segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Na Family Race e na conferência da Maratona do Porto


Com o Orlando, preparado para a sua 20ª Maratona!

Foi um fim-de-semana especial. Este ano, e ao contrário do que tem sucedido, não participei na Maratona do Porto pois passadas 4 semanas tenho Valência. No entanto, há uns meses atrás recebi um convite da organização para participar numa conferência na véspera da Maratona. Como iria então ao Porto, optei por participar na Family Race de 15 quilómetros.

O local da conferência com respectivo programa
Andar por aquela feira no sábado foi uma experiência diferente das anteriores pela ausência do típico nervosismo de quem no dia seguinte tem uma Maratona, o que não me sucedia este ano. No entanto, o ambiente e a expectativa que fervilha numa altura destas, tocaram-me, muito em especial na altura da partida como adiante relatarei.

A conferência em que participei, deu-se às 15.30 e a minha apresentação foi sobre "A evolução da Maratona em Portugal", tendo ao meu lado um reputado maratonista brasileiro, Adriano Bastos e o treinador Mário Sérgio que falaram como vai o mundo da Maratona no Brasil.

A fazer a minha apresentação que era mostrada nos ecrãs em cada lado
Sinto que a apresentação correu bem, e o feedback que me deram vai no mesmo sentido. Torna-se fácil falar sobre um tema que dominamos e que nos é tão caro e especial. Não disse foi tudo o que tinha planeado pois quando realizei o primeiro ensaio em casa deu 37 minutos e tinha 20 para falar. Naturalmente tive que cortar alguns episódios/histórias mas o essencial foi focado.

Primeira página da apresentação

Inicialmente enquadrei como nasceu a Maratona e onde foi buscar a sua génese. Passei para Portugal ao longo dos anos, desde o muito longo período que era mal vista pelo fatalismo do episódio Francisco Lázaro, até entrar no coração dos portugueses pelas brilhantes conquistas, até ao momento actual onde o atleta de pelotão perdeu, e muito bem, o medo à distância.

Mário Sérgio, Tiago Teixeira, eu e Adriano Bastos
No final fiquei muito sensibilizado com o Tiago Teixeira, responsável pela Maratona, que me disse que o convite foi uma forma de reconhecimento pelo trabalho que voluntariamente tenho efectuado com o histórico de resultados.
Foi um momento que me tocou.


Domingo amanheceu cumprindo as previsões que vinham há vários dias. Ia ser uma manhã de chuva. Primeiro uns 40 minutos antes da partida, em forma de aquecimento ao contrário, e depois desde a partida até final. No caso da Family Race tivemos a sorte de não apanhar vento, o que já não sucedeu na Maratona a partir de cerca das duas horas.

Mas antes, tempo para o pequeno almoço no hotel oficial da Maratona e apreciar o que os quenianos comiam. E a maior parte pegava em 4 fatias de pão, besuntava com geleia de forma muito cuidada para preencher cada bocado, sem ficar um milímetro sem geleia. Depois de bem preenchida com geleia, viravam e faziam o mesmo do outro lado. Primordialmente, do que vi, foi muito pão com muita geleia e fruta. 

Ambiente típico de Maratona no Queimódromo e, apesar de não ir correr os 42 km, também mexeu comigo. E mexeu pelas recordações das que já fiz e que perduram e perdurarão sempre como algo de muito intenso e inesquecível, e também por saber que tantos estavam a passar pelo mesmo, uns quantos meus conhecidos, em especial quem se ia estrear. Conhecia uma estreante,a Lígia, que tive a sorte de encontrar uma meia-hora antes. Estava receosa, como todos estão sempre, seja a primeira ou a décima.

Fui para a partida e a contagem dos minutos que faltavam anunciada pelo locutor, também estava a mexer muito comigo. Impossível ficar indiferente ao ambiente que nos rodeia. Só pensava nos amigos que estavam lá à frente e encontravam-se a escassos minutos de realizarem a mítica distância. Pensava neles com muita força, como se fosse possível libertar essa energia positiva que os fosse ajudar.

Deu-se a partida, a chuva também arrancou para não mais parar, e fui para uma prova de ataque. Nunca ultrapassei tantos atletas numa corrida como nos primeiros 12 km desta prova (a separação 42/15 dava-se aos 12). E a explicação é simples. Parte a Maratona, e a Family Race atrás. Ora vamos para apenas 15, enquanto quem temos à frente têm 42 para gerir.

Cerca dos 11
Em todas as inúmeras ultrapassagens tinha apenas uma preocupação em mente. Apenas passar com espaço e de modo a não atrapalhar ninguém que fosse para 42. Daí até aos 12 ter havido muita variação de ritmo entre o dar tudo e o retrair.
Fui entretido a apanhar balões (marcadores de ritmos). Primeiro foi dos 4.45, depois ultrapassei o dos 4.30, 4.15 e já não tive tempo para os 4.00 pois quando estava quase a apanhar, foi a separação. 

