domingo, 8 de fevereiro de 2015

O prazer sempre renovado de correr (e bem!) em Mem Martins

Com o João Cravo
Com o Eberhard. Estou encolhido? Adivinhem porquê! 
Participei pela 7ª vez no Grande Prémio de Mem Martins que conheceu hoje a sua 8ª edição e da qual apenas não estive presente, como atleta, na 2ª, mas onde estive como espectador (agarrado a duas muletas, a recuperar do pé partido).

Esta prova é especial para mim e não apenas por ter sido o 1º atleta a inscrever-se para a 1ª edição, mas por toda a simpatia da sua organização, num percurso aliciante e ao pé donde trabalho.

Assim, esta foi a única excepção que concedi no plano para a Maratona de Paris, pois reservei 16 dos 17 fins-de-semana entre 7 de Dezembro e 29 de Março para treinos longos ou corridas mais longas, sendo esta corrida a tal honrosa excepção.

Ao contrário do que aqui tem sucedido, hoje não houve chuva, trocada por um sol bonito. Mas... o S.Pedro deu com uma mão e tirou com a outra, pois esteve frio, muito frio! De tal maneira que, apesar de esta ser a minha 10ª época de corridas, e a número 325, foi a 2ª vez que disputei uma prova de início ao fim com luvas (a única tinha sido no Fim-da-Europa 2010).

A preparação tem decorrido acima das expectativas mas a única falha foi na semana passada em virtude duma constipação que desencadeou todo aquele processo inflamatório e cujos pulmões ressentiram-se. Na 2ª feira fui ao pneumologista que confirmou que o estado debilitado era por causa das bronquiectasias que "ganhei" com a infecção do ano passado mas os pulmões não estavam atacados. Receitou-me, comecei a evoluir ao longo da semana mas cheguei a Mem Martins algo receoso pois não sabia como iria reagir, e o percurso não é fácil.

E o que sucedeu? Uma prova que correu muitíssimo bem! Esta é daquelas que não se pode comparar bem com a maioria das de 10 km, mais planas, mas apenas comparar entre si e, em 7 participações aqui, realizei a 2ª melhor marca com 56.05, apenas atrás do record de 55.25, numa altura em que quase só me dedicava à dupla légua (e era mais novo 7 anos mais novo).

Após um início mais cauteloso, soltei-me na primeira de duas vezes que galgamos a longa subida. Senti uma espécie de empurrão nas costas a dizer-me "vai!". e fui por ali fora tendo registado nessa subida 5.40 e continuando em bom ritmo até ao final, ficando muito feliz com os 56.05

E até tive que parar duas vezes para apertar os atacadores (uma vez cada sapato). Ora nestes anos todos, e que me recorde, só tinha sucedido na Nazaré em 2010, onde impediu-me de bater o record da Meia, e hoje foi logo duas vezes. Apenas encontro justificação de os ter apertado de manhã com as mãos geladas e portanto com pouca sensibilidade, o que terá feito que não ficassem bem.

Fiz a prova toda com o João Cravo que esteve muito bem e continua na sua progressão segura para a estreia em Paris.

A organização foi presenteada com record de participação. Era de 524, ocorridos em 2012, passou agora para 612, mais 191 que a anterior edição e 88 acima do record. No sector feminino contabilizaram-se 107 atletas (17,5%) 

O percurso manteve a sua estrutura, com excepção do local de partida e chegada que de diferenciados passaram a concomitantes, em frente aos Bombeiros, o que veio facilitar toda a logística. 

E se o ano passado elogiei aqui os voluntários do reabastecimento pelo seu estoicismo a aguentar aquela chuva e vento, este ano também os quero realçar por toda a simpatia com que nos presenteiam. 

E venha a 9ª em 2016!



25 comentários:

  1. Caramba! Estás a correr muito mesmo! Mas também és uns 20 anos mais novo que eu hi hi hi hi hi hi hi (biologicamente és de certeza!). Ou então estou mais desgastado que tu pois já levo mais uns anitos disto que tu (coisa pouca...). Grande desculpa. esta do desgaste que andam por ai uns "meninos" que estão como o vinho do Porto, quanto mais velho melhor!
    "Prontos" estás um campeão e mais nada! Eu só tenho possibilidade de te ganhar nos quilómetros percorridos de seguida e ando a tentar trabalhar para isso...Mas não sei se lá chego...
    Grande abraço Torpedo Amarelo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho piada quando me chamas de exagerado por comentar qualquer coisa de ti! :))))

      Um abraço grande Raposa!

