domingo, 24 de agosto de 2014

A entrar nos eixos rumo ao Porto

Como tem sido aqui relatado, a preparação para o Porto não começou da melhor maneira com treinos miseráveis. O último relatado, sexta dia 15, tinha sido o cúmulo do mau e assustei-me a sério com a perspectiva de não conseguir a tão desejada meta no Porto. Estava sem força e a sentir-me derrotado.

Cada um de nós é um caso e, para mim, este tipo de sentimentos em altura de crise costuma ser muito bom pois obriga-me a reagir. Até acredito que talvez não tivesse feito a corrida da minha vida em Sevilha se não tivesse estado tão em pânico como estive nos dias anteriores (em especial no célebre pequeno-almoço do próprio dia) pois com o problema pulmonar que ainda tinha na altura, a cabeça obrigou-se a responder a tanta negatividade e saiu aquele "milagre" transformando-a na melhor e mais feliz corrida que alguma vez efectuei.

Provas de resistência obrigam a uma cabeça forte e é assim que esta que está por cima do meu tronco começou logo a reagir no dia seguinte a essa sexta-feira da semana passada. E nesse dia era outro completamente diferente. Tal como nos restantes treinos de 2ª, 4ª e 6ª desta semana, todos a correrem dentro do planeado e a sentir-me bem.

Hoje era a prova de fogo que essa crise se tinha afastado de vez, com um treino de 24 km por Lisboa, num percurso que emocionalmente tanto me diz pois tem os primeiros 19 e os últimos 5 da minha inesquecível Maratona de estreia, a chamada Maratona da Xistarca, Dezembro de 2012.

Foi seguir o percurso até aos Restauradores e aí cortar para o Martim Moniz e subir a Almirante Reis até ao Areeiro e fazer essa parte final da Maratona.

Não só esse percurso é emocional para mim pelas recordações de cada metro que nunca se apagam, como esses 19 km iniciais são ideais pois são muito variados o que facilita a quem as longas rectas ou percursos monótonos são penalizantes.

Para um treino ser bom, nada como ter uma excelente companhia! A Sandra foi uma preciosa ajuda ao longo de todo o percurso e na converseta os quilómetros foram passando muito agradavelmente. 
Aos 15, outra excelente companhia, o Nuno, que sei que tem que se esforçar imenso para nos acompanhar pois o nosso ritmo é... baixo demais para si! :)

E pronto. Treino feito. Desde sábado da semana passada a confiança restabelecida. Tudo bem! 
Claro que estou atrasado no plano mas também já não penso naquele objectivo secreto que tinha de baixar o meu record (5.02.13) para menos de 5 horas. A única intenção é a meta, o tempo é secundário.
Para um atleta como eu, cortar a meta numa Maratona é uma vitória para a vida.  

22 comentários:

  1. João, o ideal mesmo é treinar o suficiente para não "sofrer" na maratona. Isso estás a conseguir, ou, pelo menos, a tentar fazê-lo. Bons treinos e no dia 2 espero encontrar-te no Porto. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim o espero para te desejar felicidades para a tua estreia :)

      Beijinhos e força!

      Excluir
  2. Óptimas noticias !!!! Nem imaginas como é bom ler um artigo assim!!! :)
    Já faziam falta artigos destes por aqui :D

    O João está de volta e agora sim. Vem aí o Porto!!! :D

    Força Muita Força!!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelo teu entusiasmo, Marta!

      Beijinhos :)

      Excluir
  3. Boa campeão!
    Estou mesmo feliz!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Isso! Vamos embora!! Tem piada que já temos duas coisas em comum: Sevilha ter sido a corrida das nossas vidas, e o percurso da maratona da Xistarca ser dos mais emocionais eheh também foi lá que me estreei. Estou deserto para a Maratona do Porto só para ler o teu relato, acho que vais adorar aquilo! Um abraço e força!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Filipe. Espero que o relato vá ao encontro das tuas expectativas :)

      Um abraço e força para os teus (longos!) desafios :)

      Excluir
  5. Força companheiro , dia 02 de Novembro lá estaremos , ontem fiz o primeiro treino a contar com a maratona , fiquei feliz em particular com a Natercia que se aguentou muito bem neste primeiro teste de 28 km.Tal como dizes a cabeça é que manda...o resto vem a seguir .abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Logo para primeiro treino, 28 km foi muito bom. Força!

      Um abraço

      Excluir
  6. A cabeça comanda o corpo.
    Dia 2 de Novembro vais comer uma francesinha de medalha ao peito.
    Bons treinos.

    Manuel Nunes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hum... substituo a francesinha por umas belas Tripas à moda do Porto! :)

      Um abraço

      Excluir
  7. Boa João! Continuação de bons treinos, vai tudo correr bem. ;)
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai correr! :)

      Obrigado e beijinhos, Rute

      Excluir
  8. Assim é que gosto de ver amigo!
    Um bom treino e em boa companhia, que é que queres mais? :)
    Estás no bom caminho para completares a tua terceira maratona. Terceira! Não é para todos. É para quem luta por isso.

    Força para os próximos treinos!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tens razão, o ser a 3ª é muito especial para mim que sonhava muito em fazer uma! :)

      Beijinhos e toda a força para os teus grandes sonhos :)

      Excluir
  9. Amigo,

    Como diz o nosso amigo Catita - Instução Dura, combate fácil! :)

    Força.... estarei sempre a torcer muito para que faças a tua terceira maratona com um prazer enorme :)

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim espero :)

      Obrigado e beijinhos, amiga

      Excluir
  10. Mas que grande noticia me deste (só li agora :))...até fiquei mais bem disposto (e confesso que estava a precisar, estes primeiros dias de trabalho não tem sido fáceis). Confesso que estava a ficar um bocadinho preocupado, pois como ambos sabemos a cabeça tem uma importância extrema nestas coisas das Maratonas....assim sim, assim não tenho dúvidas que cortarás aquela meta no Porto, a tua 3ª :)
    Dá-lhe com força João!!! Grande Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Carlos! Estou convencido que aquela crise foi resultado daquele problema intestinal que me andou a afectar durante 2 meses. Agora já recuperei :)
      Um abraço

      Excluir