domingo, 14 de agosto de 2016

Títulos possíveis: a) Que bicho me mordeu? b) Que ano de records! c) Os meus 30 mais rápidos de sempre (e por mais de 5 minutos e meio!)

5.57 foi a hora que dei início ao treino. Este treino estava estipulado como mínimo de 27 mas sempre o pensei como de 30 quilómetros. Assim, iria gastar mais de 3 horas e acabar às 9 e pouco. Se começasse às 7 iria já terminar às 10 e pouco e com o calor que tem estado iria custar.

Felizmente, hoje esteve menos temperatura. Na semana passada em horário mais ou menos semelhante, estiveram 26 graus à partida e 32 à chegada. Hoje foram 19 na partida e 23 no final. E isso fez toda a diferença para quem tem treinado tanto e com tanto calor e agora apanhei menos uns quantos graus.

E o dia nem prometia. Ao contrário do habitual, hoje custou-me imenso levantar e parecia um zombie a arranjar-me.

No entanto, tudo mudou quando comecei a correr. De tal maneira que ainda com escassos quilómetros pensei "eh lá, hoje parece que estou possuído!". Cedo constatei que iria fazer 30 e bem.

Mas foi aos 12 que tudo mudou. Olhei para o tempo de passagem e pensei no meu record dos 30. Tive então esta conversa comigo mesmo:
Disse para mim "Ouve lá, isto hoje está muito bom..."
Ao que respondi "Está, não está?"
Ao que perguntei para mim "E então se..."
Respondendo de imediato "Bora!"
E intensifiquei o ritmo.

Sucedeu-me então algo estranho como no fantástico record nas Fogueiras, em cada quilómetro sentia-me melhor!

Tinha feito 30 quilómetros por 15 vezes. 9 em treino (melhor em 3.20.48) e 6 vezes passagem em Maratona (melhor 3.14.47 na minha primeira, Dezembro de 2012, Maratona de Lisboa).

E foi com os olhos nesses 3.14.47 que continuei a dar-lhe bem. De tal maneira que bati esse record por 5 minutos e 36 segundos, perfazendo 3.09.11

E os melhores dados são estes: Primeira metade em 1.37.32 e a segunda em 1.31.39 (segunda metade quase 6 minutos mais rápida!).
E qual o quilómetro mais rápido? O 30º e último!

Nos últimos 3 meses é o 4º record que bato. Por ordem: 3.000, 15.000, 1.000 e 30.000 (e o dos 10.000 ficou por 12 segundos)

Justificações para este momento de forma? Intensificação de treinos, fazendo o equilíbrio entre quantidade e qualidade (daí o tanto ter records em distâncias maiores como 15 e 30 km, como em curtas de 1 e 3 km).. 

Aqui, só costumo relatar estes longos de fim-de-semana mas treino 5 vezes por semana. Durante a semana, entre treinos de recuperação e normais, intercalo com treinos a puxar, progressivos e séries.

Séries já todos sabem como é. Os que chamo a puxar é colocar uma média puxada e fazer 10 a 15 km nessa média. Quanto aos treinos progressivos (esta designação é minha pois não os costumo encontrar relatados em mais sítios), são treinos de 10 a 12 km onde o primeiro quilómetro é de aquecimento e a partir daí cada quilómetro tem que ser mais rápido que o anterior. De início é fácil mas para o final começa a custar pois, além do cansaço, fazer melhor que o anterior começa a ser complicado por já estar muito puxado. Mas quase sempre consigo.

Todo este esforço e intensificação de treinos está a dar os resultados que se vêem. Um só pormenor muito importante. Comparando os quilómetros que fiz de 1 de Janeiro a 14 de Agosto de 2015 e 2016 (e 2015 foi o ano que mais quilómetros fiz até então), este ano tenho mais 409 quilómetros nas pernas que em 2015 (mesmo com aquela paragem de 3 semanas em Fevereiro por lesão no gémeo direito e que me custou uns 130 quilómetros).

