quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Na 1ª Corrida de Agradecimento ao Dador (obrigado S.Pedro pela trégua!)

Em formação de equipa, com o Aurélio, a chegarmos à meta e apanhado como  gosto, com os dois pés no ar

Disputou-se hoje, neste feriado reconquistado, a 1ª edição, espero de muitas, da Corrida & Caminhada de Agradecimento ao Dador, em pleno Parque das Nações.

Este evento teve como objectivo não só agradecer ao dador de órgãos e sensibilizar as pessoas para a doação de órgãos, mas sobretudo incentivar e consciencializar para a importância da prática de exercício físico na sua população específica e na população em geral.

O valor angariado reverteu a favor do GDTP - Grupo Desportivo de Transplantados de Portugal e destina-se a apoiar o desenvolvimento do plano de actividades para a promoção do exercício físico e do desporto na população transplantada e candidata a transplante, nomeadamente nas áreas da educação, formação, investigação, lazer e competição.

A equipa presente, eu, Conceição (caminhada) e Aurélio
Com uma organização cuidada e atenta, tudo correu pelo melhor. Só foi pena o dia não ter estado bonito para embelezar mais a prova mas não nos podemos queixar pois, uma vez mais, São Pedro foi amigo, dado que a chuva que caiu insistentemente parou 5 minutos antes da partida!
(já agora, São Pedro, e não querendo abusar, dava imenso jeito não chover no domingo de manhã e, especialmente, não haver vento. Desde já o meu agradecimento!) 

Pouco depois da partida
Após uma corrida de 10 km no passado domingo onde puxei como se recordam e antes da Meia de domingo onde tenciono fazer o mesmo, esta prova tinha como única intenção a presença, rolando a um ritmo calmo para poupar.

Acabou por ser mais rápido do que queria, pois se apontava para uns 5.50 / 5.55 de média, acabei por fazer os quase 8 km do trajecto em 5.36, isto porque tive que ir mais rápido para aquecer pois estava com frio!

Efectuei a corrida sempre ao lado do Aurélio, no que foi uma rica companhia.

Agora, venha domingo e a Meia-Maratona dos Descobrimentos.



Simpático cartão de agradecimento (fazendo jus ao nome) que estava no saco de final de prova

2 comentários:

  1. Pois é o que se chama correr para aquecer!
    Um dia conto-te a historia de uma vez em que me aconteceu o mesmo no treino / teste de 4 horas paras as 12 horas VRSA. Além de acelerar o andamento ainda me fartei de chamar nomes a mim próprio também para não arrefecer! Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso significa que aqueceste as orelhas com os auto-insultos! :)

      Um abraço

      Excluir