segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Troféu de Oeiras - Queluz de Baixo


(fotografia retirada do blogue Atletismo Valejas)

5ª prova do 30º Troféu das Localidades de Oeiras, o Grande Prémio de Queluz de Baixo teve no domingo a sua 26ª edição. Contou com 641 atletas, mais 125 que 2011, sendo a sua 2ª melhor participação de sempre, apenas atrás dos 715 de 2010, num ano que não teve a concorrência de outras provas como agora.

Colectivamente, o NucleOeiras alcançou nova vitória, somando 512 pontos, seguidos dos Leões de Porto Salvo com 374. A surpresa deu-se com a equipa da casa, Os Fixes, que terminaram em 3º (342), relegando para fora do pódio o Linda-a-Pastora (285). 

Foram os seguintes os vencedores individuais: (com * à frente do nome, os atletas que venceram todas as 5 provas já realizadas, e que são 6 atletas em 28 possíveis)


Escalão
Atleta
Clube
Atletas
Benjamins B M
António Teixeira *
Cá Te Espero
18
Benjamins B F
Joycelene Barros
Os Fixes
16
Infantis M
Rodrigo Nel
Benfica Mem Martins
29
Infantis F
Sara Monteiro
NucleOeiras
16
Iniciados M
Miguel Santiago
Ribeira da Lage
24
Iniciados F
Maria Medeiro
NucleOeiras
17
Juvenis M
Ruben Veiga
NucleOeiras
11
Juvenis F
Vanessa Agulha
NucleOeiras
11
Juniores M
João Bertolo
NucleOeiras
13
Juniores F
Kcenia Bougrova
Valejas
15
Sub23 M
Tiago Lima
Monte Real
14
Sub23 F
Sara Simões *
Linda-a-Pastora
6
Seniores M
Nuno Carraça
Abrunheira
60
Seniores F
Mónica Moreiras
NucleOeiras
19
M 35
Luís Coelho
Individual
48
F 35
Carla Santos
Ribeira da Lage
22
M 40
Francisco Pedro
Os Fixes
40
F 40
Helena Medeiro
NucleOeiras
15
M 45
Alexandre Soares
Leões Porto Salvo
41
F 45
Maria Pedro *
Leões Porto Salvo
21
M 50
João Caldeira
Linda-a-Pastora
53
F 50
Mª Rosa Carita *
Sintrense
16
M 55
Manuel Coelho
Ribeira da Lage
39
F 55
Maria Costa
Ribeira da Lage
5
M 60
Mário Gonçalves *
Leões Porto Salvo
26
F 60
Mª Fátima Santos
Leões Porto Salvo
17
M 65
Albino Oliveira *
Benfica Mem Martins
20
M 70
Carlos Marques
Linda-a-Pastora
9


Próxima prova - Dafundo a 26 de Fevereiro

domingo, 29 de janeiro de 2012

A Quinta da Luzia Dias


A quinta edição da Corrida Luzia Dias ficou marcada por uma alteração muito positiva no seu traçado, com o aproveitamento da Quinta das Conchas.

Esse espaço, com uma área de 24 hectares, é um pulmão privilegiado em Lisboa, com caminhos que apelam à prática da corrida, nomeadamente os de terra batida serpenteando entre árvores que nos enchem de verde.

Essa foi, sem dúvida, a mais valia dum percurso que não perdeu a sua essência, antes se remodelou para melhor, após 4 anteriores edições onde a chegada era o seu calcanhar de Aquiles.


Esta quinta edição ficou também assinalada por um volte-face pouco habitual no actual panorama em que se assiste ao desaparecimento dumas quantas corridas. Esta, inicialmente marcada para a sua data habitual, segunda quinzena de Novembro, teve que ser cancelada por problemas de patrocínio. 
O que todos recearam, o seu fim, não aconteceu e, felizmente, a Associação de Moradores do Bairro da Cruz Vermelha do Lumiar e a Academia Musical 1º Junho, conseguiram em dois meses recuperar a prova, com o apoio da Junta de Freguesia do Lumiar e a fundamental parceria da Xistarca

Em boa hora o fizeram com um dia bonito mas frio, e onde a organização esteve ao seu melhor nível. Partida sem problemas, percurso bem marcado, espaço após a meta, e um saco com t-shirt técnica, medalha, água, bolachas e maçã.

A passagem no último quilómetro no dito parque e o final com apaziguador ambiente natural, a todos deixou um perfume de boa disposição.


