sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Um mau de 30

Após o que me sucedeu e relatei no artigo anterior (costelas deslocadas numa queda) o regresso aos treinos deu-se de forma mediana. Por um lado a parte cardio-respiratória impecável (provando que a osteopata Paula colocou tudo de forma perfeita em seu sítio, como habitualmente) mas as pernas muscularmente afectadas por aquele relaxante muscular que tomei entre o hospital e ir à osteopata (eu e os medicamentos temos uma relação muito difícil...).

Deu para cumprir o que estava planeado e hoje foi a altura de regressar a um treino de 30. Claro que nem pensar em treino ao estilo do último onde bati o meu record por 9 minutos, baixando pela primeira vez das 3 horas (2.54.28) mas fazer um ponderado, ritmo calmo e certinho.

Caso este corresse bem, o próximo (dia 13) já seria para puxar.

Uma distância de 30 mete sempre respeito e receio. Se em distâncias menores podem existir pequenos imprevistos que se conseguem gerir, já neste tipo de distância um pequeno torna-se enorme. 
Ora desta vez o receio era amplificado e afectou-me a confiança. E se o meu ponto forte é a parte mental, quando esta falha a coisa complica-se.

Foi nesse estado de dúvida que iniciei o treino às 6.07.

Mas a coisa até foi decorrendo bem. Os quilómetros foram passando e o ritmo estava certinho, calmo e tudo estava a correr bem. Afinal parecia que este treino de 30 não ia ser um verdadeiro 31.

As boas notícias acabaram aos 20 quando começou a complicar. Aos 22 foi o descalabro total e completo. Imaginem que cheguei a ter que alternar corrida e andar várias vezes!
Só continuei naquela desgraça por o carro estar aos 30 km, caso contrário teria encurtado o treino.

Acabei desiludido e se o tempo não era importante, o que contava eram as sensações. Ora as sensações foram as más já referi e o tempo foi de (sentem-se!) 3.38.09 o que no meu histórico de 20 treinos de 30 apenas por uma vez fiz pior.

A extraordinária forma nunca é um dado adquirido, basta um pequeno nada e volatiliza-se, tal como eu ia sempre avisando.

Agora há que trabalhar com cabeça para a recuperar. E vou recuperar!
Até ao dia 13 os normais treinos diários e nesse dia a intenção já não é puxar mas sim fazer um de 30 em condições, como seria hoje. Se o conseguir, o seguinte já será noutro andamento. 
Deverei é mudar o trajecto para se suceder o que aconteceu hoje, não ficar longe do carro e não prolongar aquela "desgraça".

Um bom fim-de-semana a todos e boas férias para quem as está a gozar!

28 comentários:

  1. João é preciso ir com calma, e recuperar bem! Há dias assim, e tu sabes bem que é verdade, ainda para mais vindo de uma paragem por lesão, embora que pequena. Eu para evitar esses dissabores de arrastar até ao carro nos treinos de 2h que tenho feito, faço sempre: 30min para um lado e volto para trás, e o mesmo para o outro lado, ou seja nunca estou a mais de 30min do carro a correr! Nunca se sabe... Grande Abraço!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Edgar.
      Já fiz este percurso n vezes e nunca se colocou esse problema.
      Hoje não era o dia...
      Um abraço

      Excluir
  2. Não tenho dúvidas nenhuma que o teu problema foi mesmo psicológico. Começaste o treino no lugar errado. Mas acho que isso já tu sabes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não Filipe. Inicialmente não estava confiante mas depois como a coisa estava a correr até aos 20, a confiança regressou. É muscular por aquilo que tomei. E ai sim, a parte psicológica não ajudou.
      Um abraço e obrigado

      Excluir
  3. Bolas João, este não correu bem. Mas também depois do sucedido não te martirizes, aos poucos voltas à forma extraordinária com que te (e nos) habituaste! :)

    Eu às vezes também faço como tu nos longos (os meus longos que não são de 30, claro!), corro pelo menos metade da distância que quero fazer no sentido oposto ao carro para não ter a tentação de acabar mais cedo que o previsto. O problema são estes imprevistos...

    Beijinhos e bons treinos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Fabiana!

      Primeiro fico desiludido mas logo, logo começo a congeminar formas de dar a volta :)

      Beijinhos e força rumo à Meia do Porto!

      Excluir
  4. Nada de desanimar. Depois do que sucedeu é normal esta quebra. Estou certo que em pouco tempo vais voltar á forma em que estavas.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já me conheces para saber que não desanimo. Na altura fico desiludido mas reajo rápido :)

      Um abraço e força para os teus!

