domingo, 23 de março de 2014

Corrida APAV - Correr por quem não consegue fugir


"Correr por quem não consegue fugir" foi a frase em destaque nos dorsais da 11ª edição da Corrida de Solidariedade APAV que o Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna (ISCPSI) organiza anualmente, visando fomentar actividades de apoio a causas sociais e de angariação de fundos para instituições de solidariedade social, num regime de total voluntarismo, potenciando o combate à exclusão.

E nada melhor que o apoio seja à APAV, instituição cuja missão é apoiar as vítimas de crime, suas famílias e amigos, prestando-lhes serviços de qualidade, gratuitos e confidenciais e contribuir para o aperfeiçoamento das políticas públicas, sociais e privadas centradas no estatuto da vítima.

Além do dorsal, realce para as placas dos kms percorridos que não se limitaram a ter o número do quilómetro mas dizendo que já tinhamos corrido x kms por alguém.

Participei pela  6ª vez nesta prova. Em 2006 foi a 2ª da minha carreira, que passados 8 anos já contabiliza o bonito número de 291 corridas, e nessa altura foi a primeira que participei com classificação, já que a inaugural foi a Mini da Ponte.


Em 2007 realizei uma corrida que poderia ter sido histórica pois o meu ritmo daria 49.10 aos 10 kms. Só que nessa altura, a distância era de 9.400 metros, apenas tendo mudado para os 10.000 em 2009. E passados 7 anos continuo a nunca ter baixado dos 50 minutos aos 10 kms, após mais provas com boa média mas sem terem os 10 exigidos e após dois acidentes quando ia quebrar essa barreira.

Hoje, e modéstia à parte, realizei uma excelente prova, na primeira vez que aproximei-me mais do limite após o problema bronco-pulmonar de Janeiro. E abro aqui um parêntesis para informar que na 5ª feira fui conhecer o resultado dum TAC que efectuei e o resultado não foi o melhor pois aquela infecção que apanhei, por obra e graça dum vírus qualquer, provocou danos irreversíveis nos brônquios, o que irá provocar alguns problemas em especial alturas de constipações. A (única) boa notícia é que posso continuar a correr pois o exercício físico ajuda. Devo confessar que desde 5ª andei um pouco abalado com a notícia, normalmente necessito sempre duns dias para começar a adaptar-me e organizar-me mentalmente, o que esta corrida acabou por ajudar também nesse aspecto.

Começando pelo fim, realizei o tempo de 52.33, o que é o meu 20º melhor tempo numa relação de 123 provas de dupla légua (ver aqui), mas o 2º melhor dos últimos 2 anos, apenas batido pela (super) marca de 51.02 no GP de Natal de Dezembro passado.


Se se costuma dizer que um mês após uma Maratona começamos a ver os tempos a melhorarem significativamente, nada pode bater mais certo pois faz hoje 1 mês que decorreu aquela inesquecível Maratona, corrida que, repito, não estava preparado mas que conquistei pela prova mais inteligente, feliz e emocional que fiz. Um momento muito marcante que também quis homenagear hoje.

E como foi a corrida desta manhã? Sempre em crescendo. Atentem os tempos km a km: 5.38 - 5.27 - 5.22 - 5.18 - 5.17 - 5.12 - 5.09 - 5.12 - 5.09 - 4.43
Primeira metade em 27.05 e segunda em 25.28, com particular realce no último quilómetro a 4.43

Como se vê, e atendendo às minhas capacidades, uma excelente prova. Desculpem estes elogios que não são vaidade mas sim orgulho pela bela prestação de hoje.
O único problema que senti foi uma certa dor na área dos pulmões após cortar a meta mas passado pouco minutos já tinha passado.

Quanto à prova em si, esteve com a simpatia e organização esforçada e bem oleada que sempre a conheci nestas 6 edições que tomei parte. Apenas a caminhada deveria partir uns 5 minutos depois da corrida para evitar que alguns caminhantes se coloquem na frente da partida e depois, todos lado a lado, comecem a andar enquanto um pelotão atrás de si está em plena aceleração.  





26 comentários:

  1. Eu tinha cá um pressentimento que o Torpedo Amarelo hoje ia entrar em modo turbo!
    Quando o sinal de um SMS acabadinho de chegar me interrompeu a tarefa de descascar as batatas para o almoço pensei logo; pronto o Torpedo disparou! E acertei mesmo (pena não conseguir canalizar o estes presságios para os números do euromilhões!...).
    PARABÉNS CAMPEÃO!
    Um dia destes estás abaixo dos 50 minutos aos 10 km vais ver! E lá vai a redacção do UK novamente a baixo com a festa caramba!
    Os pulmões vão ver um problema com que vais ter mais cautelas no inverno mas não vão ser impeditivo para corres muito e bem, e volta e meia, ligares o TURBO para tua felicidade e dos teus imensos amigos.
    Se te disse em privado digo-te em público: ninguém mais que eu acredita nas tuas capacidades atléticas!
    Forte abraço CAMPEÃO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Jorge!!!

