segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Uma excelente noite nos Olivais


Óptimas condições meteorológicas para correr, em especial tendo em conta a altura do ano, e a habitual boa organização e percurso selectivo, proporcionaram uma excelente noite para todos os 1.210 atletas que concluíram a 24ª edição da São Silvestre dos Olivais.

Apesar de terem sido menos 274 que em 2011, este número é a 2ª melhor participação de sempre, aumentando para 6 os anos consecutivos acima do milhar.
Dos 1.210, registou-se a participação de 145 atletas femininas (12%)

A participação de muitos atletas tem o condão de trazer mais familiares e amigos que nalguns pontos do percurso incentivam os atletas, como se assistiu nesta São Silvestre, tal como na de Lisboa, quebrando o silêncio habitual das ruas despidas de espectadores.


Tiago Marques do Vermoil foi o destacado vencedor em 32.05 e 33 segundos de avanço sobre Pedro Gomes da Odimarq Alumínios. Completou o pódio Nuno Carraça do Abrunheira a 38 segundos.

Vera Fernandes dos Bombeiros Voluntários da Lagoa, Algarve, dominou como quis o sector feminino triunfando em 38.03 e um avanço de 5.19 (!) sobre a 2ª, Rosa Vassindula do Arrudense, e 6.06 sobre a 3ª, Alexandra Alves da Açoreana Banif.

Colectivamente venceu o Benaventense, com 3 atletas nos 10 primeiros, seguidos pelo Vale Silêncio e Vieirense.


Já várias vezes fiz duas corridas em dois dias seguidos, desta vez são três em três. Daí que, sendo esta a do meio, estava a pensar poupar-me mais. No entanto, no início estava a gostar da companhia do João Branco e lá fui com ele. Consegui aguentar até aos 8,5 e depois ele fugiu. O que é certo é que a aproximar-me do retorno, sensivelmente a meio da prova, e constatando que não me estava a poupar nada, pensei fazer uma segunda metade mais calma. 

Estava a pensar nisso quando vi, já do outro lado, a Rute que tinha andado à sua procura antes da prova e não a descobri. Calculei que levasse cerca dum minuto de avanço e tive que decidir rápido. Ou baixava o ritmo para me poupar ou aumentava-o de forma a ainda a acompanhar. Por um lado pensei que no dia a seguir tinha a Amadora e doutro que a Rute me ajudou na preparação da Maratona, nomeadamente com a preciosa companhia nos dois treinos longos e portanto merecia o esforço.

Esforço esse que não sabia se iria resultar pois o atraso ainda era significativo, portanto nada como não descurar nenhum momento. O que é certo é que os quilómetros foram passando, a meta aproximando-se e nada de Rute. 

A cerca de 500 metros da meta, e na exacta altura que tinha pensado que já não iria conseguir, vejo mais à frente alguém com a sua forma própria de correr e foi questão dum sprint até a apanhar e fazer os últimos metros consigo e o seu pai.

O tempo final foi de 58.13, apenas 2 segundos mais que em Lisboa mas num percurso menos fácil. Curiosamente fiz um minuto exacto menos que no ano passado mas aí não se podem fazer comparações pois em 2011 corri diminuído por um problema na pata de ganso.

Agora... é questão de ter que me aguentar logo na Amadora. Sinto-me fatigado por estas duas corridas mas o público na Amadora irá fazer esquecer isso.





Os dois Joões ladeiam a brilhante vencedora veterana 2, Luísa Espírito Santo

domingo, 30 de dezembro de 2012

São Silvestre de Lisboa - Um grande êxito!


A 5ª edição da São Silvestre de Lisboa redundou num enorme êxito a nível popular e organizativo!

