quarta-feira, 25 de abril de 2018

Na Corrida da Liberdade em alegre convívio

Antes da prova, o quinteto dos 4 ao km presentes: eu, Isa, Vitor, Sofia e Rute

Pela 11ª vez (*) marquei presença na Corrida da Liberdade que realizou hoje a sua 41ª edição, comemorando os 44 anos da revolução que tudo mudou, devolvendo a liberdade ao povo português, e dando liberdade para funções que o normal cidadão não podia realizar e onde a corrida aberta a todos é um exemplo. 

Mais do que uma corrida, este evento é uma verdadeira festa, sem intuitos competitivos, com diversos percursos permitindo a todo um naipe alargado da população participar, qualquer que seja a sua idade.

Já tinha apontado para esta prova fazê-la em ritmo de treino, indo em alegre convívio, como já é tradição. 
Além da tradição, juntou-se o plano que aconselhava mesmo calma, após um treino de 22 km no sábado e a vontade de esticar um pouco na 3ª feira no 1º de Maio. 

A estes factores, aliou-se ainda uma preocupação. No treino de 22 km no sábado (era para ser de 20 mas enganei-me no local do retorno e acabei por fazer 22), os primeiros 15 foram sempre de forte e fria chuva. Ora os gémeos começaram e prolongaram-se por 15 km molhados e frios. No domingo sentia o direito estilo tronco. Treinei calmamente na 2ª e ainda o sentia um pouco assim. Na 3ª levantei-me aparentemente sem qualquer problema, fui treinar mas por volta do quilómetro e meio reapareceu essa sensação e decidi, por uma questão de segurança, parar pouco mais à frente e descansar. 

Assim, hoje havia essa incógnita. Incógnita que, felizmente pendeu para o lado bom, não senti nada e agora está normal. Não sei se pelo descanso ou por uma pomada que a Sofia me emprestou e com a qual o massajei antes da prova (obrigado Sofia!).


4 amigos em alegre convívio (muito obrigado pela foto, Luís Duarte Clara!)
Fomos 4 em alegre convívio (pois segui com o casal Isa & Vítor, mais a Sofia) e foi um muito alegre passeio em ritmo de corrida calma desde a Pontinha aos Restauradores, onde chegámos 1.13.20 após a partida, numa distância anunciada de 11 km mas com pouco mais de 10.700 metros.


Logo após a meta (muito obrigado pela foto, Mário Lima!)
Mais uma muito agradável manhã passada entre amigos!

Agora é seguir o meu plano de treinos para os dois próximos desafios, Corrida do 1º de Maio daqui a 6 dias e 5 dias depois a Meia-Maratona de Setúbal.

Até lá, tudo de bom!  

(*) Carlos... não é nada contigo, não sejas paranóico! :)

10 comentários:

  1. Foi uma manhã passada em muito boa companhia! Cinco estrelas!
    A maiores das sortes para as próximas corridas!

    PS: Já não vais precisar da pomada. Isso já está tudo bom!

    Beijinhos e boas corridas (e treinos)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E parabéns a ti pela distância! :)

      Boas corridas e bons treinos sem qualquer problema!

      Beijinhos

      Excluir
  2. Parabéns pela maratona de 11km! O grande impulsionador norteho das maratonas de 11km deve estar orgulhoso dessa prática já estar disseminada pelo resto do país, hehe!

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é o pai das Maratonas de 11 Km, eh eh eh

      Um abraço

      Excluir
  3. Uma maratona tão pouco tempo depois de regressares? Não estás a exagerar? :D
    Um treino assim com amigos pelas ruas de Lisboa é sempre um dia ganho. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou um exagerado :)

      Sim, é sempre um dia ganho e bem ganho!

      Um abraço

      Excluir
  4. Esta foi um "passeio" em boa companhia.
    Abraço
    MIKE
    hAPPYRUN

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito boa companhia :)

      Um abraço e boas corridas!

      Excluir
  5. Por todos os motivos, é esta uma Corrida sempre a repetir! Ora vamos lá dar-lhe a sério no 1º de Maio. Quer dizer...vais tu, que eu este ano, passo.
    Continuação de bons treinos João
    Beijinhos para ti e Mafalda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Ana
      Vamos ver se dará para dar-lhe a sério no 1º de Maio.

      Beijinhos e boas corridas :)

      Excluir