segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Uma (super) atleta de pelotão


É pena que a maior parte dos grandes campeões do nosso Atletismo quando chega a altura de darem por finda a carreira ao mais alto nível, não continuem a correr, desfrutando agora de tudo o que a corrida tem para dar sem o stress competitivo.

Claro que compreendo que esse mesmo stress competitivo possa desgastar a vontade de correr, mas também se dá o caso de quem sempre correu para os primeiros lugares lhe custe fazer a transição para correr pelo simples prazer de correr.

Há honrosas excepções cujo pináculo é Armando Aldegalega que já cumpriu 57 anos de Atletismo e aos 75 anos de idade continua a marcar presença nas mais variadas provas.

Fernanda Ribeiro também deu sinal de que ia manter-se no Atletismo mas desapareceu há 2 anos, após a sua última competição internacional, o Europeu de Barcelona 2010 onde desistiu por lesão na Maratona.

Soube-se agora que a extensão da sua lesão no tendão de Aquiles foi bem maior do que se receava, levando que tivesse regressado a casa em canadianas e quando recomeçou a treinar, ainda com dores, surgiu uma outra lesão que demorou muito tempo a detectar e a curar.

Voltou a correr há 6 meses, bem mais devagar que nos seus tempos de glória e apenas pelo  tal prazer de correr, sabendo-se que vai regressar no sábado na Volta a Paranhos, uma clássica portuense que vai para a sua 55ª edição, agora na qualidade de atleta de pelotão.

Questionada sobre se não seria melhor, devido ao seu passado, não se expor em lugares secundários, responde "Porque não? Se tenho prazer em estar no meio do pelotão?"

E é assim que o pelotão vai ficar bem mais enriquecido com uma atleta inesquecível, bastando recordar o inacreditável final olímpico dos 10.000 metros em Atlanta 1996 (ler aqui aquando a passagem de 15 anos sobre essa memorável noite e onde também pode ler a história de como ia ganhando a Meia-Maratona da Nazaré com apenas 11 anos!!!)

A Fernanda Ribeiro, a mais medalhada atleta de sempre a participar em nome de Portugal (25 medalhas!), desejo a mais longa carreira de atleta de pelotão, reforçando bem o seu grande exemplo para todos!

14 comentários:

  1. uma homenagem sentida e justa a qual partilho na totalidade.
    OBRIGADO Fernanda por teres dado tantas alegrias ao atletismo português.

    Obrigado joão por nos recordares a fantástica atleta que é a Fernanda Ribeiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Fernanda merece toda e qualquer homenagem.
      Por tudo o que fez e por aquela recordação que quem viu, não esquece. Pôs todos que estavam a assistir, aos berros às duas e meia da manhã com aquele final épico!

      Excluir
  2. Parabéns à Fernanda Ribeiro! Gostei da atitude de quem corre por gosto e não tem de se justificar. Antes tinha a pressão e adrenalina das grandes marcas, agora corre pelo prazer que lhe dá.

    Beijinhos, João.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E nada há nada melhor que o prazer de correr!

      Beijinhos :)

      Excluir
  3. Bem vinda de novo Fernanda!
    Quem gosta mesmo de correr continua muito para alem da alta competição.
    E quem nunca foi da alta competição e ama mesmo a corrida continua com ela até não poder mesmo mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo Jorge!
      Às vezes, passando o não poder mais!

      Excluir
  4. Sou fã da Fernanda Ribeiro desde que me lembro.
    Tenho algumas memórias não muito bem definidas, mas lembro-me de ser ainda criança e estar a ver com o meu pai na televisão a Fernanda Ribeiro a correr.
    A decisão da Fernanda de voltar a correr apenas pelo prazer de correr só faz com que ainda a admire mais.
    É e sempre foi uma grande atleta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem dito, Isa. Um grande exemplo para todos nós

      Excluir
  5. Que bela noticia.
    Quem sabe se, num futuro próximo e à imagem do que já me aconteceu algumas vezes com as também campeonissimas Rosa Mota e Lucília Soares, não nos cruzamos com a Fernanda numa das nossas provas lá no meio do pelotão.
    De salientar também que, apesar de não ser a correr, continua a haver ex-atletas a dar a cara nas corridas e pelo atletismo, tais como a Rita Borralho e a Aurora Cunha.

    Abraço!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há um par de anos, cruzei-me nalgumas provas com a Fernanda Ribeiro. Naquelas alturas em que os primeiros já vêm do retorno e cruzam com os últimos! :)

      Excluir
  6. Tive o prazer de a ver a ganhar em Paranhos, na minha última participação nessa corrida (2009 - levei 4 minutos dela!).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oh Carlos... Isso não é "levar 4 minutos", é "ficar a escassos 4 minutos" da Fernanda! :)

      Excluir
  7. Grande Fernanda. Também tenho o prazer de conhecer esta grande atleta , com quem me cruzei varias vezes e até tenho uma boa recordação , quando bati o meu melhor tempo na meia maratona (regua 2007)aconteceu algo que atrasou a prova cerca de 10 minutos , durante esse tempo estive a conversar com ela , penso que serviu de inspiração pois nunca mais baixei a 1:31:17.Ela é de facto grande lá estarei com ela sábado.

    ResponderExcluir