Com cerca de mil atletas a mais sobre o seu record e perto do dobro do ano passado, temia-se que as primeiras centenas de metros fossem de alguma confusão, aliás como sucedeu em 2010 onde os atletas não respeitaram a divisória por tempos e entravam onde queriam. 
Não estive presente no ano passado mas desde 2010 que muita coisa mudou pois a excelência das organizações nota-se na maneira como vão lendo e aperfeiçoando os acontecimentos. 
A partida mudou-se para um local mais propício e passou a existir um controlo rigoroso na entrada dos atletas na respectiva porta de tempos (sub40, sub50, sub60, +60 e caminhada)


De resto, e pelo que me foi dado a aperceber, tudo esteve igualmente perfeito. Isto na parte da organização não da dos atletas onde há um ponto negativo na atitude de alguns que podem impactar outros colegas. 
Estou a falar da altura do reabastecimento no Rossio. As garrafas devem ser deitadas nos contentores ou berma mas nunca no meio da estrada. Ora a série de garrafas no meio da estrada foram um autêntico perigo para, ao serem pisadas, provocarem quedas ou mesmo entorse, caso ainda esteja quase cheia como vi algumas. 
Cada atleta tem que ter a consciência que não está só na estrada e não pode ser egoísta ao ponto de não pensar. Ou então, julgar que pensar é usar pensos.

Quem regula o tempo, provou mais uma vez que é amigo do Atletismo e após uma véspera muito fria e chuva de madrugada, presenteou todos com umas óptimas condições. E esses todos foram em número de 4.499, novo record de participação.
Esta prova iniciou-se em 2008 com 1.798 classificados, saltando em 2009 para os 3.037 e aumentando em 2010 para 3.567. A única baixa deu-se em 2011 com uma má escolha de data, 2.453, aproximando-se dos cinco milhares este ano.
De referir o grande record que as duas São Silvestres das duas maiores cidades registaram este ano. Lisboa de 3.567 para 4.499, Porto de 3.751 para 4.878.
Estes números fazem, ou deveriam fazer, pensar algumas entidades...


Competitivamente, Rui Silva do Sporting estreou-se a vencer e com a 2ª melhor marca da história desta competrição, apenas a 11 segundos do record que Hermano Ferreira estabeleceu em 2010. Ontem, Rui Silva marcou 29.26, batendo por 3 segundos o individual João Pereira, os dois atletas que baixaram da meia-hora. Luís Feiteira com 30.12 completou o pódio.


No sector feminino e após a alternância de vitórias entre Jéssica Augusto e Dulce Félix, Sara Moreira estreou-se a ganhar marcando 32.20, também a 2ª melhor marca a 28 segundos do record que Jéssica Augusto estabeleceu igualmente em 2010.
Dulce Félix foi a 2ª com 32.40, completando assim a dobradinha das atletas do Maratona, e a sportinguista Salomé Rocha a 3ª com 33.06


Na guerra dos sexos, as mulheres partiram com 2.39 de avanço, o que foi insuficiente tendo sido Rui Silva a dar a vitória aos homens. Após as duas vitórias iniciais das mulheres, os homens empataram agora mas a diferença para o ano será de 2.54


Esta foi a minha prova de regresso após a estreia na Maratona. E logo com uma sequência de 3 São Silvestres em 3 dias seguidos. Ontem Lisboa, hoje Olivais, amanhã Amadora. 

Correu bem. Fui ao meu ritmo descontraído e marquei 58.11 de tempo real. Inicialmente ainda acompanhei a Sandra e o Nuno mas logo me apercebi que o seu ritmo era forte demais, em especial para o início, e deixei-me ficar. 
Mais à frente apanhei o Vítor Gonçalves que foi comigo até ao Saldanha. Seguiu-se a descida e, como é habitual, não arrisquei pois descidas não é comigo.

A recuperação das pernas após a Maratona foi impressionante pois deu-se muito rapidamente e sinto agora muita força nas pernas. A parte cardio-respiratória é que foi bastante mais lenta mas ontem penso que já estive a 100%





sábado, 29 de dezembro de 2012

Meia-Maratona de Almada a 28 de Abril

Depois de se terem realizado algumas edições nos anos noventa, Almada, terra de muitos atletas, irá assistir novamente a uma Meia-Maratona nas suas ruas a 28 de Abril.

As inscrições abrem já a 2 de Janeiro e toda e qualquer informação poderá ser vista aqui nos próximos dias. 

Saúda-se assim o aparecimento de mais uma corrida, vindo a colmatar uma lacuna nesta terra de tantas tradições no Atletismo.

