terça-feira, 7 de outubro de 2014

A evolução da Maratona em Portugal e os números record de domingo


Afirmar-se que os atletas perderam o medo à distância, não é uma frase feita mas sim a realidade.

E essa realidade tem sido bem evidente em Portugal onde a participação não pára de aumentar, de edição em edição, tanto em Lisboa como no Porto.

A 2ª Rock'n'Roll Maratona de Lisboa foi um sucesso a esse e restantes níveis, com a obtenção de 4 de 5 possíveis records das Maratonas disputadas em Portugal. A saber:

- Maior número de classificados. Era de 2.763 alcançados no Porto em 2013, passou a 2.865
- Maior número de estrangeiros. Era de 872 no Porto em 2013, passou a 1.513 (quase dobro)
- Tempo masculino mais rápido de sempre em solo nacional. Era de 2.09.46 realizados por Paul Lonyangata na 1ª edição desta Maratona, foi agora batido por quase minuto e meio por Samuel Ndungu com 2.08.21
- Tempo feminino mais rápido de sempre em Portugal. Vinha do longínquo 1995, quando na Maratona de Lisboa Birgit Jerschabek marcou 2.28.02, tendo agora Visiline Jepkesho batido por mais dum minuto, fixando-o em 2.26.47
O único record que não foi batido foi do maior número de portugueses, pois classificaram-se 1.352 contra o record do Porto no ano passado com 1.891

Mas, como as coisas estão a evoluir, no Porto é provável que o record de participação sofra novo incremento. 
Se até há pouco tempo sonhava-se com uma Maratona com mil participantes, será a 2 de Novembro que se baterá a barreira dos 3 mil?

Vamos agora analisar o que tem sido a evolução da participação em Maratonas portuguesas desde a primeira que se realizou (a única ainda em tempo de monarquia):

1910-05-02
Jogos Olímpicos Nacionais (Lisboa)
10
1911-06-18
Jogos Olímpicos Nacionais (Lisboa)
22
1978-04-09
Campeonato Nacional (Faro)
23
1979-04-22
Campeonato Nacional (Portalegre)
27
1980-04-20
Inatel (Foz do Arelho)
37
1980-10-12
A.A.L. (Torres Vedras)
45
1981-04-05
Campeonato Nacional (Faro)
49
1982-04-04
Campeonato Nacional (Almeirim)
56
1982-12-20
Spiridon (Autódromo Estoril)
127
1983-12-18
Spiridon (Autódromo Estoril)
176
1984-11-03
A.A.L. (Lisboa)
324
1988-11-06
Xistarca (Lisboa)
442
1990-10-21
Xistarca (Lisboa)
562
1991-10-20
Xistarca (Lisboa)
775
2007-12-02
Xistarca (Lisboa)
825
2008-12-07
Xistarca (Lisboa)
1.005
2009-12-06
Xistarca (Lisboa)
1.153
2010-11-07
Porto
1.180
2011-11-06
Porto
1.515
2012-10-28
Porto
1.671
2012-12-09
Xistarca (Lisboa)
1.681
2013-10-06
Rock'n'Roll (Cascais-Lisboa)
1.836
2013-11-03
Porto
2.763
2014-10-05
Rock'n'Roll (Cascais-Lisboa)
2.865

De salientar que entre 1910 e 2007 (97 anos), registaram-se 14 records de participação e nos últimos 7 anos temos nada menos que 10.

Evolução do melhor tempo masculino:

1910-05-02
J.Olímpicos Nacionais (Lisboa)
Francisco Lázaro
2.57.35
1912-06-02
J.Olímpicos Nacionais (Lisboa)
Francisco Lázaro
2.52.08
1936-07-05
Camp.Nacional (Lisboa-Estoril)
Manuel Dias
2.37.20
1937-03-28
Camp.Nac.(Lisboa)
Manuel Dias
2.30.38
1954-04-11
Camp.Nac.(Lisboa)
José Araújo
2.21.00
1971-04-04
Camp.Nac.(Lisboa)
Armando Aldegalega
2.20.42
1976-03-14
Camp.Nac.(Faro)
Anacleto Pinto
2.14.36
1987-11-08
Xistarca (Lisboa)
Gualdino Viegas
2.13.59
1992-10-18
Xistarca (Lisboa)
Jacob Ngunbu
2.13.34
1993-11-28
Xistarca (Lisboa)
Said Er-Rmili
2.12.29
1994-11-27
Xistarca (Lisboa)
Zbigniew Nadolski
2.11.57
2006-10-15
Porto
Lawrence Saina
2.09.52
2011-11-06
Porto
Philemon Baaru
2.09.51
2013-10-06
Rock'n'Roll (Cascais-Lisboa)
Paul Lonyangata
2.09.46
2014-10-05
Rock'n'Roll (Cascais-Lisboa)
Samuel Ndungu
2.08.21

Evolução do melhor tempo feminino:

