domingo, 1 de janeiro de 2017

São Silvestres de Lisboa e Amadora - Sessão dupla para terminar o ano em beleza

No último dia do meu 11º ano de corridas, fiz pela primeira vez duas corridas no mesmo dia, as São Silvestres de Lisboa e Amadora, forma de comemorar em beleza um ano inesquecível no que às corridas diz respeito. Mas sobre o que foi este meu ano de ouro, 5ª ou 6ª sairá um artigo correspondente. Antes, na 3ª feira, o habitual artigo das provas que ultrapassaram o milhar de classificados.

Ora, ao ineditismo de duas corridas no mesmo dia, sucede que foram também as primeiras corridas após o nascimento de duas crianças muito especiais. Daí, quis dedicar cada corrida a cada uma. Assim, e como as senhoras vêm primeiro, a de Lisboa foi dedicada à Filipa e a Amadora ao Tomás, desejando-lhes as maiores felicidades pela vida fora, em conjunto com os seus babados pais, os meus grandes amigos Sandra e Nuno.

9ª São Silvestre de Lisboa - 10.30
A equipa 4 ao Km (João Cravo, eu e Eberhard) com a muito agradável companhia do grande João Branco

Aqui já equipado com a (bonita) camisola da equipa 

Manhã fria mas muito bonita. Esplanadas junto ao rio cheias de estrangeiros aproveitando um bem que se lhes escapa nos seus países.

Muito entusiasmo por parte de todos num ambiente de festa e muito bem preparado pela organização. 
Excepcionalmente foi de dia. Esta São Silvestre é sempre disputada no último sábado do ano mas, como coincidiu com o 31 e a Amadora, realizou-se de manhã.
É certo que de noite tem um encanto especial pelas iluminações mas, para um "cegueta" como eu, ser de manhã teve a grande vantagem de poder ver bem onde ponho os pés. 

Como não sabia como iria reagir na Amadora ao esforço da manhã, queria aqui fazer uma corrida mais calma.
Quem me conhece bem, sabe que sou muito disciplinado e ponderado a gerir estes aspectos. Mas não há regra sem excepção e hoje esqueci o gerir. 

E houve uma razão para tal. Foi com grande orgulho que vi no dorsal a marca "Sub50". Para quem lutou 10 anos por este objectivo, ver assim impresso num dorsal é muito especial.

Reparem bem:

Aí está o sub50 após uma luta de 10 anos :)

Isso deu direito a partir na 1ª de 3 vagas, em conjunto com a elite e sub 45. Ora, quando dei por mim estava num ritmo puxado mas a aguentar bem. Pensei na Amadora mas... deixei-me ir.

E o certo é que fui lindamente até aos 6,5 km com uma média que dava para 49.50 e a perspectiva de fazer novo sub50 impulsionava-me.

Mas eis que surge aquele empedrado irregular entre o Cais do Sodré e o Terreiro do Paço e que me fez quebrar um pouco o ritmo, algo que já não consegui recuperar, pois a partir do Rossio dá-se a longa subida de quilómetro e meio para o Marquês. 

Sim, sim, eu sei que é pouco inclinada mas antes prefiro aquelas mais íngremes e curtas, pois faz-se um esforço e está-se lá em cima, do que esta que vai massacrando.

Se não tivesse quebrado um pouco naquele empedrado e tivesse mantido a média que dava para sub50, teria feito a subida com outra estamina mas estando já fora de hipótese, limitei-me a fazer a subida o melhor que pude para depois soltar tudo na descida após o Marquês, tendo registado no último quilómetro 4.18

Cortei a meta em 51.23 que é, entre 160 corridas que já realizei de 10 km, a minha 11ª melhor, a 10 segundos do top-10 e, por 4 segundos, o meu record nesta prova.

Terminei em 2.329º entre 6.321 classificados mas na classificação do último quilómetro melhorei para 2.259º
Neste aspecto, o melhor foi o 4º da geral, Emanuel Rolim, que despachou os últimos mil metros em 2.26 (!), menos 6 segundos que o segundo melhor, o vencedor Hermano Ferreira.
Destaque igualmente para Jéssica Augusto que, além de ter triunfado no sector feminino e na guerra dos sexos (reforçando a supremacia das mulheres para 5-3), foi a 4ª melhor neste último quilómetro, com o tempo de 2.39 que é melhor que 9 dos 12 masculinos que ficaram à sua frente na classificação geral.


A dar-lhe bem com o João Cravo

Terminada esta primeira corrida, a minha preocupação prendia-se com o que tinha abusado e não deixado margem para a Amadora.
No entanto, posso desde já adiantar que ainda bem que o fiz pois aguentei-me bem na Amadora e se tivesse poupado de manhã nunca saberia que afinal dava para as duas desta maneira.




42ª São Silvestre da Amadora - 18.00

Com Vitor e Isa (faltando na foto o Eberhard que não o encontrámos na altura). Disposição como se comprova nos sorrisos :)

Esta é a única prova que, em 11 anos de corrida, estive sempre inscrito. Porém, as 11 inscrições resultaram em 10 presenças pois em 2008 parti uns dias antes o pé esquerdo.
E só algo de muito impeditivo, como um pé partido, me faria faltar a esta emblemática prova e seu maravilhoso público que aguentou o frio que fazia.

Ligeiras alterações no percurso, mantendo toda a sua característica, realçando-se a partida num local mais espaçoso (diminuindo o risco de queda como no ano passado) e o tão desejado regresso da mítica subida dos comandos, verdadeiro ex-libris da prova.
Nova organização em muito bom nível, como sempre nos habituaram.