E assim fui todo o tempo até cortar a meta em 1.23.31 e uma classificação claramente na primeira metade (1.073 entre 2.769). Foi a melhor marca do ano na distância, a 6.51 do record absoluto.

A 100 metros da meta com a Anémona em fundo
Acabei foi enregelado e, apesar de ter dorsal vip, nem deu para ir à tenda respectiva pois quis dirigir-me logo ao hotel para tomar um banho quentinho. E nestas alturas, um duche quente o bem que sabe!
A partir daí, foi afligir-me ao ver as condições meteorológicas a agravarem, sempre a pensar em quem estava a esforçar-se tanto e desta vez sem a ajuda do S.Pedro.

A aplicação da Maratona do Porto é excelente e consegui acompanhar metro a metro a evolução de todos os meus amigos que, diga-se de passagem, terminaram todos e muito bem!

O representante dos 4 ao Km, o Orlando, conquistou a sua 20ª meta em Maratona. Tal como a sua 1ª, sempre debaixo de chuva.

Muitos parabéns a todos os que concluíram a Maratona! E um abraço muito especial a quem fui falando nos últimos dias. Sabem bem quem são e compreenderão que destaque apenas um nome por ter sido a primeira. Muitos parabéns Lígia! Foste brilhante! 
Foram todos brilhantes, do 1º ao 4.655º. Cada um com a sua história, cada um com a sua superação.

Seja do lado de dentro ou de fora, uma Maratona mexe muito connosco! 

Para o ano, aqui voltarei a esta Maratona, a minha 4ª do Porto (e se tudo correr bem em Valência e Sevilha, a minha 12ª no total). Esta Maratona é um marco no nosso panorama, com uma organização de alto nível, aliando tudo o que os atletas gostam.

E faltam 27 dias para Valência...

Para a semana, última prova antes do dia M. A Meia-Maratona da Nazaré, o meu regresso à mãe das corridas abertas a todos e das Meias em Portugal.
Será o último dia para lhe dar forte. Depois, começar a acalmar. Acalmar em termos de carga, sentido inverso no resto :)


O largo pelotão

21 comentários:

  1. Muito bonito da Run Porto, reconhecer o importante contributo que tens dado à corrida! Devem-se contar pelos dedos de uma mão, os corredores amadores que não "tropeçaram" no teu blog e calendário de corridas!

    Já era tempo de seres reconhecido! Parabéns e obrigada pela tua dedicação.
    Quanto à tua preparação para Valência, estás em velocidade cruzeiro! Que venha a Meia da Nazaré!

    Beijinhos e continuação de boa preparação!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelas tuas palavras!

      Quanto a Valência, essa da velocidade de cruzeiro... sei lá. Só no dia se verá. Como sempre, o tempo está a passar muito rápido e muito lento. Tanto é "nunca mais chega" como é "já aí vem?". Faz parte :)

      Beijinhos

      Excluir
  2. Muitos parabéns João!
    A organização da Maratona do Porto, reconheceu a importância que tens para os atletas do pelotão, devido a todo o teu conhecimento sobre atletismo, mas também com o calendário de provas que organizas.
    E parabéns também por uma excelente Family race!
    Continuas no bom caminho;)

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Vítor!
      E espero que esse tal de bom caminho me consiga levar à meta :)

      Um abraço

      Excluir
  3. Grande João … um mais que merecido reconhecimento. E que bela apresentação!!! Parabéns.
    E para finalizar … Tic, Tac, Tic, Tac :):):) … vai correr muito bem.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Carlos!

      Ui... quando começas com os tic tac é que a coisa está mesmo a aproximar-se :)

      Um abraço!

      Excluir
  4. É muito bom ver que as organizações reconhecem os atletas de pelotão que fazem um excelente trabalho em prol da divulgação da modalidade.

    Parabéns para ti pela apresentação e pela prova. Parabéns à Lígia que reconheci num dos retornos e que fez uma estreia fantástica. Só não concordo contigo na parte de ter havido 4708 brilhantes porque já vi um breve apanhado de infractores que insistem em deturpar os resultados e desrespeitar os atletas sérios e as organizações. Esses são brilhantes na forma como conseguem dormir de consciência tranquila à noite.

    Um abraço e força para esta recta final!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Nuno e, uma vez mais, muitos parabéns pelo tri! :)

      Quanto a esses, dos fracos não reza a história. Acabam por dar a sensação que são mais mas se virmos a sua relação com os verdadeiros maratonistas, a relação é outra.
      Se foram 50 (e na realidade 50 é muito!) significa cerca de 1%, portanto 99% de verdadeiros atletas.
      Todos nós sabemos o orgulho desmedido que temos ao cortar a meta, pelo que custou e vencemos essas dificuldades. Como se sentirão "esses" ao olharem para uma medalha que significa algo que não alcançaram. Enfim...