      Com tanto acreditar, ainda tenho mesmo que fazer os tais 49.59 :)

      Um abraço!

      Excluir
  2. 4:43 no último km é obra :) Este ano, com os treinos de séries no EUL, baixas dos 50 min de certeza. É só escolheres a priva em que queres cometer a proeza :)

    Abraço e boa recuperação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Era bom que fosse assim tão fácil... Com as histórias que já tive, até estar feito, nada de certezas pois certezas já houve muitas :)

      Obrigado e um abraço

      Excluir
  3. Parabéns João...boa prova, e tb eu acredito que ainda vais realizar o teu sonho. Vale a pena lutar por isso. Força!!!
    Abraço

    P.S. Já passou um mês??? Porra....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos ver. Lutar, luto sempre, a ver se chegará :)

      Obrigado e um abraço

      Excluir
  4. Boa noite, joão, Parabéns por mais uma brilhante prova. Gostaria de saber como foi correr com os novos Adidas Supernova, em especial por serem Boost? Abraço.
    António Baptista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Naturalmente, o sapato é semelhante aos modelos anteriores, o que o distingue é a tecnologia boost que notei mais foi no impulso no calcanhar.
      Uma muito boa evolução!

      Um abraço

      Excluir
  5. O Torpedo Amarelo( pintalgado de verde :) ) ataca novamente.
    Quanto aos brônquios, não penses nisso, basta não te constipares...
    Enfim...
    Bom regresso, tá lá quase :)
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é questão de pensar nisso, é o que sinto... Mas agora é uma questão de readaptação

      Um abraço

      Excluir
  6. Prova perfeita, adoro quando a segunda metade é mais rápida que a primeira. Parabéns! Esses 50 vão cair muito em breve, tenho a certeza... Ah, e já agora, 291 provas é extraordinário! No mesmo período de tempo devo ter participado numas 50.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos ver. Lutar vou lutar, vamos ver se consigo.
      Quanto à 2ª metade mais rápida, é como gosto. A Maratona de Sevilha foi a excepção e foi o melhor que poderia ter alguma vez feito :)

      Um abraço

      Excluir
  7. Grande prova!! Grandes tempos, João!!
    Quanto aos auto-elogios não considero que sejam vaidade. Ter a capacidade de se auto-avaliar é uma grande qualidade. Deveremos saber e assumir sempre quando somos bons e quando somos maus. E crescer com ambas as situações!!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  8. Ganda João!!! =)
    Mais uma vez parabéns! Fizeste um tempo espectacular e tendo em conta todos os problemas que te têm afligido ainda é mais de se louvar.
    Beijinhos e uma boa semana para ti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Isa!

      Beijinhos e uma excelente semana também para ti :)

      Excluir
  9. Dá bastante gosto ler os teus posts João! Transmites um gosto pela modalidade fantástico!

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Vítor. Esse é o meu ponto forte :)

      Um abraço

      Excluir
  10. Parabéns, João! Correr "a fugir" por quem não pode fugir! :)
    Tens motivos para estar orgulhoso.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Vi-te por lá no principio da corrida enquanto eu cá estava a "fazer piscinas", precisava de adicionar mais uns Kms de corrida para não quebrar a média semanal e entrei de seguida na prova, ams tenho a certeza que me cruzei contigo! Quanto à minha prova, pensava ter batido o meu PBT, pois não reiniciei o garmin e quando comecei a prova já tinha cerca de 4 Kms em cima das pernas, como tal quando cheguei à meta o atleta imediatamente à minha frente, quando lhe perguntei, disse-me que tinha feito 42 minutos de prova.. quando sairam as classificações, tinha 44m06s, portanto se o tempo do chip está correcto, fiquei a uns 30 segundos do meu PBT.

    Ora tempos à parte, gostei muito de participar, achei a prova bem organizada, mas concordo contigo, o pessoal da caminhada podia partir com 5 min de diferença e/ou começar de um local diferente, para evitar os atropelos

    ResponderExcluir
  12. Ah, talvez me tenhas visto também, eu participei com uma tshirt azul, dos LX Run

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois... é muita gente... Talvez tenha visto, não me recordo :)

      Excluir
  13. Bom, o problema dos brônquios não adianta ignorá-lo porque ele existe e exige cuidado. Mas tem de se ver a situação pela positiva. Apesar desse contratempo o João fez o 2º melhor tempo dos últimos dois anos!

    Portanto, esses brônquios que se preparem porque, mesmo com a "cicatriz de guerra" vão ter muitos m3 de oxigénio para processar, enquanto os 50 minutos não caírem. E vão cair de certeza !

    Um abraço
    Ricardo_A

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certezas já havia há 7 anos atrás... Vamos ver

      Um abraço

      Excluir