domingo, 2 de outubro de 2016

Corrida louca na Vasco da Gama: Da quase desistência no início, ao quase record no final

Os 4 ao Km presentes: Vítor, Isa, eu e Eberhard

Começando pelos números, marquei 1.58.07 hoje na 17ª Meia-Maratona de Portugal, a minha 5ª presença aqui e 47ª Meia-Maratona no meu historial.
O que significa esta marca?
- Nas 46 anteriores Meias, apenas por 3 vezes tinha baixado da hora. Hoje foi a 4ª, com a particularidade dos anos: 2007 - 2010 - 2013 - 2016. Espero não ter que esperar por 2019 para a próxima vez a baixar desta barreira :)
- É a minha 3ª melhor Meia de sempre
- É record de escalão e a melhor dos últimos 6 anos.
Esteve para ser record, esteve para ficar com a marca DNF...

Boa disposição sempre (obrigado Joaquim Adelino pela foto)
Tinha apontado a esta Meia para tentar bater o meu record mais antigo, 1.56.35 realizado em Dezembro de 2007. Mas planos são uma coisa e a realidade outra. Um problema visual dominou a semana, não me permitindo descansar em condições e a culminar na véspera dei uma enorme cacetada com o joelho esquerdo na esquina da mesa da sala que está ali há anos e nem teve a mínima preocupação de se desviar...

Ora foi esse problema que me preocupava antes da prova pois estava com dores e sem saber o que iria suceder em corrida, sendo certo que não iria pôr em causa a minha participação na Maratona do Porto daqui a 5 semanas. Portanto, se necessário por precaução, iria abandonar.

Dada a partida tudo ia a correr bem nos primeiros 500 metros mas logo a dor apareceu e abrandei um pouco o ritmo. Até aos 5 km andei assim e por 3 vezes estive à beira do abandono. Mas como as dores não aumentaram, lá continuei e tive a grata surpresa de, certamente pelo aquecimento, deixar de a sentir.

Comecei então a atacar e a sentir-me bem. Tal como nos recentes records dos 15 nas Fogueiras e dos 30, quanto mais esticava melhor me sentia. E ia progredindo na classificação, o que sempre aumenta a estamina.

A progredir no pelotão (obrigado Luis Chinês pela foto)
E foi assim que cortei a meta em 1.58.07, a 1.32 do record quando aos 5 km estava a 2.27 dessa média. Por outras palavras, ganhei quase 1 minuto à média dessa marca máxima nos últimos 16 quilómetros, o que significa que o bateria por margem significativa caso não tivesse que lidar com aquele problema na légua inicial.

Perdi uma oportunidade? Sim mas estou feliz pois hoje estive á beira do abandono e acabei com uma das melhores de sempre, tendo sido mesmo os melhores 16 km numa Meia.

Para a semana há mais 21.097 metros, neste caso na Moita. 
Entretanto a meio da semana, no feriado felizmente reposto, vou à Corrida do Pirilampo Mágico, 10 km para fazer em ritmo de treino lento (mais de uma hora). Não teria lógica participar numa prova entre duas Meias separadas por 7 dias mas em todo o caso treinaria nesse dia e assim ajudo a causa.

De registar a muito positiva participação estrangeira nas duas distâncias (Meia e Maratona).

Aproveito para endereçar os meus parabéns a todos que cumpriram a distância mítica! 





No final já com as medalhas

24 comentários:

  1. Às vezes tenho de algo assim me Cause alguma mazela grave. Por vezes sou um pouco tonto e bato em cenas que me aparecem à frente. Por agora nada de grave ☺️

    Parabéns para mais uma João! Rumo a mais um recorde pessoal!

    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Vítor!

      Foi um percalço estúpido...

      Um abraço

      Excluir
  2. Realmente, a mesa da sala teve muito má vontade! Ihihih :)
    Mas ainda bem que não teve consequências de maior e tiveste uma Meia tão boa, que te deixa bons indícios para a Maratona.
    Força! :)
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As mesas são assim, não pensam nos atletas!!!

