segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Um abraço


Um abraço é quando duas pessoas ficam parcial ou completamente entre os braços um do outro. Esta é a definição nua e crua dum gesto que tem muito mais que isso, por toda a beleza que encerra, toda a carga de amizade ou amor, sentimento puro de gratidão, protecção ou apoio. 

Na nossa sociedade é demasiado usado em linguagem (despede-se numa mensagem, e-mail ou carta com "Um abraço") mas pouco fisicamente. E faz falta ser mais utilizado na sua forma real, por toda a energia positiva que passa de ser para ser. 

No entanto, a pureza do seu gesto vai de encontro a tabus ainda reinantes. Recordo-me que fui em trabalho em 1982 à Suécia e espantei-me por ver a maior parte de amigos de sexos diferentes cumprimentarem-se com um abraço, algo que há 32 anos atrás neste cantinho era dificilmente aceite de forma leve.

Já começa a ser mais usual mas os receios de alguém estar a querer aproveitar-se ainda perduram, mesmo que meio inconscientes. E no entanto, quantos de nós já precisaram, sem qualquer outra intenção, dum abraço numa determinada altura e os que o receberam, o bem que lhes fez.

Como se vê, e quem me conhece sabe, sou adepto do abraço, puro, natural e desinteressado, e esta conversa vem a propósito dum abraço que vi no filme em baixo e que me sensibilizou, por toda a carga que é colocada e aqui defendi. 
Mas não se trata dum abraço entre dois humanos mas sim entre um chimpazé e Jane Goodall, reconhecida personalidade que tem dedicado a sua vida ao estudo sobre a aprendizagem social, o raciocínio e a cultura dos chimpanzés dito selvagens, sendo mensageira da paz nas Nações Unidas. 

Esta chimpazé, Wounda de seu nome, esteve muito doente, praticamente à morte mas foi tratada, recuperada e quando se encontrava preparada, devolvida à vida natural. Ao aperceber-se disso nesse seu momento tão marcante, veja-se a reacção da chimpazé com Jane Goodall e que não resisti em partilhar, com a defesa dos valores do abraço que defendo e que Wounda tão bem encarnou.

video


6 comentários:

  1. É por estas e por outras que adoro animais....espectáculo.
    Forte abraço João

    ResponderExcluir
  2. Já estou a chorar...estes momentos tão bonitos de amizade deixam-se sempre emocionada.
    Beijinhos e um abraço amigo

    ResponderExcluir
  3. Texto muito bonito. Um abraço, João... :)
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Partilho do sentimento e do valor do Abraço.

    Confesso que muitas vezes não o dou por ...um "tabu" qualquer com que fui educada...

    O Abraço é de facto uma demonstração física da Amizade, Companheirismo, Carinho, etc mas infelizmente nem sempre o conseguimos demonstrar, quer seja por timidez, embaraço ou qualquer preconceito fruto da nossa educação... (por mim falo, claro).

    No fundo tem a ver com a demostração física e bem expressa dos nossos sentimentos. Nem todos ou atrever-me-ia a dizer, muitos poucos o conseguem fazer.

    ResponderExcluir
  5. Há uns anos valentes em plena calçada de Carriche, hora de ponta, 2 homens saíram dos seus carros e...grande abraço! Tão espontâneo e genuíno que ninguém buzinou e fomos nos desviando, exemplo também raro de civismo português.
    Por este de hoje, e por outros textos que aqui vais colocando, um grande ABRAÇO.

    ResponderExcluir