impensável, marcando... 1.49.25!!!! Baixei da 1.50, o que me leva a ainda não acreditar bem no que sucedeu!

Após uma partida calma e com escassos atletas atrás, na subida aos 500 metros fui me soltando. Começo a passar pessoal, no que foi uma constante na prova. Basta dizer que iniciei a prova com talvez umas duas dezenas atrás e acabei à frente de quase 800.    

À medida que passava alguns conhecidos ouvia coisas ao estilo "Eh lá! Estás muito bem!", o que mais força vai dando. Até que cheguei ao 6º km, olhei para a média que vinha a realizar e de repente apercebi-me que poderia fazer história. Pensei para mim o que costumo dizer aos meus amigos "João, acredita!". E acreditei, fui atrás do impensável.

Tudo ia a correr (literalmente) pelo melhor quando entre os 9 e os 11 (altura do retorno), o vento bateu forte e isso desestabilizou o ritmo. Fiz o retorno e ia a perder ligeiramente velocidade mas ao cruzar-me com o Vítor e Isa, dando a ambos um hi5, a Isa gritou "Olha ó record!). Isso deu-me de imediato um "pontapé nas costas" e readquiri o ritmo (a Isa referia-se ao record dali pois não poderia imaginar o "disparate" que eu ia marcar! Pouco depois cruzo-me com o Mário Santos que grita a palavra chave "Paris!". E com estes dois apoios estava eu novamente no bom ritmo e média.

Aos 16 apanhei o Isaac mas essa foi a altura que senti as forças a esgotarem. Mas a motivação era forte e só pensava numa coisa, fazer história! O fazer história era na casa de 1.50 e antes dos 32 segundos. Nem nessa altura pensava no 1.49, valor que "não é para mim"...

No limite das forças a chegar à meta
Já esgotado, ia buscar forças a essa motivação e continuei a dar o máximo que podia. Cheguei ao último quilómetro e aquela mini subida junto à entrada do jardim custou mas ao chegar ao forte, fui a dar o máximo dos máximos até à meta. Sem forças mas fiz esse 20º quilómetro a 4.50... A fotografia a chegar à meta diz bem do que vinha a dar, já esgotado. Corto a meta, olho para o relógio e... 1.49.25!!!!!!

Ao contrário do habitual, não fiquei eufórico. Ainda não digeri bem que consegui um tempo daqueles que, repito, "não é para mim". Sinto muito orgulho, muita alegria mas ainda não acreditei bem! :)
Paris está a exercer uma mágica atracção!
Desde 2012 que não batia um record em prova. Os meus de 5.000 e Maratona são de 2012, 10.000 de 2011 e 15.000, 20.000 e Meia-Maratona de 2007. Hoje o de 20.000 passou de 2007 para 2015!

Quanto à organização, o ano passado foi um ano de excepção. Ao contrário do habitual, a organização HMS teve um dia negro em 2014 onde muita coisa correu mal, provando que não há regra sem excepção. Hoje, foi o que sempre nos habituaram, tudo perfeito!

Foi a 2ª melhor participação de sempre, 2.256 classificados, só batida pelos 2.338 do ano passado. A chuva colaborou pois apenas caíram uns ligeiros pingos no momento da partida e mais nada.

Luís Pinto, em 1.03.20 (2ª melhor marca do milénio) e Cláudia Pereira em 1.13.30 (record feminino em 32 edições!), foram os vencedores em estreia.




Os 4 ao km com a vencedora da prova, e nova recordista, Cláudia Pereira!

42 comentários:

  1. Por poucos comentários que faça no teu blogue... :)
    ... existem momentos tão importantes como este, que marcam, que são .. fantásticos, maravilhosos, e fruto de muito trabalho, de muito esforço, força de vontade, força de querer... enfim... BRILHANTES!!

    PARABÉNS!!! És um orgulho!

    Fiquei e ainda estou incrédula com tamanho resultado, amigo...

    Mas continuo a acreditar no meu lema e cada vez mais - PELO SONHO É QUE VAMOS!.