      Obrigado Rute!

      Beijinhos :)

      Excluir
  3. Parabéns João pela 47ªMeia.
    47 meias-maratonas! Impressionante!
    Siga para mais excelentes tempos!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Isa e parabéns pela vossa prova

      Venha a 48! :)

      Beijinhos

      Excluir
  4. Eu não te disse que o Torpedo Amarelo iria derreter a Ponte Vasco da Gama?!
    Tu não acreditas mas eu sei das coisas e sou doutorado em Torpedo Amarelo! Cama, mesa qual vai ser o próximo abalroamento? Os moveis que se cuidem! :) Aquele abraço..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chiu! Não digas isso que ainda me vêm pedir responsabilidades da ponte estar derretida...

      Diga não ao abalroamento...

      Um abraço e obrigado :)

      Excluir
  5. Muito bom! Parabéns por mais uma grande prestação. E essa mesa que se cuide ;)
    Grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Carlos! Foi uma situação estúpida. Ando eu com todo o cuidado a alongar e recuperar dos treinos para fugir a lesões e faço um disparate daqueles...

      Um abraço

      Excluir
  6. Olá João! Parabéns!!! E que a preparação que falta para o Porto continue bem e sem incidentes.
    Quanto a "Aproveito para endereçar os meus parabéns a todos que cumpriram a distância mítica" ... Obrigada pela parte que me toca. :):):):) Lembro-me bem de teres dito: "A vida de um atleta é diferente antes e depois de uma maratona. Aquele sentimento de superação nunca mais vai deixar-te". Por enquanto, ainda vai para aqui uma mistura de sentimentos porque a partir do km17 foi correr com a cabeça e gerir o esforço até ao fim mas a minha primeira maratona está feita! :)
    Beijinhos,
    Sofia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muitos e muitos parabéns Sofia! Fiquei agora muito feliz por saber que te tornaste Maratonista!
      E que grande marca, abaixo das 4!

      Beijinhos e aproveita o momento :)

      Excluir
  7. João, parabéns pelo excelente tempo nesta meia maratona!
    Estás em grande forma, aguardam-se grandes marcas;)

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Vitor. Aguardam-se? Mas já estão a aparecer :)

      Um abraço e parabéns pela vossa. Foi quase :)

      Excluir
    2. Eu referia-me a novos recordes:)

      Abraço

      Excluir
  8. Estás em grande, João! A cada prova que fazes vamos deixando de ter adjectivos para elogiar as tuas prestações. Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Nuno! Este é um ano de ouro, fruto de muito treino :)

      E como te correu?

      Um abraço e força para daqui a 34 dias ;)

      Excluir
  9. Sem treino nada feito, não há volta a dar! :)
    Correu-me às mil maravilhas. Já deixei o meu testemunho no meu estaminé.

    http://objectivo42km.blogspot.pt/

    34 dias? Ainda "ontem" me lembro de faltarem 100... :)

    ResponderExcluir
  10. Eu acho uma falta de consideração a mesa não se ter desviado, ainda por cima tendo quatro pernas e tudo!

    Parabéns pela marca, é sinal que a preparação para a maratona está a ser feita e bem feita! Tudo aponta para uma excelente prova :)

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a mania da superioridade! Ah e tal, eu sou superior a ti pois tenho 4 pernas e tu só 2... Discriminação! :)

      Obrigado e um abraço

      Excluir
  11. Vê lá se pedes assistência técnica para o teu radar! Vou ter mais cuidado contigo, não vá a gente se encontrar, literalmente, aí numa prova qualquer :)
    Parabéns pela 47ª meia... és uma verdadeira máquina corredora.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perigo ambulante à solta! :)

      Obrigado Luís, um abraço

      Excluir
  12. Parabéns João. Os teus números são impressionantes e inspiradores. Grande prova, 16km de grande nível. Depois de um inicio desses é preciso muita força para fazer o que fizeste.
    Abraço e continuação de boa preparação para o Porto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Tiago e muitos parabéns pela tua fantástica Maratona!!! :)

      Um abraço

      Excluir