1980-10-12
A.A.L. (Torres Vedras)
Idalina Santos
3.48.22
1981-11-29
Torres Vedras
Idalina Santos
3.31.30
1983-04-09
Camp.Nacional (Faro)
Rita Borralho
2.45.50
1984-04-08
Camp.Nacional (Almeirim)
Conceição Ferreira
2.44.56
1988-11-06
Xistarca (Lisboa)
Janete Mayal
2.43.11
1990-10-21
Xistarca (Lisboa)
Manuela Dias
2.40.37
1991-10-20
Xistarca (Lisboa)
Rita Borralho
2.38.39
1992-10-18
Xistarca (Lisboa)
Ekaterina Khramenkova
2.38.17
1993-11-28
Xistarca (Lisboa)
Manuela Machado
2.31.31
1995-11-26
Xistarca (Lisboa)
Birgit Jerschabek
2.28.02
2014-10-05
Rock'n'Roll (Cascais-Lisboa)
Visiline Jepkesho
2.26.47

Destaque ainda para o facto da Maratona deste domingo ter juntado atletas de 56 países diferentes!
Como já foi referido, foram 1.513 estrangeiros. Juntando-se aos praticamente 2 mil que estiveram na Meia-Maratona, temos que só atletas de fora vieram mais de 3.500, a que se junta familiares, e temos uma pequena ideia do potencial económico que este evento representa para o país.

Atletas classificados na Maratona por país:

Portugal
1.352
França
355
Espanha
226
Grã-Bretanha
220
Itália
106
Holanda
76
Alemanha
64
E.U.América
64
Polónia
52
Finlândia
37
Suiça
36
Bélgica
35
Brasil
25
Suécia
24
Irlanda
22
Estónia
16
Áustria
15
Rússia
13
Noruega
12
Canadá
11
Dinamarca
9
México
9
Roménia
9
Quénia
7
Hungria
6
Venezuela
6
Costa Rica
5
Etiópia
4
Luxemburgo
4
Marrocos
4
Ucrânia
4
África do Sul
3
Colômbia
3
Hong Kong
3
Argélia
2
China
2
Irão
2
Israel
2
Panamá
2
Turquia
2
Afeganistão
1
Albânia
1
Arábia Saudita
1
Austrália
1
Bulgária
1
Croácia
1
Emirados Árabes Unidos
1
Gabão
1
Letónia
1
Malásia
1
Moldávia
1
Nova Zelândia
1
Porto Rico
1
Singapura
1
Taiwan
1
Uruguai
1

30 comentários:

  1. Grande documento, João. Parabéns. A continuares assim, o João Lima Net, vai passar a ser ser o WickyLima, eheh.
    Abração

    ResponderExcluir
  2. EXCELENTE!
    Vê lá se te sai mas é o euromilhões para te dedicares só a este tipo de trabalhos! hi hi hi hi hi
    (E já agora contrata-me para assessor) :)))))))))))))))
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assessor e consultor, fica combinado :)

      Um abraço

      Excluir
  3. Excelente !Sem duvida João que prestas um serviço fantástico ao atletismo , estou em querer que nem a FPA tem estas estatísticas .Quanto á evolução é sem duvida uma realidade , quando em 2009 corri a minha primeira maratona no Porto penso que terminaram 860 atletas dos quais 60%estrangeiros...agora já se pode ver o que vai acontecer pois a rivalidade está aí no terreno e o Jorge Teixeira tudo vai fazer para bater este record de Lisboa ...não tenho duvidas.A 02 de Novembro vamos ver .Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Segundo consta, o Porto vai "rebentar" a escala! :)

      Um abraço e obrigado pelas palavras

      Excluir
  4. Dúvidas houvessem, João Lima é uma "máquina"!
    Deves ser o homem mais estudioso das estatísticas do atletismo em Portugal.
    Os números impressionam, de facto, parece haver uma cada vez maior paixão pela maratona e um enorme fascínio pela distância. E não é para menos, esta distância é mesmo mágica.

    Beijinhos e parabéns pelo teu grande trabalho de estudo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto de Atletismo, gosto de estatística, logo... :)

      Sem dúvida que esta distância é mágica e mexe muito com as nossas emoções. Estamos a 25 dias e já começo a estar muito ansioso... :)

      Beijinhos e obrigado, amiga :)

      Excluir
  5. Excelente trabalho João!
    Obrigada por partilhares!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, grande Anabela! :)

      Beijinhos

      Excluir
  6. Uau excelente João! Eu quando preciso de ir ver uma classificação de uma prova de anos anteriores já consulto o teu site, mas este post é qualquer coisa :)

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Vítor :)

      Um abraço e boa continuação de boas corridas!

      Excluir
  7. Excelente análise, uma vez mais, João!
    Obrigado!

    Abraço
    PSousa

    ResponderExcluir
  8. Artigo muito bom (como sempre)!
    Interessante a quantidade de estrangeiros que vêm a Portugal correr a maratona de Lisboa.
    Esta corrida apesar de, julgo eu, não cumprir as regras para homologação de recordes, tem factores de carácter turístico que a tornam muito interessante. Gostei imenso do percurso, de sentir o cheiro da maresia, da vista única que se tem ao longo do percurso, etc.
    Já agora, se possível gostaria de utilizar a tua foto da partida no meu “diário das corridas”, uma vez que lá apareço com os meus companheiros de aventura!
    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, se houvesse record mundial, não seria homologado por ser ponto a ponto.