      Excluir
  2. Isso é que foi um regresso em força João! Por acaso não tinha noção que a prova de Mem Martins era tão complicada. Já vi o registo de algumas pessoas que foram e aquilo tinha lá uma subida (ainda por cima duas vezes) que metia respeito!

    Não tivesses parado duas vezes tinhas batido o teu recorde nessa prova!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esta é daquelas como gosto, com boas subidas :)

      Um abraço

      Excluir
  3. Muitos parabéns aos dois! Continuação de boa recuperação e treinos a caminho de Paris!
    (Lá por VVR também estava um calor estranho... :) )
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado e parabéns pela tua Ultra! :)

      Beijinhos

      Excluir
  4. Boa João, ótimo teste para ver como a máquina está não é?
    Resolve-me esse problema dos atacadores, pois não queremos ver recordes destruidos por causa de uns nós! :)

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. He he! Tenho que dar mais nós nos atacadores!

      Um abraço

      Excluir
  5. Começo a ficar farto de relatos todos fofinhos e onde tudo corre bem. Não há por aí um problemazito? ;)
    Brincadeira, claro está. Fico satisfeito por andares tão regular o que te permite bons treinos e boas provas.
    Acho que, desde que te conheço, não me lembro de tantas semanas quase sem problemas. E é para continuar assim, OK?

    Forte abraço Campeão! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nim ca vaca tussa e a cobra ladre, tem que ser assim até 12 de Abril! :)

      Um abraço e força para Sevilha!!!

      Excluir
  6. Mais uma grande prova rumo a Paris!
    Força!!!

    ResponderExcluir
  7. Sempre a somar, João! Que bom!!

    (Da próxima vez que a Memofante fizer um comercial podia contratar-te! Tens uma memória... Lembras-te de pormenores e consegues situá-los no ano x da corrida y... Eheheheh!)

    Parabéns João! Estás a ir muito bem! Continua!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já tive uma memória melhor... mas reconheço que é muito boa nalguns aspectos, noutros é volátil! :)

      Obrigado Anabela, beijinhos e força para ti!!!!

      Excluir
  8. E o João continua a dar-lhe!
    Grande atleta! Paris vai ser fenomenal, fantástico, brutal e espectacular! E mais adjectivos se podem acrescentar :)

    Venham agora os 20 km de Cascais!

    Beijinhos grandes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E mais os adjectivos que a gente nem sonha! :)

      Espero conseguir dar-lhe bem em Cascais :)

      Beijinhos, amiga e força rumo ao Sicó!

      Excluir
  9. João, fui passar o fim de semana a Paris a passear e lembrei-me uma data de vezes de vocês que vão lá correr. Fiquei cheio de vontade ehehehe Aquilo tem tudo para ser memorável. E a preparação está a contribuir para isso, que grande ano estás a ter! Qual é o dia mesmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É daqui a 61 dias, 12 de Abril :)

      Um abraço e as melhoras. Força!

      Excluir
    2. ah, é no mesmo fim de semana do MIUT! Vai ser um fim de semana em grande então! Obrigado :)

      Excluir
  10. Estavas a ir muito bem João, especialmente nas subidas aceleravas por ali fora e via-me aflito para te apanhar :)

    Abraço e força nessa excelente preparação

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, saíram-me bem aquelas subidas :)

      Um abraço e força na tua excelente preparação

      Excluir
  11. Muita moral para Paris!!Espero e desejo que tudo continue a correr bem para que em Abril o "esqueleto"esteja em forma para aquela que será uma prova inesquecível .Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim o espero e é para isso que estou a trabalhar :)

      Obrigado e um abraço

      Excluir
  12. Já não há palavras João, estás em grande!!!
    Está tudo a correr como planeado, chegada a altura da verdade vais arrasar.

    Abraço e bons treinos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos ver, Vítor, vamos ver. Estou a fazer tudo para realizar uma muito feliz Maratona. É esse o meu (ambicioso) objectivo :)

      Um abraço e força pó Sicó! :)

      Excluir