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Mil artigos


Este é o artigo número 1.000 que publico neste blogue que nasceu a 20 de Fevereiro de 2010, já lá vão 1.041 dias (quase a média dum artigo por dia).

Até este exacto momento, este blogue recebeu 155.374 visitas, foram efectuados 1.971 comentários e publicadas 1.534 fotografias.

Tendo sido criado com o Atletismo em mente, não é de admirar que dos 999 artigos anteriormente publicados, 993 tenham por base este desporto que nos apaixona. As 6 excepções foram 3 de Música, uma de Triatlo, outra de Canoagem e uma de Alpinismo.  

Tudo isto são meros números que não traduzem o muito que ganhei ao ter criado e alimentado este canto.

Foi por ele que conheci pessoas absolutamente fantásticas de quem fiquei amigo, enriquecendo-me como só a amizade sabe enriquecer.

Que continue a escrever tantos artigos, sempre lido por todos, sinal que continuamos por cá.


Sexta Luzia Dias a 20 de Janeiro


A Associação de Moradores do Bairro da Cruz Vermelha (onde a conhecida atleta Luzia Dias reside) e a Academia Musical 1º Junho, com a parceria técnica da Xistarca, vão levar a cabo no dia 20 de Janeiro a 6ª edição da Corrida Luzia Dias, disputada na zona do Lumiar e Alta de Lisboa.

Estreada em 2007 com 298 concorrentes classificados, o sucesso desta prova fez a edição do ano transacto ultrapassar a barreira do milhar (1.007 atletas).

Entre 2007 e 2010 realizou-se no mês de Novembro mas a edição de 2011 foi cancelada por problemas de patrocínio, o que indiciava mais uma prova perdida. Porém, nunca desistindo, a organização logrou resolver o problema, marcando nova data para dois meses após, Janeiro 2012, e com uma mudança que muito veio a embelezar a prova ao colocarem a meta em pleno Parque das Conchas.

Para esta edição, o bom e agradável percurso de 10.000 metros é o mesmo, com partida na Junta de Freguesia do Lumiar e chegada ao Parque das Conchas.

As inscrições já estão abertas, ao preço unitário de 7,50 euros até 10 de Janeiro.

Como nota pessoal, será a 6ª edição e a minha 6ª presença, sendo assim totalista.



sábado, 22 de dezembro de 2012

São Silvestres


Silvestre I foi Papa entre 31 de Janeiro de 314 e 31 de Dezembro de 335, durante o reinado do imperador romano Constantino I e que determinou o fim da perseguição aos cristãos, iniciando-se a paz na Igreja. Silvestre I foi um dos primeiros santos canonizados sem ter sofrido o martírio.
Tendo nascido em 285, foi eleito o 33º Papa com apenas 29 anos, falecendo com 50 anos, no último dia do ano, tendo este ficado como o dia de São Silvestre.

16 séculos depois, a 31 de Dezembro de 1925, disputou-se a primeira edição duma nova corrida pedestre que ficaria famosa em todo o mundo, a São Silvestre de S.Paulo, e que se realizou ininterruptamente até aos nossos dias. 

Um pouco por todo o lado, foram aparecendo corridas no último dia do ano e que adoptaram o mesmo nome de São Silvestre. Num país pequeno como o nosso, muitas provas no mesmo dia faziam os atletas dispersar-se e foram sendo espaçadas nos dias anteriores, sendo que o nome deixou de ter o significado do próprio 31 de Dezembro mas festejando as últimas provas do ano.

É assim que, salvo alguma omissão, contabilizam-se este ano 16 provas em Portugal com a designação de São Silvestre entre 14 e 31 de Dezembro.

Algumas já se realizaram como as de Braga a 14 (com 493 atletas e vitórias de José Rocha e Chaultu Waka), Ponta Delgada a 15 (174 atletas e vitórias de Roman Prodius e Sandra Teixeira), Porto a 16 (4.872 atletas, vitórias de Rui Pedro Silva e Catarina Ribeiro), Vila Real a 21 (194 atletas, vitórias de Bruno Jesus e Chaultu Waka) e Crato a 22 (189 atletas, vitórias de Roman Prodius e Solange Jesus).