      Um abraço e muita força para a preparação de Madrid! :)

      Excluir
  5. Olá João.

    Obrigadíssima por todo o apoio e carinho… pelas palavras amigas que me foste dando para apaziguar a minha ansiedade, o meu nervosismo e o meu medo enooormmeee, pelos conselhos de quem já passou por tudo isto e sabe o que estamos a sentir por dentro.

    Todas estas pequenas coisas, para quem nunca passou por isto, é difícil de entender… eu julgava que entendia, mas afinal só este ano é que realmente entendi o bem que nos faz todo o apoio que vamos recebendo ao longo dos treinos e nos dia próximos do dia M… e o apoio na rua de desconhecidos, o bem que nos faz naquela hora e a alegria que nos enche o coração, tudo isso nos dá mais energia para continuar até ao último km.

    Foi um dia ou melhor, foi um ano que nunca esquecerei, um ano que fiz das tripas coração para alcançar o que tanto queria e que valeu tanto mas tanto a pena, tudo o que tive de passar, para que no dia M eu realmente conseguisse VIVER a prova e desfrutar de tudo… foi um dia grandioso… e foi um dia grandioso também, porque quem nos quer bem, esteve lá, nem que fosse em pensamento, mas esteve…

    Muito obrigada João e que tenhas em Valência, um dia magnífico como eu tive no Porto... vais arrasar ;)

    Beijinhos

    Lígia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito muito obrigado pelas tuas tocantes palavras!
      A Maratona é tudo isso. Só sentida!
      E tens razão. Há desconhecidos que ao darem uma simples palavra na altura certa, nem imaginam o bem que fazem!!!
      Beijinhos e, nunca é demais repetir, muitos parabéns! Foste brilhante!!! :)

      Excluir
  6. Parabéns João.

    Merecido reconhecimento!

    Abraço

    ResponderExcluir
  7. "Falei falei" e esqueci-me de algo muito importante...
    Parabéns pela tua excelente prova e fico super feliz por a tua conferência ter "corrido" tão bem. :D

    Beijinhos

    Lígia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado! Foi um fim-de-semana em cheio para todos :)

      Excluir
  8. Caro João,
    Os meus sinceros parabéns por teres tido o reconhecimento mais do que merecido de quem tanto tem dado, de forma graciosa, ao atletismo.
    Lamento não ter podido comparecer no sábado mas estive fora todo o dia.
    Como não estavamos preparados para a maratona (eu e a Teresinha), optmaos por ajudar o Pedrinho a fazer os últimos 15K (desde o cais de Gaia até final)
    E, ainda bem que fomos pois , na Avenida Brasil tive de lhe dar massagens pois estava com cãibras.
    Terminou em 03:58:18 o que foi excelente para ele, tendo sido um prazer para nós ter podido ajudar.
    Tu continuas a arrasar e, esse tempo nos 15K é de quem está em grande forma.
    E, para terminar, para o ano lá estaremos na maratona do Porto (desde que o meu aquiles adormeça):)
    Grande abraço
    MIKE
    Happyrun

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Mike!
      O teu Aquiles tem que adormecer. Ele que não adormeça que está feito connosco!
      Fantástica marca do teu amigo. Parabéns a ele e a vós pela grande ajuda que lhe deram na altura crítica da prova.
      Força para o próximo ano!!!
      Um abraço

      Excluir
  9. João, mereces tanto este reconhecimento por parte de uma organização de uma prova tão importante que é indiscutível. Já podia ter acontecido no passado, tal é o que dás a este "meio". É justo, merecido, bonito e no fundo mostra aquele reconhecimento que é até emocionante. É que tu não és apenas o João Lima que todos conhecemos e lemos o blog. Tu és a pessoa que a troco de nada, dedica o seu tempo, carinho, conhecimento aos outros. Eu nunca terei forma de te dar o que me (nos) tens dado ao longo destes meses. Parabéns e obrigada por tudo. Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelas tuas palavras, Tânia!
      E muita força para o que resta da preparação :)
      Beijinhos

      Excluir
  10. Grande João. Merecidissimo reconhecimento. Mas nem precisavas de ter feito essa compilação de resultados para seres uma excelente opção de convidado para falar desse tema. Eu teria todo o interesse em ouvir-te! Grande abraço, vamos a esse ultimo mês, está quase!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Filipe!
      Está quase, está...
      Um abraço e boas corridas!

      Excluir
  11. João, tive muita pena não ter ficado para ouvir-te, com a admiração que te tenho e pelo "trabalho" que desenvolves e nos presenteias! Mas sabes a razão...não podia...

    Parece-me que estás muito bem e cheira-me que Valência vai ser brutal!

    E depois Sevilha... (mas agora não páras? :) É bom que não! Fico muito contente por ti!

    E depois para o ano lá nos encpontraremos no Porto de novo, quem sabe, eu também a desafira-me de novo na Maratona.

    Beijinhos e continuação de bons treinos

    ResponderExcluir