Com a ausência de atletas de elite, não esquecer que este fim-de-semana disputa-se o apuramento do Nacional de Clubes em Pista Coberta, Luís Batista da equipa da casa (Associação de Moradores do Bairro da Cruz Vermelha do Lumiar) não deixou os seus créditos em mãos alheias e venceu em 32.39, 3 segundos à frente de Pedro Arsénio do Vale Silêncio. Fechou o pódio Francisco Rocha dos Amigos Atletismo Mafra a 1.10


Os 50 anos não pesam à benfiquista Lucília Soares que logrou mais uma vitória a juntar à sua longa colecção. Realizou 40.50, distanciando a jovem de 20 anos Ana Costa da Odimarq em 2.15
Em terceira à geral, vencendo as veteranas 40-49 e com a marca de 44.31 classificou-se a atleta que dá o nome à prova, Luzia Dias, que assim subiu ao pódio na sua corrida.


Colectivamente, o pódio masculino foi composto pelo Macedo Oculista, Associação de Moradores do Bairro da Cruz Vermelha do Lumiar e Toledo. 
Em equipas femininas, vitória para o Holmes Place, seguidas da Quinta das Conchas e Tartarugas Imparáveis

O estoicismo da organização em não deixar morrer esta prova, foi recompensado com largo record de participação. Assim, após os 298 da 1ª edição, as restantes 3 situaram-se entre 586 e 626. Hoje, foram 1.007 a cortar a meta, entrando no clube do milhar.
Atletas femininas em bom número, 127 (12,6%)


A minha grande vitória nesta prova, foi ter cortado a meta, algo que estava fora de qualquer cogitação 5 dias antes.
Efectivamente, fez ontem uma semana que contraí uma lesão no pé esquerdo, exactamente no sítio onde o parti há 3 anos, o que me preocupou muito, apesar de através de raio-x se ter percebido que esse facto era mera coincidência, nada tendo a ver com a fractura ou que a colocasse em perigo. 
Essa lesão impediu-me de andar normalmente até 3ª feira, tendo na 4ª começado a melhorar, permitindo sonhar em participar pela 5ª vez em outras tantas edições desta prova.  

Sem mais ter corrido, a decisão da participação ficou pendente para o aquecimento. Felizmente pude dar luz verde e, com uma corrida muito cautelosa sem nunca embarcar em qualquer risco, tive o prazer de cortar a meta no tempo real de 57.32, no que foi, repito, uma vitória e, porque não dizê-lo, um alívio.

Neste momento, passadas mais de 6 horas que finalizei, apenas uma ligeira impressão a dizer presente, mas parecendo controlada.  
Espero pela boa evolução, pois o calendário à frente é aliciante e 3 lesões em 4 semanas são uma maré negra que se deseja de partida.




sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Mais um record nacional para Marco Fortes


O pesista Marco Fortes continua a alcançar record sobre record na sua brilhante carreira. Desta feita, não o absoluto (que o tem com 20,89) mas sim o record nacional em Pista Coberta passando-o para 20.57, sendo que o seu anterior máximo era de 20.34

Estes 23 centímetros mais, foram alcançados em Chemnitz na Alemanha (cidade que entre 1953 e 1990 se chamou de Karl-Marx-Stadt) num Meeting Internacional e vêm uma vez mais demonstrar o caminho certo e seguro de evolução que Marco Fortes demonstra.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

JoaoLima.net, blogue em destaque no Atletas.net


É com sentido orgulho que vejo este blogue, feito de paixão e entusiasmo, ser considerado Blogue em destaque no Atletas.net!

Este é um espaço que em boa hora este site criou e que desde o início do ano tem destacado um blogue por semana.

Após o Crónicas das Corridas, Correr por Prazer e A Minha Corrida, chegou agora a vez deste blogue ser destacado e cuja apreciação pode ser vista aqui.

Com alguns dados do lado direito, poderão percorrer mais elementos em baixo, carregando nas áreas "O Início", "Actualização", "Acessos ao Blogue" e "Opinião do Editor do Blogue".

Deixo aqui uma reconhecida palavra de agradecimento a todos que por aqui passam e têm paciência para ler os meus artigos (até porque é sabido que gosto de me alongar um pouco!)

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

As 1.000 melhores marcas na Maratona em 2011


2011 ficará para a história como um ano pródigo em grandes marcas na mítica distância da Maratona (42.195 metros).

Desde o record ao melhor tempo já realizado, até ao nível elevado das 1.000 melhores marcas, de tudo se assistiu.