As restantes onze estão agendadas para os últimos 4 dias do ano. A saber: 28 - Coimbra; 29 - Angra do Heroísmo, Avis, Covilhã, Lisboa, Santa Luzia e Santo Tirso; 30 - Olivais, Santarém e Serra da Estrela; 31 - Amadora

Apesar de não ter o nome de São Silvestre, a Volta ao Funchal, que vai já para a sua 54ª edição, é frequente englobar-se nesta relação de São Silvestres pois o espírito é o mesmo. Disputa-se a 28.

E por ter falado em espírito, é exactamente o que estas corridas têm de diferente entre o pelotão pois funcionam como uma espécie de réveillon atlético. Nalguns casos, de vários réveillon pois muitos atletas disputam mais do que uma, ou duas... ou três...  ou...

23ª Corrida dos Reis na Ilha do Pico


Já é muito em cima da hora, mas não quero deixar de publicar um comunicado da organização da Corrida dos Reis na Ilha do Pico, dando conta de condições especiais para os atletas do continente que queiram deslocar-se a uma das belas 9 ilhas dos Açores para participar nesta prova que já vai para a sua 23ª edição, tendo inclusive sido Campeonato Nacional de Estrada em 2010:

"A 23ª Corrida dos Reis na Ilha do Pico, realiza-se no dia 20 de janeiro de 2013 (domingo).
A chegada dos participantes será no dia 18 de janeiro de 2013 (sexta-feira) e o regresso no dia 21 de janeiro (segunda feira).

Para além do evento desportivo que se realiza no dia 20, serão oferecidos a todos os participantes, um programa sociocultural durante três dias, onde podem usufruir das belas paisagens naturais das ilhas do Pico e do Faial, bem como da nossa gastronomia e das atividades culturais e musicais tradicionais da região.
Os participantes ao chegar ao aeroporto, terão ao seu dispor uma equipa da organização, que inclui guias turísticos que os acompanharão durante toda a sua estadia, até ao seu regresso.

O valor definitivo do pacote que inclui transporte aéreo e estadia completa (alojamento, alimentação e transportes), será comunicado brevemente.

Os interessados deverão fazer a sua pré-inscrição até ao dia 23 de dezembro de 2012, no sentido de assegurarmos e organizarmos os transportes aéreos e estadia. Em anexo enviamos a ficha de inscrição que deverão enviar depois de preenchida, para o email indicado na ficha de inscrição ou pelo fax: 292623519.

Das inscrições recebidas, todos os interessados serão contactados posteriormente pela organização para informação dos dados neste momento em falta e outras informações inerentes ao evento desportivo, bem como da confirmação da sua presença.

O evento é aberto a todos os escalões etários, incluindo a prova do desporto adaptado (deficientes).
Haverá uma “caminhada para todos”, após a cerimónia oficial de abertura do evento, e terminada esta, haverá lugar a todas as provas competitivas.

De referir que as provas para juniores e seniores masculinos é de 8km, para os juniores e seniores femininos de 5km, para os atletas veteranos masculinos de 4km e para os femininos de 3km. Os atletas veteranos que pretenderem participar na distância dos seniores poderão fazê-lo, mencionando na ficha de inscrição, na coluna “Observações”, sendo admitidos na classificação final dos seniores.

De realçar que no dia do evento, este inicia-se, com o habitual desfile de todos os participantes, que será abrilhantado pelas filarmónicas, grupos culturais e os Reis Magos, bem como do transporte do facho olímpico que será conduzido ao pódio. Nesse sentido, solicita-se às coletividades presentes que tragam a sua bandeira para o desfile.

Venha participar nesta grande festa desportiva na ilha do Pico, onde as suas belezas naturais são de realçar, nomeadamente: “A Paisagem Vulcânica da Ilha do Pico” eleita em 2010 uma das Sete Maravilhas de Portugal, na categoria de grandes relevos, sendo a montanha do Pico o ponto mais alto de Portugal com 2.351 metros de altitude, erguendo-se a 3.500m a partir do fundo do mar, e a Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico classificada em 2004 Património Mundial da UNESCO.