    Beijinhos ao "MAH" João Lima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga... agora fiquei sem palavras! :)

      Beijinhos e obrigado por tudo

      Excluir
  2. JOÃO LIMA A BALA HUMANA!
    (Mas tudo tem explicação e para o que fizeste hoje há várias e eu deixo aqui apenas uma delas que tenho a certeza ter tido muita importância no que fizeste hoje: FILIPA VICENTE!)
    Forte abraço campeão! Estou tão feliz por ti!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ter uma "légua" a menos de quilos, faz uma diferença e pêras! Junte,-se as massagens do Urbano e uma motivação férrea por ir cumprir um sonho... et voilá! :)

      Fico muito feliz que estejas feliz por mim :)

      Um abraço amigo

      Excluir
    2. Eu própria já tenho um countdown para Paris :p
      VAMOS JOÃO!

      Excluir
    3. 8 semanas, Filipa :)

      Beijinhos e obrigado por tudo :)

      Excluir
  3. Eheheheh.
    Não vou dizer nada mas tu sabes o que poderia dizer-te. E agora vou aguardar pelo Jorge Branco. :)

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hum... agora não sei bem se percebi...

      Um abraço e MUITA FORÇA para Sevilha! :)

      Excluir
    2. Pronto, OK, eu explico.
      Quando deixas de te preocupar com "mesquinhices" (eu sei que algumas não o são...) e começas a acreditar em ti os resultados aparecem. Esta corrida é a prova disso. Esta e as próximas que virão. Não te limites a ti próprio.
      Já te disse antes e volto a dizer-te, nós que te seguimos acreditamos mais em ti do que tu próprio.
      Levanta a cabeça e sonha, que sonhar ainda é de borla.

      ALLEZ!!!

      Excluir
    3. Vou meditar nas tuas palavras :)

      Merci

      Excluir
  4. Isso é dos adidas boost. Dão-te asas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há quem garanta que hoje me viu com asas! :)

      Um abraço

      Excluir
  5. Menos uma légua?
    E eu a pensar que tinhas uma tshirt mais larga;)
    Pois, o impossivel é impossível, até ser possivel!
    Abraço e...parabéns ;)

    ResponderExcluir
  6. Boa João! Os treinos que tens feito estão a trazer-te resultados! Parabéns pelo recorde pessoal!

    Mais uma vez, e a "papares" participantes dessa maneira... te apelido de PACMAN! :)

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Luís! E o pacman até é amarelo :)

      Um abraço

      Excluir
  7. Grande João...espectáculo...muitos, mas muitos parabéns!!! Já aguardava à algum tempo uma "posta" destas, a anunciar um record, e embora assistisse aqui pelo teu cantinho à tua fantástica preparação para Paris, não esperava que fosse até Abril, pois vendo em ti uma pessoa ponderada, organizada e apenas com o foco em Paris achava que nunca irias arriscar um recorde :) ...ainda bem que o fizeste, pq correu muito bem e te deu mais uma injecção de moral e motivação (como se estivesses a precisar, não? :):):) )...acima de tudo, é a prova que existe margem para cumprir mais uns sonhos :)
    Grande abraço e desfruta deste momento (e sim, foste mesmo tu)

    P.S. E hoje não falo em Ultra-Maratonas ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, grande Carlos!

      O meu plano contempla distâncias mais longas e nestas provas de 20 ou Meia, um ritmo mais vivo.

      Há aqueles dias que nos sentimos bem e, sabemos bem como é, quando se abre uma janela de oportunidade, ou atiramo-nos de cabeça ou a janela fecha logo e não sabemos quando se reabre :)

      Um abraço

      Excluir
  8. Mesmo com 55 anos ainda arranjas espaço para melhorar. Espetacular João! E é um recorde muito bem merecido já que as condições não eram mesmo nada favoráveis, com um percurso em que se passa muito tempo a subir, piso molhado, vento do catano..

