domingo, 4 de março de 2018

Na Corrida Salesianos a evoluir de forma inesperada

A original medalha em forma de camisola
3ª edição da Corrida Salesianos muito participada e bem organizada, com tudo o que é necessário a um evento desta natureza e com o habitual profissionalismo dos parceiros técnicos, a Xistarca.

Para mim foi estreia neste evento que utiliza um percurso já conhecido doutras provas. Partida junto ao Centro Cultural de Belém, retorno em Algés e depois imediatamente antes da 24 de Julho e meta no local da partida.

A muita chuva que caiu ontem deu tréguas até ao final da prova, retomando de seguida a sua função de minorar a seca.

Em Outubro, aquando da Corrida do Pirilampo Mágico, estive neste mesmo percurso e na altura o objectivo era novo sub50, o que consegui em 49.25, sendo que, naturalmente, o objectivo para hoje era muito diferente, fazer melhor que os 59.55 da semana passada na Costa da Caparica. 
Objectivos muito diferentes, dependentes do momento e forma, mas com um denominador comum, em ambas as situações dei o máximo que tinha.

Após as primeiras semanas de regresso com algumas dificuldades em conseguir um ritmo melhor, na Costa no domingo passado tive como um clique a meio da prova e melhorei bastante. Durante a semana os treinos também ofereceram boas sensações. Assim sendo, apontava para o minuto 58 como melhoria mais provável, não descurando o 57 mas que já me parecia improvável. 56? Apenas em sonhos selvagens...

O aquecimento deu-me boas indicações e decidi arriscar um bocadinho mais no início da prova. No entanto achei um abuso ter feito logo 5.30 no quilómetro inicial. Desde este regresso que apenas por uma vez tinha feito melhor, os tais 5.19 nos derradeiros mil metros da Costa. Agora, logo a abrir, fazia o 2º melhor pós-operações. A indiciar quebra mais à frente? Talvez, mas não abrandei pois sentia-me bem e comecei a ganhar confiança. Passado pouco, o ritmo já estava na casa dos 5.20... Nada tinha a perder, se tivesse que abrandar mais à frente, abrandava, portanto segui.

Cada vez mais confiante em aguentar o ritmo, comecei a sonhar com o que seria impossível antes da prova, minuto 56, o que daria uma evolução espectacular, 3 minutos numa semana!

Mas a ritmo de 5.20s, passo aos 5 com média para os...55! Claro que tudo isto dá uma força extra e continuei. Retorno perto dos 7 km e a coisa começou a custar mais. Sentia o esforço mas a vontade de concretizar a marca que o relógio apontava, era mais forte. É que já dava para o minuto 54! 

Tudo isto me estava a parecer surreal, não era possível duma semana para a outra cortar tanto tempo, mas agarrei-me com as forças que ainda tinha a essa perspectiva e ignorei o cansaço e o vento que nessa altura estava contra. No último km reparo que o minuto 54 estaria consolidado pois apontava para 54 baixo. Mais força extra para combater o desgaste.

E a uns 200 metros da meta apercebo-me de que ainda poderia ser possível o minuto 53! Para isso teria que dar o tudo por tudo. Foi o que fiz mas incrédulo a pensar "isto não está a suceder..."

"Despacha-te que está quase a acabar o 53!" Fui buscar as últimas forças e cortei a meta em... 53.58! 
Por 3 segundos que não retirei 6 minutos à semana passada.

Após a meta, parei e senti assim uma certa tontura pelo esforço mas logo passou e fiquei, como é fácil de concluir, muito feliz! Em menos duma hora tinha passado do pouco crente no 57 para finalizador em 53.

Agora há que manter o trabalho que tenho vindo a realizar, sem entrar em euforias pois ainda há muito caminho a percorrer até chegar perto do nível que deixei a meio de Dezembro.

Para a semana é dia da Meia-Maratona da Ponte 25 de Abril, a ser feita de forma consciente pois sei que, estando muito melhor do que na de Cascais há 3 semanas atrás, não estou com treino para aguentar ritmos destes em 21 km. 
Mas, como sempre, darei o melhor para a ocasião.

Até lá, desejo a todos uma óptima semana!




20 comentários:

  1. Muitos parabéns!
    Que salto evolutivo tão grande, pá! O corpo começa a lembrar-se de como se faz! :D

    Continuação de boas corridas e de bons resultados!
    beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi um salto brutal e nunca imaginado!
      E eu a pensar que o minuto 57, previsão de "alguém" que era muito complicado... :)

      O corpo começa a lembrar-se, a confiança começa a crescer e pronto, estou no bom caminho!

      Beijinhos e boas corridas. Força!

      Excluir
  2. Olha olha ... mais importante do que as pernas (e os pulmões) voltarem ao que eram em Dezembro (pois isso é uma questão de tempo), é o facto de não teres perdido a vontade de arriscar e a garra que é preciso para o fazer. Parabéns João!!!
    Forte abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Carlos.
      Vontade é sempre o meu maior trunfo :)

      Um abraço e força para Lousada!!!

      Excluir
  3. Parabéns João, quando me cruzei contigo foi um momento especial. De tal forma que até ganhei energia. É tão bom ver-te a espalhar simpatia pelo alcatrão deste Portugal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelas palavras!

      Estou a falar com quem?

      Excluir
  4. Excelente evolução. As pernas não esquecem.
    Conto em dar-te um forte abraço pessoalmente para a semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obriagdo Nuno.

      Venha de lá esse abraço no domingo :)

      Até lá!

      Excluir
  5. Uau! Tu és mesmo uma máquina :) A força de vontade está toda aí, o corpo está a recuperar, e não tarda estás a voltar à forma que tinhas em Dezembro. Não tenho dúvidas!

    Boa recuperação e bons treinos para a meia :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Agridoce!

      A força de vontade sempre foi o meu maior trunfo e é com ela que chego onde cheguei :)

      Beijinhos e força!

      Excluir
  6. A memória muscular é uma coisa fantástica :) Mas claro o treino é que potencia este tipo de coisas! Parabéns João!

    Um abraço

    ResponderExcluir
  7. Boa, João! Nesta altura aposto que é mais uma questão de confiança do que de pernas. Já não falta muito para voltar o JL versão Delux dos últimos 2 anos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Filipe! Gostei dessa da versão Delux :)

      Quanto à confiança versus pernas, acabam por estar interligadas. Se as pernas corresponderem melhor, a confiança aumenta, se a confiança aumenta, as pernas correspondem melhor :)

      Um abraço!

      Excluir
  8. aquele vento contra no setimo quilometro foi mesmo lixado!! mas a vontade de fazer um bom tempo ultrapassa tudo!
    Boas corridas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi isso mesmo :)

      Muito obrigado pelo comentário e pelo apoio durante a prova, um abraço e boas corridas!

      Excluir
  9. Muitos parabéns, João.
    Já em excelente forma, fiquei muito feliz com esta tua conquista.
    Para a semana ainda vai "correr" melhor.

    Muita força ;)

    Beijinhos

    Lígia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Lígia! :)

      Na Ponte tem que ser com mais calma pois ainda não estou com treino para uma Meia a puxar

      Beijinhos e força para ti! :)

      Excluir
  10. Mts parabéns João.
    Sempre a bater records !!!
    Gr abraço
    MIKE
    Happyruun

    ResponderExcluir