Faça a sua inscrição

“A Vossa presença e o Vosso bem-estar entre nós, serão a nossa maior recompensa”

“O mais importante do Desporto não é ganhar mas sim participar, porque o essencial da vida não é o êxito, mas sim esforçar-se por consegui-lo” Pierre de Coubertin

SAUDAÇÕES DESPORTIVAS

A Organização da 23ª Corrida dos Reis da Ilha do Pico"

Para inscrição e outras informações, clicar aqui


sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

O treino hoje é aqui - Interessante iniciativa da FPA

O treino hoje é aqui, é uma nova e interessante iniciativa da Federação Portuguesa de Atletismo que procura promover treinos de corrida contínua e no qual se privilegia o contacto com atletas da selecção nacional.

A primeira iniciativa é organizada em conjunto com a Associação de Atletismo de Viana do Castelo amanhã, sábado dia 22, pelas 11 horas na Praia Norte e conta com a presença de Hélio Gomes, natural do distrito e quarto classificado nos 1.500 metros no último Campeonato Europeu de Pista.

Para além do treino e de privarem com um dos melhores atletas nacionais, os primeiros 50 corredores a chegarem ao local do treino receberão lembranças.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Dulce Felix e José Rocha eleitos Atletas Europeus de Novembro!


A Federação Europeia já divulgou os atletas eleitos como Atleta Europeu de Novembro e é com muito prazer e alegria que tomámos conhecimento de terem sido dois portugueses os escolhidos, Dulce Félix e José Rocha!

É a terceira distinção para Dulce Félix e sempre no mês de Novembro, após 2009 e 2011, sendo para José Rocha a primeira vez.

Este reconhecimento começou a ser atribuído em Janeiro de 2007 sendo-o todos os meses com excepção de Agosto.

Nestes 6 anos, os atletas portugueses foram já distinguidos por 11 vezes, 8 das quais no último trimestre do ano. 

Relação de atletas portugueses eleitos como Atletas Europeus num mês:

03/2007 - Naide Gomes
06/2007 - Francis Obikwelu
01/2008 - Nélson Évora
11/2008 - Rui Pedro Silva
10/2009 - Inês Monteiro
11/2009 - Dulce Félix
11/2010 - Jéssica Augusto
12/2010 - Jéssica Augusto
11/2011 - Dulce Félix
11/2012 - Dulce Félix
11/2012 - José Rocha

É a primeira vez que se regista uma dupla portuguesa e endereço daqui os mais entusiásticos parabéns a tão meritórios atletas!

Fim do Mundo - Guia para atletas


A CORRE (COmissão de RunneRs Excepcionais) emitiu um comunicado com carácter de urgência e que passo a transcrever:

Considerando que amanhã é o Fim do Mundo, a CORRE vem alertar todos os atletas para os seguintes pontos: 

1º Hoje, véspera do Fim do Mundo, a CORRE aconselha vivamente a não perderem a oportunidade de correrem no dia anterior a esta data tão especial

2º Amanhã, Fim do Mundo, a CORRE aconselha vivamente a não perderem a oportunidade única de correrem num dia como o Fim do Mundo

3º Sábado, dia a seguir ao Fim do Mundo, a CORRE aconselha vivamente a correrem após tão significativo acontecimento, continuando a fazê-lo nos dias que se seguem.

A CORRE relembra igualmente que após o Fim do Mundo de amanhã, está marcado o Fim da Europa para o dia 27 do próximo mês entre Sintra e o Cabo da Roca 

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

S.Domingos de Benfica com Nacional de Estrada


Iniciada em Dezembro de 2007 e depois fixada em Janeiro, a Corrida de S.Domingos em Benfica irá ser disputada pela 6ª vez, numa progressão que a leva agora a acolher o Campeonato Nacional de Estrada.

A distância nas duas primeiras edições foi de 6.000 metros, para passar a 10.000 em 2010, sendo que nesse ano acabou por ter apenas 7.700 devido a inundações nas redondezas.
Excepcionalmente, este ano terá 15.000 metros, distância fixa para o dito Nacional.

