domingo, 28 de fevereiro de 2016

Ponto de situação a 2 semanas

Mais uma semana passou (ou devo dizer, voou?) e estamos a apenas duas da Maratona de Barcelona.

E a situação continua periclitante mas a apresentar, finalmente, alguma melhoria mas muito ligeira para o que se pretende.

Tudo tenho tentado para debelar ou atenuar esta lesão. Lesão que, a propósito, já se conhece a sua causa. Nada teve a ver com o esforço de Janeiro nem abuso de quilometragem. 
Recordam-se do mês de Dezembro onde andei a lutar contra as reacções dum maldito antibiótico em virtude duma infecção num dente? Na altura referia que me tinha atacado as pernas de forma muito estranha. Pois este antibiótico é daqueles que se prolongam no organismo e atacou este músculo. Daí a dificuldade dos especialistas em entenderem porque não reagia ele à contratura.

Com auxílio de agulhas (muito obrigado Orlando Duarte pelo precioso conselho!), pude correr qualquer coisa na 4ª feira, após uma seca de duas semanas e meia.
Não apareceu aquela dor impeditiva de continuar (entre os 200 e os 400 metros), mas sim uma dor perto do quilómetro que me obrigou a parar, alongar, dar um ou dois passos e depois retomar. Isto de quilómetro em quilómetro durante 4 mil metros. 
Na sexta feira o mesmo cerca do final do 1º e 2º quilómetro mas depois deu aproximadamente 3 quilómetros seguidos, tal como ontem.

E hoje fiz 7 km mas com as necessárias paragens para alongar. Só que a juntar-se a este problema, desde ontem que tenho uma certa dor na articulação do pé direito (o do gémeo), o que deverá ter sido por postura defensiva.

Têm sido problemas sobre problemas, obstáculos sobre obstáculos, o tempo a voar e aquela excelente forma que tive até aos 20 Km de Cascais a emigrar para outras paragens.
Cascais foi apenas há 3 semanas mas parece estar já muito longínquo no tempo, tal a maneira como corro agora, pois essa forma volatilizou-se. É incrível como a forma leva um sumiço deste.

Como nos próximos dias não dará para correr mais do que tenho feito, apenas estes treinos curtos para auxiliar o gémeo ir ao sítio o melhor possível, irei alinhar à partida duma Maratona onde nas últimas 5 semanas, passei a primeira metade sem correr e a segunda aos bocejos. A última distância digna de jeito, 5 semanas antes. 
Assim, vou alinhar (caso isto não piore) sem resistência nem musculatura treinada para uma distância desta. Com um gémeo "coxo" e a ter que alongar algumas vezes.

Terá lógica alinhar assim, poderão estar a questionar?  
Pois entre a razão e o coração, já sabem o que gosto de seguir. Tenho a Maratona perdida, portanto a única coisa que me resta é ir lutar por conquistá-la. Caso não dê, saberei que ao menos lutei até ser completamente impossível, pois enquanto existir uma minúscula grama de esperança, estou na luta!

Tal como em Sevilha, a contas com uma infecção pulmonar (mas ao menos com as pernas boas...), terei que ser bastante inteligente a gerir a prova. O tempo, como sucede em qualquer Maratona que participo, não interessa (desde que dentro do limite). O que conta é a meta e a consciência que dei todo o possível em cada segundo.

Como as coisas andam, só espero é não surgir mais nenhuma contrariedade. O diabo não pode estar sempre atrás da porta.

Espero para a semana poder vir aqui dar um ponto de situação melhor. O tempo está a esgotar-se, mas eu quero escrever história a 13 de Março!
       

14 comentários:

  1. Eu apoio incondicionalmente seja qual for a tua decisão, pois só tu sabes o que é melhor para ti. Força grande João!!
    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Como sócio fundador, presidente, tesoureiro e secretario do Clube de Fãs do Torpedo Amarelo eu acredito, incondicionalmente, que o próximo dia 13 vai ser um dia feliz para ti e para o clube! ;)
    Aquele abraço campeão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela confiança! Espero poder retribuir :)

      Um abraço

      Excluir
    2. Eu, como sócio do Clube, estou solidário com as palavras do presidente!

      Força João!

      Abraço

      Excluir
  3. Nunca se vira a cara à luta.
    Até ao lavar dos cestos ainda é vindima.

    E podia continuar por aqui fora a citar-te mil e uns dizeres. Acho que deves ir e tentar. Se não conseguires vais ficar muito triste, todos sabemos. Tu e nós que te apoiamos.
    Foste, tentaste e... Logo se verá! Pode haver algures uma estrelinha a brilhar para ti...
    Beijinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso Anabela. Pode ser que reencontre lá a santa milagreira de Sevilha :)

      Obrigado e beijinhos

      Excluir
  4. Paciência, persistência e esforço, é o punhado de virtudes que envio com optimismo deste lado para que consigas chegar áquela meta no dia 13 de Março!
    Força, João!!!
    Sofia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Sofia!
      Hoje isto tornou a piorar... Está muito complicado.

      Beijinhos

      Excluir
  5. Vais passar uns belos dias em BCN e dar o teu melhor por aquilo que treinaste. Depois, na hora e consoante o cenário, logo agirás conforme o coração e consciência ditarem. Independentemente do resultado, tens um mergulho na piscina à tua espera. ;)
    Força!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mergulho na piscina será bom. Mau é se apanhar é um balde de água fria.
      Apesar disto ontem ter-se complicado, vou lutar at´não ser mais possível.

      Beijinhos e obrigado

      Excluir
  6. Só vim aqui dizer que dia 13 vais fazer história =)
    BORA!!!!
    Beijinhos e desejos de uma rápida recuperação

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado amiga pela tua confiança :)

      Beijinhos

      Excluir