Há que continuar o bom trabalho. Tem-me saído e bem do pêlo mas os resultados estão aí...

Uma boa semana a todos e uma excelente continuação de grandes emoções nos Jogos Olímpicos!

20 comentários:

  1. Não sei se estou a sonhar, mas um dia tu disseste-me que já não tinhas idade para melhorar. Pois bem aqui está a prova do contrário! A corrida é um desporto fantástico não é?

    Um abraço e continua com essa força!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eh eh eh! Em termos científicos é uma realidade. Mas, pelos vistos, gosto de contrariar a ciência...
      E ainda hei-de fazer uma Maratona aos 100! (ainda recentemente o Papa Francisco disse que devemos sonhar com utopias para ver se se realizam!)

      Um abraço e obrigado

      Excluir
  2. PARABÉNS TORPEDO AMARELO!
    (O resto do comentário fica lá para Novembro! :) )

    ResponderExcluir
  3. Ó homem, tu dalhe!

    Abraços frescos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ó homem, eu doulhe!
      Dalhe tu também :)

      Um abraço e força

      Excluir
  4. João, ainda há dias me lembrei de ti quando estava a ver as primeiras eliminatórias da prova de 100 metros. Ao apresentarem os velocistas lá estava um - Kim Collins - que está na melhor forma de sempre, tendo batido o seu record pessoal em Maio, um mês depois de completar 40 anos.

    Grande abraço e continua a desfrutar dos bons resultados desses treinos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Nuno e força para ti!

      Um abraço

      ps - Fico sensibilizado que ao falarem dum campeão te tenhas lembrado de mim (ih ih ih)

      Excluir
  5. João... estás aí para as curvas! :)

    Força!

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E dizes bem, para as curvas pois não me dou muito bem com longas rectas :)

      Um abraço e obrigado

      Excluir
  6. Mas ca ganda treino!!!
    Tu estás na tua melhor forma de sempre! Coisas muito boas irão ainda acontecer até ao final do ano ;)
    Força João! Dá-lhe!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou sim na melhor forma de sempre. Para tal, muito tenho treinado :)
      E sim, se não houver lesões, muita coisa pode acontecer :)

      Beijinhos e obrigado

      Excluir
  7. Com essas velocidades ainda te despistas, homem!! :)))
    Realmente, quem se dizia que já tinha encostado às boxes... Ainda andas e andarás a virar muito frango!!
    Beijinho e (continuação desses) bons treinos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Anabela!

      Quando estive nas boxes, puseram-me uns pneus novos para não me despistar :)

      Beijinhos e FORÇA!

      Excluir
  8. Muitos parabéns João. Em grande. Estava a ler o tipo de treinos que andas a fazer e a pensar "tudo muito bem, mas para mim tem essencialmente a ver com os km a mais" ... é o que se tem passado comigo, tenho feito muito mais km e mesmo sem grandes treinos específicos de velocidade (series, e afins) tem sido recordes atrás de recordes ... os casos são parecidos na minha opinião :)
    Grande Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Carlos!

      E não tenhas a menor dúvida que são os km a mais (e a frequência de dias). É que esse tipo de treinos não é, de modo algum, novidade para mim. O nº de km é e de que maneira! :)

      Um abraço amigo e FORÇAAA!!!

      Excluir
  9. Muito bem João!
    Estás a treinar forte e feio.
    Também acho que o número de km feitos, tem muito a ver com a tua evolução.
    Estás a ser uma inspiração para nós, temos de dar corda aos sapatos, se queremos chegar perto de ti:)

    Grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Vítor! O treino compensa :)

      Um abraço

      Excluir
  10. Como o vinho do Porto! Não me conheces João mas já te sigo há algum tempo e é sempre bom ver a evolução muito positiva de um colega! Um abraço nortenho :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Pedro!

      Será que nos conheceremos quando for à Maratona do Porto?

      Um abraço e boas corridas :)

      Excluir