terça-feira, 2 de abril de 2013

E se?

E se o rapazinho da fotografia não tivesse precisado de quarenta e tal anos para descobrir o prazer da corrida?

Ele até sempre gostou de ver e acompanhar o Atletismo. Verdade seja dita, o de pista e cross, pois desconhecia o mundo das provas de estrada abertas a todos.

De vez em quando, lá para os vintes e trintas, até ia correr um bocadinho quando achava que tinha que fazer algo pela forma física. Mas limitava-se a exercícios no circuito de manutenção do Jamor, só correndo no final uma volta à pista, às vezes ousava e fazia mesmo duas, acabando de tal forma ofegante por esses 400 ou 800 metros, que pensava ter corrido muito. Saía de lá convencido que se o fizesse todos os sábados seria bom para manter a forma física. 

Mas as semanas e os meses passavam e, por esta razão ou por outra, não ia durante uns tempos. Correr custava muito, apesar de saber bem quando o fazia.

Foi preciso chegar aos 45 anos para, após uma série de muitos preocupantes avisos de perigo que o organismo foi deixando, que a coisa pegou de estaca.

E o que andei a perder estes anos todos? Vejo em revistas antigas as fabulosas e históricas provas que por aí ocorriam e interrogo-me porque perdi tanto tempo, tanta história desde esses tempos pioneiros. 

Descobri tarde o prazer de correr. Posso ter alguns objectivos de tempos e distâncias mas o real e verdadeiro prazer é o poder correr sempre. E já senti na pele o que uma simples fracção de segundo pode fazer, retirando-nos a liberdade de poder correr quando e como queremos. Como aquela fractura de pé que me custou uma paragem de 6 meses. 

Passei assim a encarar o dia a dia sabendo que estamos sempre no fio da navalha. Hoje podemos correr, amanhã não sabemos. Daí, o não perder provas praticamente todos os fins-de-semana. Sei, e já muito avisado fui, que para melhorar tempos, deveria competir em menos eventos, mas o que me dá ainda maior prazer é o ambiente e convívio duma corrida, e isso suplanta qualquer possível marca. 

No passado, perdi demasiados anos até descobrir este mundo, o futuro é sempre uma página em branco, o presente é agora e há que aproveitar, pondo de lado os "e se?"

14 comentários:

  1. Se tivesses começado a correr aos 20 anos, como eu, muito provavelmente as nossas vidas cruzar-se-iam muito mais cedo e a nossa amizade teria hoje muitos mais anos.
    Se tivesses começado a correr aos 20 anos muito provavelmente serias nessa época muito melhor corredor do que foi aqui este teu amigo "coxo"!
    Mas o importante é teres descoberto a corrida e seres mais feliz e saudável por isso.
    Cada um tem a sua forma de estar na corrida e se a tua felicidade e paixão é fazeres provas semanalmente então continua que esse é o teu caminho!
    Pela minha parte estou feliz em que a corrida tenha feito nascer uma bela amizade entre nós, amizade que vai muito para além dessa mesma corrida.
    Não me canso de afirmar que o melhor que ganhei nestes mais de trinta anos que levo de ligação com a corrida, o mais importante, foram as amizades que fiz através da prática do meu desporto preferido. Amizades que ficam para toda uma vida como a tua!
    Forte e sentido abraço companheiro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelas palavras Jorge

      Apesar duma frase não verdadeira... Teria sido melhor que tu?!? Tu que fizeste 3.10 na Maratona e correste 101,650 kms?!? Nem penses! Nunca! :)

      Um grande abraço

      Excluir
  2. Olá João,

    Antes de mais, o rapazinho da Foto, não está muito diferente :)

    E depois... nunca é tarde para fazer o que mais gostamos.

    E foi num célebre dia, numa corrida cujo nome da mesma, diz tudo e que trouxe até nós esta bonita amizade - "Unir para Sorrir".

    É um prazer enorme ter-te a ti e a tua família como os meus grandes amigos e fazer parte das vossas vidas através do atletismo... Portanto, nunca é tarde para sermos felizes :)

    PARABÉNS JOÃO, NESTE DIA TÃO ESPECIAL!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É exactamente isso que quis transmitir no final. Nunca é tarde! É agora!

      Achas que o rapazinho não está muito diferente?!? Já foste ao oftalmologista? :)

      Muito obrigado!

      Beijinhos

      Beijinhos

      Excluir
  3. Uns mais tarde, outros mais cedo, mas no fundo nunca é tarde para descobrirmos esta grande paixão que é correr. Como se costuma dizer "Mais vale tarde que nunca".
    E já és maratonista! Só isso vale por muito!
    E o futuro ainda te reserva grandes surpresas e momentos de grande alegria ;)

    Neste dia tão especial quero ainda agradecer-te por todo o apoio e força que me tens dado. E por acreditares em mim.
    És uma pessoa 5*!

    MUITOS PARABÉNS JOÃO!!! Um dia muito muito feliz!

    Beijinho*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Isa. Um sortilégio das corridas é irmos conhecendo pessoas fantásticas, como tu!

      Beijinhos

      Excluir
  4. Não partilho da mesma sensação que tu em relação aos "ses" porque sempre fiz desporto. Comecei na escola, vários anos até perceber que as disciplinas da área de Desporto não eram para mim (infelizmente) e não segui para o antigo ISEF, quase que fui jogador de voleibol do Benfica (ainda lá andei uns tempinhos), e fui federado 20 anos em futebol de 11 e futsal (quase que fui profissional e tudo). A corrida é mais recente mas é um bichinho antigo, adormecido, de tanto ter acompanhado o meu pai (também ele aniversariante hoje) em várias corridas por esse pais fora. Mas essa alegria que sentes é-nos comum como já comprovaste na última publicação lá no meu "cantinho".
    Além desta lenga-lenga toda desejo-te um óptimo dia e que essa tua/nossa alegria se mantenha por muitos anos.

    Um forte abraço e PARABÉNS!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Pedro e parabéns ao teu pai!

      Um abraço

      Excluir
  5. O que interessa é que descobriste mais este prazer, o da corrida, na tua vida. Há pessoas que passam uma vida sem se permitirem ser felizes... Se o que te dá gosto é correres sempre, todos os fins-de semana, todos os dias que seja, é isso que deves fazer, sem "ses" ou "porquês". Tens de manter o menino da foto a sonhar... :)

    Beijinhos grandes e, mais uma vez, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Rute!

      É o que tento fazer :)

      Beijinhos

      Excluir
  6. João, desejo que tenhas sempre corridas ao fim de semana.
    E realmente, a cara do puto da foto não me é estranha:)

    Parabéns e um abraço.

    ResponderExcluir
  7. Faço minhas as palavras da Isa, Um grande abraço e até á proxima.

    ResponderExcluir