domingo, 29 de julho de 2018

No sempre fantástico ambiente da Prova do Bodo no Pombal

Os dois 4 ao Km presentes (eu e Sandra), acompanhados pelo Nuno

Integrada nas festas do Bodo em Pombal, ontem foi dia da 36ª edição da Prova do Bodo, evento que até 2009 tinha a distância de Meia-Maratona e desde 2010 a sua extensão passou a 10 quilómetros, em sistema de 3 voltas num percurso com cerca de 3.300 metros (mais os metros que se fazem desde a partida).

Foi a 4ª vez (2011, 2012, 2016 e 2018) que participei nesta prova que me agrada muito e que me leva a fazer perto de 400 quilómetros no mesmo dia (ida e volta) pois bem o merece.

E merece pelo ambiente de festa onde a corrida se insere, pelas suas gentes, pela organização que sabe o que os atletas gostam e pelo percurso que simpatizo imenso.

Sei que há quem não aprecie o sistema de voltas mas estas são de ida e volta, com espaço visual aberto o que nos permite ter a percepção de como decorre a prova em toda a extensão do pelotão e não apenas no espaço que estamos inseridos, devido aos diferentes ritmos (além do "banho de humildade" ao constatarmos a velocidade que os primeiros levam quando nos dobram...).

Não é um percurso propriamente fácil mas é daqueles que me adapto bem, com uma primeira metade de cada volta em ligeira subida e uma segunda metade em ligeira descida.

Longe, muito longe da forma com que me apresentei aqui da última vez, em que marquei 50.20 o que na altura foi a minha 2ª melhor marca de sempre, antes dos meus cinco sub50, a intenção era um medir de como me situava depois de duas semanas em que pude regressar aos 5 treinos semanais após a entorse no tornozelo e os problemas gástricos que ainda se manifestam.

O ponto de comparação era a Corrida da Lagoa de Santo André, exactamente antes do recomeço dos tais 5 treinos semanais, e onde tinha registado 58.52, apesar da quantidade de treinos não ser sinal de qualidade pois têm andado fracos, ou o possível para o momento actual.

O plano dizia que a primeira volta tinha que ser a gerir, para não colocar em causa o seu todo, e a ganhar balanço para aumentar na 2ª e dar tudo o que restasse na 3ª e última.

A terminar a primeira volta
Assim estava planeado e assim foi. Finda essa necessária gestão na primeira volta, senti que a coisa estava controlada e comecei a apertar, ganhando confiança com as sensações. Cedo apercebi que a marca da Lagoa (com percurso mais fácil) seria batida e entraria no minuto 57, não descurando o 56.

Na última volta aguentei o máximo na subida, já a calcular para o 56 e dei tudo no último quilómetro e meio (o último km foi o mais rápido dos 10 com 5.11), conseguindo cortar a meta em 56.40, o que me deixou muito feliz. Senti que dei tudo e a prova provada foi a ligeira tontura que senti quando parei após a meta, sinal que não havia mais nada para espremer.

As comparações só são válidas para o que é comparável e portanto não adianta estar em comparações com tempos que ainda recentemente fazia e onde um 56.40 seria considerado fraco.
A comparação tem que ser realizada no momento actual e diz que retirei 2.12 à marca de duas semanas antes, sinal evidente da evidência que é os resultados melhorarem ao poder treinar livremente sem os condicionalismos que me afectaram.

A iniciar a 3ª e última volta
Agora, a próxima prova é apenas daqui a quase 2 meses (23 de Setembro Corrida do Tejo) e até lá muitos e muitos treinos estão planeados com um aumentar gradual e consistente de quilómetros rumo ao objectivo da época, Maratona de Valência a 2 de Dezembro.
Que as lesões e outros problemas se mantenham afastados que o resto faço eu.

Uma boa semana a todos e umas óptimas férias para quem as está a gozar!






12 comentários:

  1. Muitos parabéns por mais uma prova!
    Bela evolução. a que os resultados demonstram!
    As coisas estão a compor-se, força nisso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esperemos que sim :)

      Beijinhos e obrigado

      Excluir
  2. Muitos parabéns! :) É uma excelente evolução, e, mais uma vez, mostras uma capacidade incrível de respeitar o teu corpo e o teu ritmo, e saber bem o que esperar!

    Boas "férias" das provas, e muito bons treinos! Queremos ir sabendo dessa evolução!

    Um beijinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Inês!
      Vou dizendo sim :)

      Beijinhos

      Excluir
  3. No bom caminho! Vamos lá João, aproveita bem as férias. Vai dizendo coisas, até Setembro falta muito! ehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Filipe. Vamos ver se tudo corre bem.
      Vou dizendo sim :)

      Um abraço

      Excluir
  4. João, mais uma prova superada.
    Parabéns.
    Bons treinos rumo á melhor forma para Valência.
    Abraço
    MIKE
    Happyrun

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Mike!

      Um abraço e boas corridas

      Excluir
  5. Muito bom!Mais uma boa marca , nesta fase tudo o que seja terminar bem já é bom .Abraço amigo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Joaquim! Vamos ver se a coisa continua assim

      Um abraço e boas corridas

      Excluir
  6. Boa :):):) … sigaaa a camioneta :)
    Grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Carlos! Vamos ver se a camioneta dá para seguir.

      Um abraço

      Excluir