domingo, 16 de julho de 2017

Mais um sonho alcançado! 30 abaixo de 3 (e por mais de 5 minutos e melhor marca dizimada por mais de 9!)

No final do treino. Adivinhem se estou feliz...

Decorria o ano de 1976, era um adolescente com 16 primaveras, quando começou a febre do "Amor é...". 
Era uma colecção de cromos em que figuravam sempre as mesmas figuras, uma rapariga e um rapaz, e em cada um com uma frase diferente.
As jovens, e não só, coleccionavam com afinco e os rapazes aproveitavam para aprender umas dicas ou frases a utilizar.

Um exemplo dessa colecção
Seguiu-se uma onda a aproveitar o impacto desta colecção inicial, com temas ao estilo "amor a (qualquer coisa) é" onde se utilizavam todas e quaisquer variáveis.

Recuando uns 40 anos, indo apanhar essa onda que se esbateu, poderia criar algumas frases subordinadas ao tema "Amor à Maratona é...".
E para começar poderia criar o "Amor à Maratona é...levantar às 4.30 para ir correr 30 km".

Pois foi exactamente isso que fiz hoje. Queria um treino de 30 bem aproveitado e para tal teria que fugir ao calor. Considerando que demoraria cerca de 3 horas e queria acabar o mais tardar às 8.30, implicaria começar às 5.30 e levantar às 4.30

E este treino (já lá vamos à forma fantástica como decorreu) marcou oficialmente o início da minha preparação para a 14ª Maratona do Porto a realizar a 5 de Novembro.

Digo oficialmente mas desde Maio que ando a afinar os motores para carburarem o melhor possível nesse dia.

É a décima vez que estou numa preparação de Maratona para, espero, cortar pela nona vez a meta na mítica distância.

Para alguns, pode ser apenas uma corrida. Para muitos, uma Maratona é mais do que uma corrida. É algo de irracionalmente atractivo e que nos inebria as emoções.
Para alguns, pode ser um sacrifício os 3 a 4 meses de preparação específica. Para muitos, é algo de muito especial a que nos dedicamos de alma e coração. Tudo aquilo que se faz por paixão, nunca é um sacrifício, é um passo mais para uma recompensa que, neste caso, vem em forma de meta.

E é isso, para atletas como eu e tantos outros, que conta numa Maratona. A meta!
Essa é a razão porque nunca quero ouvir falar em marcas, records ou similares nesta distância. Se nas outras, ocasiões há que corro deliberadamente para melhores tempos, nesta toda a preparação e empenho foca-se em fazê-la o melhor possível. 

Naturalmente que o melhor possível poderá provocar patamares de tempos nunca anteriormente registados, como nas duas anteriores, mas isso é, ou poderá ser, uma mera consequência e não um fim.

Falando então do treino de hoje! Tinha estabelecido um plano de aumento de ritmo para facilitar na Maratona. A ideia é, quanto mais rápido correr nos longos, no dia D (ou devo dizer M), adoptando um ritmo mais convencional, aguentarei bastante melhor.

Até agora tenho "morrido" em todas as maratonas, o que me obriga a partir desse momento a utilizar uma táctica de sobrevivência. A última, Sevilha, foi onde "morri" mais tarde, aos 38. Mas o grande objectivo é fazer uma onde só "morra" aos 42.196... Daí esta táctica.

O que tinha nesse referido plano? Ora até Agosto do ano passado, o meu record aos 30 era de 3.14.47 (curiosamente vindo da primeira Maratona!). Em Agosto, num treino, baixei significativamente para 3.09.11. No Porto, em Novembro, 3.08.16 e em Fevereiro em Sevilha, 3.06.03

O plano era em Maio realizar um longo a média de 6.15, o que dava 3.07.30. Curiosamente foi o exacto tempo, ao segundo, que registei! Em Junho a média seria de 6.10 (3.05.00), Julho 6.05 (3.02.30) e Agosto 5.59 (2.59.30).
De assinalar que este em Agosto era a um tempo que se há um ano atrás alguém me dissesse que poderia chegar lá, convictamente diria ser impossível. Agora considerava-o possível, apesar de achar este plano muito ambicioso. Afinal...

Em Junho, em vez dos 3.05.00, marquei 3.03.39, novo record aos 30.

Ora isto fez com que metesse na cabeça que iria antecipar o ataque às sub 3 horas para hoje. 

Preparei-me bem, mentalizei-me melhor e utilizei a melhor das tácticas. Acreditei!

O que nunca acreditei foi o resultado final que alcancei. Baixei das 3 horas por mais de 5 minutos (5.32) e bati o record por mais de 9 (9.11)!
Pois é... o relógio ao chegar aos 30 km mostrava o tempo de 2.54.28!!!! (média de 5.48,9)

Levantei-me, como referi, às 4.30, iniciei o treino às 5.33 (nunca tinha iniciado um tão cedo) aproveitando o facto do sol ainda não ter nascido. E depois de o ter feito, primeiro escondeu-se atrás dos prédios e só por volta dos 21 começou a bater directo e a aquecer aos 26. Tudo perfeito nesse sentido.

