domingo, 27 de julho de 2014

Acelerar (devagarinho...) no Autódromo de Portimão

Eu no Autódromo de Portimão :)

Independentemente do fraco tempo que fiz, adorei a experiência e a grande organização que esteve por trás desta excelente 1ª edição da Corrida Jumbo no Autódromo de Portimão.

Após ter corrido no Autódromo do Estoril no mês passado, fui de propósito a Portimão passar o fim-de-semana pois não queria perder a oportunidade de conhecer por dentro o Autódromo Internacional do Algarve.

Em pleno esforço

O percurso do Estoril, conheço-o de olhos fechados, pelos incontáveis dias que passei lá a assistir a grandes provas automobilísticas, pelas vezes que o percorri do lado de fora, e por lá ter conduzido e sido conduzido.
O de Portimão, apenas conhecia o seu exterior e as corridas pela televisão. E se pelo ecran dá para aperceber que tem uma constante de subidas e descidas, não dá para ter ideia do muito que se sobe e desce. Em especial, 4 longas e duras subidas e descidas em cada volta, o que soma 8 no total das 2 voltas, às vezes com a dificuldade adicional de sermos empurrados pelo muito vento que esteve presente.

O pelotão e os diversos tons da montanha

No entanto, e apesar de ter dado algum contributo, a principal razão para o fraco tempo não foi a dureza do percurso ou o vento. Há dias assim em que nos sentimos bem, como me sentia, que nos esforçamos bem, mas ao olhar para o relógio, quilómetro a quilómetro, não vemos esse esforço reflectido no relógio, não sai velocidade. Foi o caso, daí a marca de 1.01.14, muito acima do que desejava realizar antes desta pausa de mês e meio das corridas (que não dos treinos pois esses vão começar a sério para a Maratona do Porto).

Na parabólica interior

Parte do pelotão vai, outros ao fundo vêem 

As infra-estruturas deste circuito são excelentes, não ficando em nada a dever aos grandes circuitos internacionais. Quanto à organização, a HMS, e tal como já referi, foi igualmente excelente, aliando o profissionalismo ao grande cuidado com o atleta.

Em resumo, uma prova que fica na minha melhor memória, provando que nos podemos, e devemos, divertir e tirar o máximo de prazer, mesmo quando foi colocado um ambicioso objectivo pessoal que ficou a anos luz.

Nem o semáforo da partida faltou

Para a história fica o registo de 232 classificados na prova dos 10 kms a que se juntam mais uns quantos na caminhada de 5 kms e nas corridas Rik e Rok para os jovens. 
A seguir ao Atletismo, disputou-se uma corrida de bicicletas.

Os dois primeiros andaram juntos até à meta, vencendo Jorge Varela

Ana Dias corta a meta como vencedora feminina

Quanto à corrida, os vencedores foram Jorge Varela (34.19) e a veterana internacional Ana Dias (38.41) que não quis deixar de estar presente, ela que é a bandeira do Atletismo feminino no Algarve.



Prontos para a partida

16 comentários:

  1. Para o ano tenho de participar numa dessas provas num autódromo (desde que seja a horas decentes para não derreter com o calor). Deve ser uma excelente experiência!

    Parabéns por mais uma prova João!

    Um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sem dúvida uma óptima experiência!
      Quanto ao não derreteres, esta foi às 19 horas e para o ano estão a pensar colocar o Estoril também às 19, o que ajuda imenso.

      Um abraço

      Excluir
  2. Divertiste-te à brava...isso é que foi importante.
    Grande Abraço

    ResponderExcluir
  3. Definitivamente tenho que experimentar uma destas corridas.. Fico sempre admirado quando percebo que os circuitos não são planos! Como nunca fui a nenhum, penso sempre que são como as pistas de carros eléctricos que tinha quando era puto eheh A tua corrida é a prova que podemos tirar o máximo de proveito do atletismo sem sequer pensarmos em posições ou tempos. Parabéns e venha a próxima!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Definitivamente, tens! :)

      Um abraço

      ps - Quanto à próxima, só a 13 de Setembro nas Lampas

      Excluir
  4. Adorei as fotos! Então aquela tua está um espectáculo! Ah atleta de garra!

    Deve ter sido uma excelente corrida com essa paisagem e esse sobe e desce todo que só torna as coisas mais desafiantes. Estás de parabéns pelos obstáculos ultrapassados!

    Beijinhos e bons treinos rumo ao Porto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Isa!
      Foi sem dúvida uma excelente corrida num excelente local e as fotografias mostram isso mesmo.
      Quanto à minha foto, foi bem apanhada pela Mafalda :)

      E venha o Porto :)))

      Beijinhos e continuação de bons treinos rumo a Arga. FORÇA!!!

      Excluir
  5. Engraçado, porque quando penso num autódromo nunca associo a subidas e descidas! Penso numa pista sempre a direito (pelo menos na tv parece... ihih :) ) Não podia estar mais enganada, pelos vistos!
    Nice pic do atleta em esforço!! :)
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Normalmente são um pouco ondulados, mas na televisão não dá bem para ver.
      Ainda ontem disputou-se o grande prémio da Hungria e pela televisão parece que o circuito é sempre plano mas posso garantir-te que não é nada plano (já dei lá uma volta num táxi Skoda em 1995!)

      Beijinhos e obrigado

      Excluir
  6. Ora aqui está algo que desconhecia... Autódromos com subidas... :D
    Estamos sempre a aprender :)
    Pode não ter sido um grande tempo mas o importante é que te divertiste :D

    Um beijinho enorme

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas foi um grande tempo... não foi curto... (o português dá sempre para um lado ou outro!) :)

      Beijinhos e boas e merecidas férias :)

      Excluir
  7. Parece-me que foi um bom treino para as Lampas :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hum... para Lampas faltaram muitos kms e muito mais inclinação :)

      Excluir
  8. Depois de correr no autódromo do Estoril, descobri que os circuitos tem subidas:)
    Boas fotos! Dá para ver a tua aplicação.

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas as do Estoril são pequeninas... :)

      Um abraço

      Excluir