      A fotografia não é minha mas sim da organização, que colocou à disposição no seu site :)

      Já te descobri na foto! :)

      Um abraço e, mais uma vez, parabéns!

      Excluir
  9. Muito bom João, mais uma vez :) ....obrigado.
    Em Portugal ainda temos um caminho longo para percorrer, mas vamos indo, dando passos seguros mas cada vez maiores. Como sabes ando muito por essa europa fora, e Portugal ainda é uma 2ª ou 3ª opção como férias ou lazer (ou correr uma Maratona) para a maior parte das pessoas que conheço. Mas os que cá vem saem maravilhados e surpreendidos pelo nosso país, pequeno mas com muito para oferecer...poucos países conseguem ter o que nós temos, a simpatia das nossas gentes que sabe receber bem, a diversidade a todos os níveis (cidades, regiões, as praias), uma gastronomia fantástica, excelentes infraestruturas (que nos custam uma fortuna mas isso já é outra história) e tudo a isto com uma relação preço/qualidade imbatível....e olha que sei bem do que falo. Por isso, e voltando às nossas Maratonas, imagina o que esses estrangeiros que correram no domingo vão dizer aos amigos quando chegarem a casa? Pois....para o ano teremos cá o dobro, e com amigos e famílias....é este o caminho, que poderia ser acelerado se houvesse mais apoio às empresas que organizam as Maratonas (e outros eventos do mesmo tipo).
    Estou ansioso pela "festa" que vai ser o Porto, e desconfio que o recorde de finalizadores vai cair. Já o dos tempos não me parece :)
    Grande abraço e já falta pouco ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem analisado, Carlos!

      Quanto ao Porto, e ao número de inscritos que já ouvi, o record de participação não irá só cair, suspeito que vá ser dizimado!!! :)

      Um abraço

      Excluir
    2. Fala-se em 5.000 participantes na Maratona...uma loucura :)
      Abraço

      Excluir
    3. Sim Carlos. No entanto, houve muitos que se inscreveram em Dezembro para aproveitar o preço promocional e alguns desses podem não ir pois já passou muito tempo e a altura pode não ser a melhor (seja por lesão, outro objectivo, etc). E teremos que juntar sempre a quebra natural entre inscritos e participantes. No entanto, na casa dos 3 mil penso estar garantido, o que já seria um grande record. Será que chegaremos aos 4 mil?!? :)

      Um abraço

      Excluir
  10. Excelente trabalho! Muito obrigado :)
    Um abraço
    Antonio Goucha Soares

    ResponderExcluir
  11. João Lima, parabéns pelo trabalho! Quero no entanto dizer que em Outubro de 1982 fiz a minha primeira maratona em Torres Vedras e passados três meses, em Dezembro, fui ao Autódromo do Estoril fazer a primeira Maratona da Spiridon. A de Torres Vedras (aquela onde o Carlos Lopes fez o seu primeiro teste de 30 Kms para a maratona) julgo que foi a primeira aberta pela AAF a populares e ao sexo feminino, portanto acho que a Idalina Santos terá feito o seu primeiro tempo à maratona ali. Peço desculpa pela emenda mas penso estar correcto. Um grande abraço!
    Alfredo de Sousa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alfredo de Sousa!

      Os meus dados estão correctos, como se pode constatar pela classificação dessa prova de 1980, a II Maratona de Lisboa da AAL, disputada em Torres Vedras e que foi a primeira oficialmente aberta a mulheres.
      Participaram 4 atletas, todas da J.Sarge. Além da Idalina Santos, as outras foram Fernanda Ferreira, Anabela Ferreira e Luísa Lopes.
      Tal acontecimento pode ser também confirmado no livro "Cem anos de Maratona em Portugal" do António Fernandes (páginas 62 e 63), bem como num suplemento publicado na Bola a 26 de Setembro de 1993 e intitulado "As mulheres da Maratona" onde a própria Idalina Santos contou a sua aventura pioneira (página 12)

      Um abraço

      Excluir
  12. Olá João.

    Ao longo destes últimos anos houve um grande aumento nas participações em provas de 10Kms, também pelo aumento do numero dessas mesmas provas.
    Muitos dos participantes acharam que conseguiam fazer mais e aventuram-se nas meias maratonas que aos poucos também foram aparecendo um pouco por todo o país.
    Acho que é com alguma naturalidade que ao aumentar o numero de meio-maratonistas apareçam pessoas que como nós tenham curiosidade em correr uma maratona. O meu caso foi um pouco diferente, quando corri a primeira meia maratona já tinha ideia que queria um correr os 42195.
    Foi bom ver a marginal com tanta gente.

    Abraço e boa semana!

    Manuel Nunes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, digamos, uma evolução e tentação naturais :)

      Um abraço e, mais uma vez, parabéns!

      Excluir