O trajecto foi o meu habitual Oeiras-Carcavelos-Algés-Oeiras, sempre sozinho e com apenas uma garrafa de meio litro de água.

Desde o início que me coloquei em média abaixo de 3 e fui progressivamente baixando. Os primeiros 15 em 1.27.42 e os segundos em 1.26.46.
Analisando de 10 em 10, também se nota a progressão: 58.33, 58.13 e 57.42

Mas atenção a não comparar com os 3.06.03 que marquei em Sevilha. Hoje foi um treino onde dei tudo para 30 km. Em Maratona, os 30 são uma mera passagem para se chegar aos 42, tendo que gerir o esforço.

E pronto, é isto. O que posso acrescentar mais? Que me sinto muito, muito feliz e orgulhoso em constatar que todo o trabalho e esforço estão a ser bem recompensados.

E por falar em recompensas, depois duma coisa destas, convém mimar-nos. Ora já comi uma bela duma mousse de chocolate caseira que a Mafalda fez (obviamente sem lactose...) e ao almoço vou ter as Tripas à Moda do Porto.
Depois de ter gasto 2.630 calorias, mereço! 

Para acabar, apenas um "fait-divers". No treino de 2ª feira... esbardalhei-me! 
Num sítio onde já passei n vezes, perto do Tagus Park, há um passeio que tem um alto por uma raíz e nesse alto faz uma covinha. Não sei onde tinha a cabeça, meti o pé nessa covinha e quando dei por mim estava estatelado. Felizmente caí redondo para o lado direito e apenas tive umas pequenas esfoladelas e um osso na anca que ficou a doer um par de dias sempre que tocava nele. Mas não afectava a correr, portanto tudo bem.
E isto é notícia apenas pela raridade. É que em 12 anos de corridas, foi apenas a minha 3ª queda, portanto não me posso queixar! (do mesmo já não digo em relação a coisas piores como um pé partido...)

Desejo a todos uma excelente semana e façam o favor de serem felizes :)

20 comentários:

  1. Grande treino, João!
    Indicações "abusadoramente" boas para o Porto!
    Continuas a embalar! :D Dá-lhe!!!

    Parabéns, boa recuperação e boas corridas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado! Gostei desse "abusadoramente" :)

      Beijinhos e força para todos os teus objectivos

      Excluir
  2. Este blogue está a ficar muito "chato"! Cada "poste" cada recorde!
    Grande abraço e já nem de dou os parabéns pois é normal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há ocasiões em que a monotonia é a melhor coisa :)

      Um abraço

      Excluir
    2. Pois mas do ponto de vista jornalístico já não é noticia! Já não dá para fazer uma "caixa"! Noticia é: O João Lima desistiu numa prova ou piorou tremendamente o tempo! Para ti foi excelente para o público leitor é uma banalidade! Mas espero por muito mais "banalidades" dessas. (A Alemã até os parafusos da caixa dos pirolitos ME tirou do sítio como pode ver!!!).

      Excluir
    3. A chamada técnica do homem que mordeu o cão

      Excluir
  3. Parabéns Joao está cada vez melhor :) beijinhos e continuação de bons treinos e provas :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Carla!
      Muito treino! :)

      Beijinhos e boas corridas

      Excluir
  4. Que grande treino! Fico "indignada" no bom sentido ao ler estas coisas, tenho de me indignar ainda mais e fazer um treino às 5h da manhã também! :D

    Parabéns! Vai ser um dia M magnífico, aposto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Fabiana e, sendo no bom sentido, indigna-te! :)

      Beijinhos e boas corridas

      Excluir
  5. Valente!

    Já eu saquei da caixa dos lenços, de mal a pior...

    Abraço

    ResponderExcluir
  6. AMOR É ...

    Partilhar momentos como estes, com todos nós.

    Um abraço apertado.

    Isaac Carrelo

    ResponderExcluir
  7. Parabéns João pelo excelente treino. Começar as 5h30 só mesmo com muita força de vontade. Abraço

    ResponderExcluir
  8. Ca ganda treino!!!
    Um tempo espectacular!!! Mas concordo com o Jorge, isto para nós já se está a tornar banal, porque ninguém se espanta com estes recordes nem com estes tempos, já todos esperamos de ti estes grandes feitos :)

    Agora vamos lá falar de coisas sérias...acordar às 4h30????? Tá doido o homem!!!! =P

    Muitos parabéns amigo! E continua assim a correr feliz e cada vez melhor :)

    Beijinhos e em força para o Porto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim senhor... anda uma pessoa a esforçar-se à grande, a superar-se como nunca imaginou e depois vêm "ah e tal... banalidades..."
      Enfim... :)

      Beijinhos, obrigado e força para os teus objectivos :)

      Excluir
  9. Meu caro,
    Cá o espero em novembro na maratona do Porto (na minha cidade) para nos conhecermos e o cumprimentar pelo brilhante esforço e dedicação e ver se o consigo acompanhar nessa (minha primeira) aventura que é correr uma maratona :)
    Um abraço
    MIKE
    Happyrun

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Mike e muita força para a estreia! :)

      Um abraço

      Excluir