    Acho que deves ter muito orgulho do que fizeste! E agora é continuar! Agora é começar a pensar mais alto :)

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Vítor, ao contrário do record de 2007 onde as condições foram perfeitas, estas não eram nada favoráveis.

      O pensar alto é o mesmo, fazer uma Maratona muito feliz e o melhor possível em Paris :)

      Um abraço e boas corridas

      Excluir
  9. A persistência e o prazer de correr faz a diferença. O resultado está aqui. Muitos parabéns e, mais uma vez, estes registos são uma motivação e referência. Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Só Tenho uma palavra PARABÉNS !E tal como diz João Marinho "nada é impossível basta acreditar".Abraço.

    ResponderExcluir
  11. Fantástico João, não há palavras, estás em excelente forma e a caminho de uma Maratona de Sonho em Paris.

    Muitos Parabens.
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado João! E tu estás a caminho duma estreia de sonho :)

      Um abraço e força

      Excluir
  12. Ó João, pá... Nem sei que diga...
    E S P E T A C U L A R !!!!!!!
    55 anos? Não me lixes! Não arranjes desculpas. Mostra essas veias, cerra-me esses punhos, mostra raiva e vai!
    (Até estou arrepiada, carago)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpas Anabela? Quando (daqui a décadas!) chegares a esta idade, vais entender que a velocidade se vai perdendo... :)
      Tive pena de não te ver.

      Beijinhos, obrigado e FORÇA!!!!!!!!

      Excluir
  13. Muitos Parabéns, João! "Paris" é a palavra mágica? :) Que espectáculo! Acho que te dás menos crédito que aquele que tens, acredita. ;)
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Rute pelas tuas palavras

      Beijinhos :)

      Excluir
  14. Estive lá o ano passado (quando foram os 21kms), e queria lá ir este ano, mas, infelizmente, não deu para tal. A porva é bem gira, e o ano passado, debaixo de chuva até ao Guincho, foi ainda "mais melhor boa". :)

    Quanto à tua prova, muitos parabéns. Quando nos superamos, ainda mais sem estar à espera, dá-nos outra alegria.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  15. AHHH CARAÇAS!!!! :D ehehhhheheeh
    Que feliz que fiquei!!!!
    PARABÈNS!!!!
    Grande tempo amigo!!!
    Estás imparável!!!
    Paris tu põe-te fina rapariga que o João Lima está a chegar eheheh

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Marta! :)
      Foi mesmo bom!

      Beijinhos

      Excluir
  16. SEM PALAVRAS AMIGO!
    Ontem foste brutal! Fizeste um tempo espectacular, mas eu sempre acreditei em ti. Aliás, ambos acreditámos e daí eu ter gritado aquilo durante a corrida.

    Estás em grande forma, provavelmente na melhor forma que alguma vez tiveste. E estás a seguir um plano maravilhoso rumo ao sonho em Paris! :)

    Mais uma vez PARABÉNS!!!
    És grande!!!

    Beijinhos amigo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu é que fico sem palavras com o tu comentário :)

      Acredita que ontem a tua frase foi mesmo um pontapé nas costas a empurrar-me para o record pois veio mesmo numa fase crucial.

      Dizes "provavelmente na melhor forma que alguma vez tiveste". Olha que és capaz de ter razão :)

      Beijinhos, obrigado e força pó Sicó :)

      Excluir
  17. Parabéns João!
    A idade pode trazer mais lentidão mas também mais experiência e conhecimento das nossa capacidades.
    Paris aproxima-se a passos largos e estes resultados trazem mais confiança, força!

    Manuel Nunes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Manuel Nunes, se trazem! :)

      Um abraço

      Excluir
  18. Brutal!! Um record com 8 anos!! ui que Paris está a prometer tanto :D Grande abraço campeon!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há que continuar o bom trabalho! :)

      Obrigado e um abraço

      Excluir
  19. Parabéns João!
    Tens de continuar a acreditar em ti, nós acreditamos!
    Que grande marca!
    É continuar e em Paris...logo se vê;)

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Vítor!
      Cada dia é um dia.

      Um abraço

      Excluir