      Excluir
  5. A cabeça manda 95%, o resto é trabalho das pernas... Pensamento positivo e força!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda vais mais longe do que eu. Eu costumo dizer que são 90% :)

      Obrigado e boas corridas

      Excluir
  6. A reter daqui? O primeiro e o penúltimo parágrafo!

    Estás em recuperação de uma coisa que, não sendo terrivelmente grave, foi chata e te deixou muito condicionado. Como tu tantas vezes já me disseste, o treino regular é fundamental. E tu não pudeste fazê-lo. Como tal, nada de te sentires desanimado por este resultado menos bom. Foi um, no meio de tantos treinos e provas espectaculares!

    Foca-te no último parágrafo: organizar a cabeça e continuar a treinar! Força :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É onde já estou! :)

      Obrigado, beijinhos e força!

      Excluir
  7. João Lima é por isso que eu corro prefiro fazer quase sempre 31 km! Assim aconteça o que acontecer é sempre um 31! :) Essa do carro para mim é piada! Como não tenho carro e faço esse tipo de treinos em linha a solução é voltar mesmo morto! Tem calma que qualquer dia voltas ao recordista cronico! Tinhas que dar alguma vida a este blogue estava a fica monótono! (diz-me lá com amigos assim quem precisa de inimigos ? :) ) Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Da maneira como morri nos últimos 8 km, não sei como dei vida ao blogue :)

      Um abraço e força para os teus 31

      Excluir
  8. Acredito que vás recuperar a forma e que farás uma boa preparação! A estas horas, que o desânimo já se tenha diluído e dado lugar a foco e confiança, nos próximos treinos.

    Força!
    Boas corridas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Sofia!
      O próximo será melhor.

      Beijinhos e boas corridas

      Excluir
  9. Um mau treino não te retira nenhuma qualidade. Acontece tantas vezes começar mal e acabar bem e vice versa. Quem conhece o teu passado e a tua constante motivação sabe que és uma pessoa fantástica e um atleta na verdadeira acepção da palavra. Discipinado e honesto ( não atalhas) bravo campeão os teus RP falam por ti. Ps: nao podendo deixar o carro mais perto leva uns trocos para o taxi :) abraço Gois

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelas tuas palavras, Jorge!
      Para a semana vou fazer o mesmo com o carro pois vou vingar-me deste treino :)
      Um abraço e boas corridas

      Excluir
  10. Se há pessoa que eu conheço com experiência e força mental para ultrapassar uma fase menos positiva és tu! Sabes o que fazer e certamente já estás a trabalhar para que o próximo treino - e post - seja positivo e meta estes dois num canto.

    Força João! Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não duvides, Nuno. Dia 13 é dia de "vingança" :)

      Um abraço e boa preparação para a Invicta!

      Excluir
  11. Não tinha ainda lido o artigo anterior. Possa, que susto! Ainda bem que não foi nada pior (quer dizer, costelas deslocadas também é mau, mas percebes!)
    Este foi só um treino mau. Como o João Lima costuma dizer (não sei se conheces :P) até os atletas profissionais têm dias em que o treino não "sai". Quanto mais depois do que te aconteceu! Foi apenas um percalço no bom caminho.
    Beijinhos e as melhoras!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Rute! Escrevi o artigo logo a seguir ao treino. Hoje digo-te que dia 13 vai ser dia de "vingança" :)
      Beijinhos

      Excluir
  12. Ora cá tou eu novamente. Olha lá .. este correu menos bem, e quê? Há sempre treinos que nos correm mal e sabes bem disso, ainda por cima depois de uma paragem e medicado dessa forma ... não é uma semana que te vai fazer perder a forma, e não tarda nada estás de volta á boa forma de há 2 semanas atrás. Olha, pior tou eu que ainda ando aqui às voltas com um dos irmãos Aquiles (o esquerdo para mim e o direito para quem está de frente a olhar para mim :P) ... mas eu hei-de vencê-lo ;)
    Grande Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, este domingo vou já vingar-me e em estilo :)

      Um abraço e força para ti!

      Excluir
  13. Olá João,
    Este 'passeio' correu menos bem mas mesmo assim ... 3h38min sempre em frente, é de valente!
    O que dizes sobre a boa forma nunca ser um dado adquirido é absolutamente verdade. É preciso paciência e persistência...
    Já deu para ver que estás com vontade de fazer o próximo treino e isso é meio caminho andado!
    Força!!! 😊
    Beijinhos,
    Sofia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Sofia!
      O próximo vai ser a vingança :)

      Beijinhos

      Excluir
  14. O próximo já corre melhor :)
    Todos temos dias assim, é perfeitamente normal e tu bem sabes.
    Força amigo!
    Beijinhos grandes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim e havia razões para isso. Domingo vai ser dia de vingança :)
      Obrigado, beijinhos e muita força para o teu domingo! :)

      Excluir