Segunda partida do dia. Venham estes 10
Dado o arranque tentei colaborar no ritmo da Isa e Vítor que iam tentar uma boa marca e, assim distraído e com os aplausos do público, os primeiros 5 quilómetros passaram-se num instante.

Na descida para o Rodízio, onde depois inicia-se a subida dos comandos, vi que iam bem e já estava a custar um pouco acompanhá-los, então salvaguardei ligeiramente o ritmo e com a certeza que iria aguentar bem a prova. Antes da partida cheguei a pensar que poderia passar a hora mas nesta altura já previa 58 minutos, talvez 57, o que depois da manhã e neste percurso duro, era bem bom.

No último quilómetro do ano
Fiz bem (dentro do possível) a mítica subida e depois foi manter até à meta, ainda com a subida à direita após o Babilónia e os últimos 2,5 a descer.

Acabou por ser ainda melhor do que esperava pois a meta foi transposta aos 56.39, o que considero bem bom.

Finalizei assim em beleza um ano inacreditável.




Aproveito para desejar a todos um excelente ano, extensível a seus familiares e amigos.
Além dos normais e naturais desejos de paz e saúde, o meu desejo para 2017 é que acabe o ódio e raiva que tem minado o mundo.
E tal compete a todos nós pois o ódio não está presente apenas em atentados e guerras. Cada vez mais se assiste em todos os locais e formas de expressão a opiniões / comentários carregados de ódio por todo e qualquer motivo, seja político, religioso, desportivo ou qualquer tema em que alguém tenha uma ideia diferente, vocifera sem respeitar minimamente outras opiniões.
Tanta gente inteligente que, ao ouvir algo que não concorda, dispara de qualquer maneira sem tentar sequer compreender minimamente o outro lado.
Depois ficamos espantados quando um candidato à presidência dum país com a importância dos E.U.A, vença eleições com discursos de ódio e raiva, exactamente o que mais vemos por aí...
Está nas mãos de todos e de cada um de nós melhorar este ambiente tão nocivo. Podemos ser uma simples gota de água mas todas as gotas juntas transformam-se numa torrente de água com uma força imbatível!

17 comentários:

  1. Muitos parabéns por ambas as São Silvestres João :)
    Estiveste muito bem, foi uma bela maneira de terminares o ano.
    Que 2017 te traga muitas alegrias.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Isa e o mesmo vos desejo eu :)

      Beijinhos

      Excluir
  2. Tenho um amigo BISILVESTRE não é para todos!
    Enquanto tu é cada vez mais medias, provas e tempos eu cada vez mais "mato" andamentos de lesma mas sempre tentando fazer uns treinos longos "à maneira". Acho que já nem sei como se prende um dorsal :) mas olha que não estou nada preocupado!
    As Sevilhanas que se cuidem e a Mafalda que não lei isto :))))))))))))
    Feliz 2018 pois eu estou sempre um pouco a frente!
    Grande abraço Mano Mais Velho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Jorge e um excelente ano de 2019!

      Um abraço

      Excluir
  3. Parabéns João!
    Já não sabes correr de outra forma, agora é sempre a abrir:)
    Estiveste muito bem nestas duas provas!

    Um excelente ano de 2017 para ti e para os teus!

    Grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Vitor. Vamos ver por quanto tempo será assim :)

      Um excelente ano para todos

      Um abraço

      Excluir
  4. Excelente maneira de acabar o ano! Que 2017 te traga tantas ou mais alegrias que 2016!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tantas ou mais é ser muito ambicioso... mas quem sabe?!? :)

      Um abraço e um excelente ano para ti e todos os teus

      Excluir
    2. No dia em que não tivermos um pingo de ambição no corpo... :)

      Excluir
  5. Olá João, o teu trabalho estatístico é de louvar e é uma referência. Obrigada pelo repositório de informação actualizada e preciosa, para mais tarde recordar...
    Este ano também fiz as duas SS de que falas: uma 'por dentro' outra 'do lado de fora'. Ambas as perspectivas são boas! :)
    Mais uma vez, Bom Ano!!!
    Sofia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Sofia e um excelente ano para ti, Rodrigo e todos os vossos.

      Beijinhos :)

      Excluir
  6. Uma forma perfeita de acabar o teu Ano de Ouro :) ... que 2017 seja melhor ainda!!!
    Grande Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi sim senhor!

      Melhor... É difícil... Mas vou fazer por isso :)

      Um abraço e um excelente ano!

      Excluir
  7. Grande João, fazer duas São Silvestres no mesmo dia não é para todos! Mas quem teve o ano que tu tiveste, consegue tudo :)

    Que seja um 2017 repleto de novas conquistas!

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Vitor e parabéns pela tua fantástica prova!

      Um abraço e que tenhas um 2017 ainda mais rápido que o que conseguiste em 2016 :)

      Excluir
  8. Este ano deixaste a S.S. dos Olivais de fora? Ainda fui lá dar um apoio, mas só vi o Eberhard.
    Parabéns pelas duas últimas provas num ano de ouro!
    É para continuar em 2017. :)
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, este ano Olivais teve que ficar de fora. 2 corridas no mesmo dia já era demais, quanto mais 3 em menos de 24 horas :)

      Espero que sim, que seja para continuar. Vontade, não falta :)

      Beijinhos e obrigado

      Excluir