Tendo-se estreado com 137 atletas, já o ano passado aproximou-se do milhar (901), prova do reconhecimento que os atletas têm dado à organização e percurso.

As inscrições já estão abertas, a 6 euros, e podem ser efectuadas aqui até ao dia 29, sendo que após essa data aumenta para 8 euros.


Quanto ao Nacional de Estrada, é o seguinte o seu palmarés

Femininos:


Edição
Data
Local
Vencedor
Clube
Colectivo
89-90
1990-04-28
Lisboa
Conceição Ferreira
Braga
Benfica
90-91
1991-04-06
Beja
Conceição Ferreira
Braga
Braga
95-96
1996-04-14
Fig.Foz
Albertina Dias
Maratona
Maratona
96-97
1997-04-27
Mafra
Marina Bastos
Pasteleira
Pasteleira
1997
1997-11-21
Nazaré
Manuela Machado
Sporting
Braga
1998
1998-11-08
V.R.St.Ant.
Fernanda Ribeiro
Porto
Braga
1999
1999-11-07
Benavente
Fernanda Ribeiro
Porto
Braga
2000
2000-10-29
Avintes
Ana Paula Oliveira
Pasteleira
Braga
2001
2001-11-04
Barcelos
Helena Sampaio
Maratona
Maratona
2002
2002-11-03
Azambuja
Inês Monteiro
JOMA
Maratona
2003
2003-11-02
Moita
Inês Monteiro
JOMA
Maratona
2004
2004-10-31
Famalicão
Inês Monteiro
JOMA
Maratona
2005
2005-10-29
Almeirim
Inês Monteiro
Maratona
Maratona
2007
2007-04-22
Quarteira
Jéssica Augusto
Maratona
Maratona
2008
2008-01-20
V.Castelo
Jéssica Augusto
Maratona
Maratona
2009
2009-01-18
Mirandela
Sara Moreira
Maratona
Maratona
2010
2010-01-17
Pico
Sara Moreira
Maratona
Maratona
2011
2011-01-16
Cesar
Dulce Félix
Maratona
Maratona
2012
2012-01-15
Benvanete
Dulce Félix
Maratona
Maratona


Masculinos:


Edição
Data
Local
Vencedor
Clube
Colectivo
89-90
1990-04-28
Lisboa
Dionísio Castro
Sporting
Sporting
90-91
1991-09-28
Lisboa
António Pinto
Benfica
Benfica
95-96
1996-08-31
Tagarro
Fernando Couto
Terceira
Terbel
96-97
1997-04-27
Mafra
Paulo Catarino
Terceira
Terbel
1997
1997-11-21
Nazaré
Luís Jesus
Conforlimpa
Conforlimpa
1998
1998-11-08
V.R.St.Ant.
Luís Jesus
Conforlimpa
Conforlimpa
1999
1999-11-07
Benavente
Eduardo Henriques
Maratona
Maratona
2000
2000-10-29
Avintes
Alberto Maravilha
Conforlimpa
Conforlimpa
2001
2001-11-04
Barcelos
Eduardo Henriques
Maratona
Maratona
2002
2002-11-03
Azambuja
Eduardo Henriques
Gémeos Castro
Conforlimpa
2003
2003-11-02
Moita
Eduardo Henriques
Maratona
Conforlimpa
2004
2004-10-31
Famalicão
Manuel Magalhães
Joane
Conforlimpa
2005
2005-10-29
Almeirim
Eduardo Henriques
Conforlimpa
Conforlimpa
2007
2007-04-22
Quarteira
Luís Jesus
Conforlimpa
Conforlimpa
2008
2008-01-20
V.Castelo
Leão Carvalho
Benfica
Conforlimpa
2009
2009-01-18
Mirandela
Rui Pedro Silva
Maratona
Maratona
2010
2010-01-17
Pico
Licínio Pimentel
Conforlimpa
Conforlimpa
2011
2011-01-16
Cesar
Hermano Ferreira
Conforlimpa
Conforlimpa
2012
2012-01-15
Benvanete
Manuel Damião
Maratona
Maratona