domingo, 9 de novembro de 2014

Uma excelente visita à "Mãe" da Nazaré


Uma semana após ter realizado a Maratona do Porto, seria impensável para mim participar numa Meia-Maratona, mas impensável seria também não estar presente na edição 40 da prova que mudou o panorama das corridas, a carinhosamente apelidada de Mãe, a Meia-Maratona Internacional da Nazaré.
Ora assim, a solução foi participar na versão curta de 7,7 km.

Seja em período laboral ou de férias, nunca deixo de correr. A excepção dá-se na semana a seguir a uma Maratona onde me obrigo a uma semana de descanso. E digo obrigo pois nestes últimos dias já estava a ficar cheio de saudades de correr. Mas por vezes é bom dar descanso ao corpo, para depois ele poder retribuir.

Antes de entrar no dia de hoje propriamente dito, devo fazer uma confissão. Já só tenho olhos para uma prova. Qual? Já adivinharam... a Maratona de Paris a realizar a 12 de Abril. Podem crer que já estou cheio de vontade para estar novamente numa Maratona! :)

Com a sempre fantástica companhia da Isa e Vítor, alinhámos então na Volta à Nazaré com cerca de 7.700 metros.

Começámos devagar e a testar a máquina e de quilómetro para quilómetro fomos acelerando, soltos e nem parecendo que na semana passada tínhamos efectuado uma distância daquelas.

A corrida passou num instante, terminando com média de 5.42 por quilómetro mas com os últimos na casa dos 5.20 baixos.

Foi mais uma excelente manhã e resto de dia num local de visita obrigatória. 

A entrega ao Alexandre Duarte do prémio do passatempo da Maratona do Porto (número de classificados)

  

16 comentários:

  1. É pá tem cuidado que esse tipo ao teu lado nessa foto é perigoso! É um "ganda" desalinhado! E não fiques muito tempo ao lado dele ou apanhas o contagio da ULTRA e estás completamente desgraçado!
    hi hi hi hi hi hi hi hi hi hi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah ah ah! Se eu consigo resistir à tua pressão pelas Ultras, resisto a tudo e todos :)))

      Um abraço!

      Excluir
  2. A "Mãe" merece sempre uma visita, nem que seja de "médico". ;)
    Continuação de boa recuperação e já de olho na próxima!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já "obcecado" pela próxima! :)

      Beijinhos, Rute

      Excluir
  3. Fizemos uma boa prova mas principalmente passámos um dia muito agradável :)
    A Nazaré é a Nazaré. É difícil faltar à "mãe".

    Beijinhos amigo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ir à Nazaré é sempre sinónimo dum grande dia :)
      Só foi pena as ondas estarem fraquinhas :)

      Beijinhos, amiga

      Excluir
  4. Agradeço o prémio que muito me honrou. Já tenho no prelo um texto no Amigos de Alex a propósito. Foi bom finalmente conhecer-mo-nos pessoalmente e ao vivo. E João, não ligues às 'bocas' de um Raposão. Nunca me passaria pela cabeça desalinhar-te, se bem que uma Ultra depois de Paris, acho que te ficaria muito bem ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também foi um prazer conhecer-te, finalmente.

      Um abraço e boas corridas

      Excluir
  5. E pronto...os amarelinhos não param :) ...mais uma para o CV :)
    ...tenho que fazer esta pelo menos uma vez na vida...
    Aquele abraço

    P.S. Olha que um Ultra depois de Paris era capaz de não ser má ideia...e eu até era capaz de me juntar a essa...à Ultra, não à de Paris :):):)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também tu, Carlos?!?

      É completamente escusado perderes tempo e energia a tentar convencer-me de algo que nunca irá suceder.

      Admiro IMENSO quem faz ultras mas não sonho com ultras. Só consigo fazer Maratonas porque sonho (vá lá... obcecadamente...) com elas. E as Maratonas são o meu limite (para dizer a verdade, até ficam para lá do meu limite mas o sonho comanda a vida).

      Um grande abraço e é imperdoável ainda não teres ido visitar a Mãe :)))

      Excluir
  6. Mais uma prova que (ainda) não tenho no meu CV.
    Ainda não foi este ano. Mas um ano será... ;)

    Beijinhos e continuação de boa recuparação (sim, porque a recuperação de uma maratona é mais que uma semana! Toma juízo!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas oh Anabela, eu tenho tido muito juizinho. Por isso é que fui à curta e não à Meia que gosto tanto :)

      Tens que conhecer esta. E não é só pelo histórico que é :)

      Beijinhos

      Excluir
  7. É sempre bom voltar à Nazaré. Só pelo ambiente que se vive naquele dia já valeria a pena. Um abraço

    ResponderExcluir
  8. João, para o ano gostava de fazer a meia, vamos ver se é possível.
    Foi um dia muito bem passado na Nazaré!

    Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tens que conhecer a Mãe! :)

      Força para amanhã!

      Um abraço

      Excluir