domingo, 6 de julho de 2014

Dose dupla: Da Estrada à Pista e Madrugada a Correr


Quando fiz as inscrições para o Da Estrada à Pista e Madrugada a Correr, com partidas separadas por cerca de 12 horas, não fazia ideia da semana que iria passar.

Para quem já fez uma colonoscopia, sabe bem do que estou a falar, com uma preparação de 3 dias à base duma dieta de fome, com as últimas 24 horas sem poder comer o que quer que seja, a ter que tomar um medicamento que provoca o caos, etc, etc
O exame não detectou nada de especial mas o que é certo é que o problema continua, muito agravado desde então.

Foi assim, preso por arames, que enfrentei estas duas provas.

4º Da Estrada à Pista


Pela primeira vez no Estádio 1º de Maio, após as 3 primeiras edições na Pista Moniz Pereira, o Da estrada à Pista regressou após um interregno dum ano mas mantendo toda a sua originalidade e utilidade em dar a conhecer ao atleta de pelotão o mundo da pista.

4 séries de 5 mil metros, consoante o escalão, numa participação que aumentou em relação às anteriores mas que ainda dá espaço a muito mais atletas virem conhecer uma sensação diferente e sempre agradável, quebrando porventura alguns mitos.

A primeira série era para os masculinos mais de 45 anos, logo a minha. As seguintes já apanharam a temperatura a descer e alguma sombra na pista mas nós ainda corremos com um sol que estava forte e sem sombra. Mas como a idade também nos faz mais resistentes (dizemos nós), lá se correu em bom estilo.

Logicamente que não posso comparar com os tempos que fiz nas duas anteriores edições, 24.25 em 2011 e 25.01 em 2012, devido ao que se sabe e expus no início. Na realidade, e devido à recuperação do exame, pensava que me iria arrastar. O meu sonho mais optimista falava-me em 27 minutos mas consegui marcar 26.37 o que me deixou muito feliz. Muito cansado mas muito feliz :)



1ª Madrugada a Correr

Com o amigo Jorge Branco antes da partida

Exactamente 11 horas e 42 minutos após cortar a meta no 1º de Maio, estava a iniciar a 1ª Madrugada a Correr, prova com início marcado para as 5.47 da manhã, em frente ao Estádio Nacional, com ida e volta a Algés e final na pista do Estádio.

Um conceito muito bem engendrado e que surpreendeu com os inscritos a chegaram aos 700 (soma de com e sem chip). Classificaram-se 425, número a que se juntam os caminheiros que não levavam chip, o que deverá ter dado na casa das 6 centenas.

Tudo correu muito bem organizado sendo que a única coisa que falhou não é da responsabilidade dos organizadores. É que a intenção era arrancar de noite e chegar de dia, vendo o sol nascer. Porém, ninguém viu o sol pois a chuva que caiu desde o 2º quilómetro impediu-o de aparecer. Fica para o ano.

Após ter-me esforçado bem na véspera, esta foi para um ritmo mais suave (44.28 em 7 kms), sempre muito bem acompanhado pelo Jorge Branco cuja prova era apenas o primeiro terço do que ele ia realizar.

Os primeiros 4,5 correram bem mas nos últimos 2,5 já comecei a pagar a semana que tive e as pioras que tenho sentido.

Claramente, esta prova é um conceito a repetir


20 comentários:

  1. Podes não ser um ultra maratonista mas és um ultra atleta, um dos "duros" do pelotão!
    Curvo-me, respeitosamente, perante o teu extraordinário fim-de-semana em termos atléticos!
    Muito poucos ousariam fazer o que tu fizeste nas tuas actuais condições de saúde!
    É sempre um prazer renovado fazer uma prova ao teu lado mas claro que só o consigo quando, por qualquer razão, desligas o “turbo”
    Rápidas melhoras e forte abraço “irmão”!

    ResponderExcluir
  2. É realmente preciso coragem para fazer duas provas num fim de semana! Grande João!

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já fiz várias vezes, a situação deste fim-de-semana é que era diferente

      Um abraço

      Excluir
  3. É pá...nessas condições não é mesmo para qualquer um fazer duas provas num dia - és um Campeão e mai nada!!. Nunca corri em pista, pelo que era capaz de gostar de fazer esses 5km....mais não pq era capaz de ficar zonzo com tanta volta :) ...na Madrugada a correr falhou o que felizmente o homem não consegue controlar - mas quem é que vai imaginar que em pleno Julho teríamos um tempo assim :( ...mas valeu pela companhia :)
    Grande abraço João, com os desejos que essa "coisa ruim" vá pra bem longe e o mais rapidamente possível, para que possas voltar aos treinos e provas normalmente - é que tens um prémio para entregar PESSOALMENTE a um perneta que anda por aí lá para inicio de Novembro!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O prémio está bem guardadinho para entregar pessoalmente a alguém que se intitula de perneta mas que corre como o vento :)))

      Um abraço, Carlos

      Excluir
  4. Muitos parabéns pelo resultado em ambas as provas, com tão curto espaço de recuperação entre as duas e nessas condições!
    Essa da Madrugada tem um conceito bastante interessante, pena a partida do tempo.
    As melhoras, xô doença chata!!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. É para muitos poucos realmente.
    A ver se a nuvem que tapou o sol se vai definitivamente embora!
    abraço

    ResponderExcluir
  6. Mesmo em esforço tiveste uma brilhante participação. E fazer outra prova no dia seguinte... é de elite!

    Abraço e boa recuperação :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. He he, sou duma "elite" que se arrasta muito... :)

      Obrigado e um abraço

      Excluir
  7. Tu és um exemplo de coragem para todos nós!
    É um orgulho imenso ter-te como amigo e colega de equipa.
    Grande prova na pista! E a Madrugada a Correr parece ser um novo conceito bastante interessante.
    Parabéns por mais duas provas no currículo. Qualquer dias vais nas 400!
    Beijinhos e bons treinos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelas tuas palavras, Isa, que me sensibilizam, em especial vindo de quem penso exactamente o mesmo que escreveste, pois para mim é um orgulho imenso ter-te como amiga e colega de equipa :)

      Beijinhos e força para o grande objectivo :)

      Excluir
  8. Muito bem João , boa recuperação.abraço

    ResponderExcluir
  9. Bravo João, por tudo e não só no aspecto desportivo.
    Abraço

    ResponderExcluir
  10. Bem... Com todas essas peripécias na semana anterior a estas duas provas, os resultados obtidos são ainda mais importantes! Parabéns!

    ResponderExcluir