domingo, 6 de março de 2016

Barcelona... Vamos a isso!

Falta uma semana para a Maratona de Barcelona e muito sucedeu de positivo nestes dias.
Curiosamente, a semana até começou mal pois fui treinar na 2ª feira e tive que ficar perto dos 2 km, após ter parado 3 vezes para alongar. A coisa parecia novamente complicar-se mas esta foi a última contrariedade que o gémeo da perna direita colocou.

Na 4ª feira pude correr 10 km, parando apenas por volta do 1,2 km para alongar. Depois manteve-se aquela dor mas não limitativa e, após os 5, até atenuou.

Incrível foi a comparação entre os 20 km de Cascais, 3 semanas e meia antes, onde realizei uma prova fantástica e acabei bem, e as dificuldades que senti agora para completar 10 km. O que se perde com uma paragem de 3 semanas! 

Na 6ª feira, novo treino de 10 km. Agora, pela primeira vez desde a lesão, sem nunca ter parado para alongar. Senti aquela impressão entre o 1º e o 4º quilómetro mas depois atenuou e houve mesmo momentos que desapareceu. 
Neste treino tive a sorte de poder ter corrido os últimos 4 km com companhia, o que é sempre uma ajuda. Foi com o António Almeida e Carlos Mendes (do Mundo da Corrida).

Hoje foi dia de tentar 15 km. De início até me assustei um pouco porque, ao contrário de 6ª, tive que parar aos 1.400 metros para alongar. Mas depois a coisa acalmou por volta dos 3 (na 6ª tinha sido aos 4), tendo ficado apenas residual.
Feliz por ter feito a distância mas sei bem o que me custou chegar a apenas 15. O certo é que há menos de duas semanas nem um quilómetro conseguia e hoje fui até aos 15. 

E é assim que se aproxima o grande dia. O meu sistema defensivo recusa-se a dar ouvidos à razão. Ela pode alegar que se me está a custar concluir assim distâncias de 10 e 15, como conseguirei 42? Ignoro a sua chamada de atenção para o facto de nas 5 semanas antes do tiro de partida pouco ter corrido e não ter realizado nenhum longo. Poderá mesmo dizer que não estou em condições para enfrentar uma prova extrema como a Maratona.
Mas, o que me move é a paixão. E essa paixão relembra-me que não estava em condições em Sevilha e terminei. Recorda-me o quanto quero a meta de Barcelona, e o que já sofri a ver esta lesão só a contrariar e a sentir que tinha perdido a Maratona, e isso é uma força poderosa.

Portanto, estejam descansados que, se nada mais me suceder, cortarei aquela meta. Para isso, tenho que ser inteligente e gerir muito bem a prova e o seu tempo limite. 
O maior ponto de interrogação, é o que poderá suceder ao músculo. Sabe-se que com o aquecimento, a coisa melhora, desconhece-se é o que poderá acontecer quando se entrar naquela fase de fadiga.
E sim, estou consciente que correr uma maratona nesta fase poderá agravar a lesão e obrigar-me a uma paragem maior. É um risco que assumo e aceito. O meu grande objectivo deste ano é esta Maratona e é por ela que irei dar tudo.

No próximo artigo já a relatarei. Até lá! 

24 comentários:

  1. Simplesmente Olé Barcelona!
    Acredito que vais conseguir!
    Vou sofrer mais a acompanhar-te desde lado do que sofri nas minhas 4, modestas, maratonas!
    (Apenas um conselho: na véspera da prova não te metas a fazer turismo pedestre por Barcelona! Poupa-te o mais possível!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Jorge
      A seguir a ter escrito este artigo, isto complicou-se e agora estou um pouco aflito. Espero que seja passageiro...

      Excluir
  2. Eu acredito. Muita força João!!!
    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Carlos!
      Apanhei um susto cerca duma hora após ter acabado o treino e depois de ter escrito este artigo pois comecei a ter dores fortes mas agora está mais calmo.
      Se assim foi depois de apenas 15, imagina o que será após 42. Mas se isso suceder é sinal que fiz os 42 :)
      O meu medo é se dá durante a prova.
      Mas tudo irá correr bem
      Um abraço e obrigado

      Excluir
  3. Pois eu acho (sei que não tenho que achar nada) que se deve dar ouvidos ao corpo...
    muita sorte e boa prova, vai correr tudo bem de certeza, beijinho

    ResponderExcluir
  4. Bom, os gémeos são teus e já provaste saber gerir o esforço, as limitações fisicas e tudo resto.

    Assim, FORÇA!

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado jnr. É isso mesmo! :)

      Um abraço

      Excluir
  5. Força, João! Faz a Tua prova. Que tudo corra bem!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Rute!
      Que eu possa fazer a minha prova :)

      Beijinhos

      Excluir
  6. Eu acho (e também não tenho de achar nada... Ou até tenho! Como tua fã e seguidora sinto que tenho o direito a dar o meu bitaite, ora essa...) que deves ir! Deves ir e dar o teu melhor.
    Sei que és uma pessoa madura o suficiente para parar se o corpo o exigir. Tenho a certeza que não cometerás nenhum disparate.
    A maratona é o teu sonho, mas lembra-te que elas estão sempre lá. A estrada estará lá sempre para te receber. Em Barcelona ou noutro sítio qualquer!

    Vamos lá, moço! Coragem e sorte!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Anabela pelo teu precioso bitaite :)

      Beijinhos

      Excluir
  7. João
    se o músculo deixar claro que saberás gerir para acabar abaixo do tempo limite.
    Acredito que a adrenalina da maratona poderá "esmagar" essa dor.
    Seja como for uma boa maratona meu caro.
    Abraço.
    António Almeida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado António! Assim o esperemos

      Um abraço

      Excluir
  8. Força João.
    Acredito que vais conseguir. A vontade que tens em completar a maratona vai ajudar te a chegar á meta.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Tiago!
      Para esta maratona, é a minha única arma.

      Um abraço

      Excluir
    2. e haverá melhor arma do que a força de vontade?
      Que corra tudo bem. Depois quero um relato á João Lima :-) Barcelona está nos meus objectivos para 2017.

      Abraço

      Excluir
    3. Ok, fica então combinado um relato à maneira.
      E que possas lá ir em 2017 :)

      Um abraço e obrigado

      Excluir
  9. Força nisso João!
    De certeza que vais ultrapassar essa meta!

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado João, assim o espero!

      Um abraço

      Excluir
  10. Vamos a isso! =)
    Vão ser dias muito felizes e o dia 13 será o mais feliz de todos :)
    Estou a fazer todas as macumbas e mais algumas para que no dia estejamos todos relativamente bem e consigamos terminar mais uma maratona, a nossa sexta!

    Beijinhos e VENGA VENGA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos a isso, amiga! Rumo à sexta!

      Beijinhos :)

      Excluir
  11. Como praticamente sempre, vais-nos surpreender e passar a meta que ambicionas. Os nossos músculos estão sempre a surpreender-nos e têm mais "memória" do que aquela que nós pensamos :)

    Um abraço e força!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esperemos que sim, Vitor! A verdade é que não é só o músculo que me preocupa, com esta paragem de 3 semanas, a forma foi-se e vamos ver como será tentar aguentar 42 km.
      Muito obrigado, um abraço!

      Excluir