Claro que o momento maior foi protagonizado por Patrick Makau quando em Berlin bateu as 2.03.59 de Haile Gebrselassie, parando o relógio às 2.03.38
Esperava-se que o record não sofresse mais alteração em 2011, mas isso quase que aconteceu quando em Frankfurt (decididamente a Alemanha está a transformar-se no local ideal para estes feitos), Wilson Kipsang Kiprotich ficou a escassos 4 segundos (2.03.42).
Já antes destas duas façanhas, Geoffrey Mutai tinha estabelecido a melhor marca jamais realizada quando em Boston logrou 2.03.02, mas em circunstâncias não homologáveis, numa prova onde também Moses Mosop cumpriu o percurso em 2.03.06

Considerando apenas as marcas em condições homologáveis, temos que as 1.000 melhores marcas de 2011 foram realizadas por 735 atletas diferentes. Destes, 343 são quenianos! Seguem-se-lhes 121 etíopes, 61 japoneses, 29 marroquinos e 18 russos,

A Maratona que mais contribuiu para estas 1.000 melhores marcas, foi a do Campeonato Mundial em Daegu, na Coreia do Sul, com 42 marcas. Seguiu-se-lhe a de Nairobi (Quénia), com uma altitude de 1.660 metros e menos de 20 graus de temperatura, com 38, ficando na 3ª posição e 1ª europeia a de Frankfurt (Alemanha), 36
Ainda com registos acima dos 15, temos Otsu (Japão) 28, Seul (Coreia do Sul) 25,   Amsterdão (Holanda) e Tóquio (Japão) com 24, Viena (Áustria) 19, Londres (Inglaterra) e Berlim (Alemanha) 18, Hannover (Alemanha) e Tiberias (Israel) 17 e Paris (França) com 16.
Em termos de Maratonas portuguesas, o Porto contribuiu com 8 marcas.

Como será 2012?

domingo, 22 de janeiro de 2012

Meia-Maratona Manuela Machado em grande!


A 14ª edição da Meia-Maratona Manuela Machado, que se disputa em Viana do Castelo, continua em grande progressão, registando novo record de classificados, 1.783, mais 308 que o anterior registado há um ano. Destes, 121 eram senhoras (6,8%).

E também se registou um novo record na marca feminina, com Marisa Barros do Benfica que venceu pela 3ª vez aqui e pela 3ª vez bateu o anterior record. Foi assim em 2009 (1.12.24), 2011 (1.10.30) e agora, fazendo menos 4 segundos e colocando-o em 1.10.26, numa prova que dominou de tal maneira que a 2ª, Doroteia Peixoto do Joane, quedou-se a mais de 4 minutos (1.14.51), tendo a bracarense Filomena Costa completado o pódio em 1.15.13

No sector masculino, grande vitória de Rui Pedro Silva, a competir como individual, dando-se ao luxo de bater o queniano Evans Kiplagat por 49 segundos, registando o 3º melhor tempo de sempre, na 3ª ocasião que o tempo final se situou na casa dos 62 minutos (1.02.38), algo que não sucedia há 9 anos. O russo Nikolay Chavkin, foi o 3º com o mesmo tempo de Kiplagat.

De registar numerosa presença de atletas espanhóis.


sábado, 21 de janeiro de 2012

Já todos os atletas têm tempo em Benavente


Os 15 kms de Benavente que no domingo foram Campeonato Nacional de Estrada, viram inicialmente as classificações publicadas apenas com os tempos dos primeiros, dado que, estranhamente, uma prova com esta importância não recorreu ao uso de chips mas apenas cronometragem manual.

Entretanto já foram publicadas as classificações com os tempos de todos os atletas. No entanto, sendo manual, não apresentam o rigor que um sistema electrónico teria. Por exemplo, no meu caso tenho 7 segundos mais do que o tempo que o relógio oficial marcava quando cortei a meta, o que ainda é aceitável, mas num amigo  aparece cerca de 50 segundos menos, o que já não se compreende.

De estranhar é o sucedido na classificação da prova aberta. Inicialmente a vencedora feminina era Lúcia Oliveira da Açoreana Banif, que aparece agora na 2ª posição, sendo a vencedora Anna Bielak do Estrela Negra, cujo dorsal e lugar era ocupado na primeira classificação por Ricardo Guimarães.

Para consultar as novas classificações:



quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Confirma-se: Nélson Évora ausente dos Jogos Olímpicos

Os receios da notícia de ontem confirmaram-se. O que sucedeu a Nélson Évora foi uma reincidência da lesão que o afastou cerca dum ano. Esta nova lesão não será tão grave mas o tempo de recuperação impede a sua presença nos Jogos Olímpicos de Londres.

Tal como afirmou: "Que ninguém conclua com isto que estou acabado! Quero dar mais alegrias aos portugueses"
E isso não duvido que sim. Muito virá no futuro. Agora, muita força Nélson!

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Nélson Évora lesiona-se

Depois de prolongada ausência de cerca dum ano, por fractura de esforço numa tíbia, o azar tornou a bater à porta de Nélson Évora durante o dia de hoje numa prova de observação.

Num dos saltos no aquecimento, ouviu-se o estalar da sua canela direita e um forte grito de dor.

A esta hora ainda não são conhecidos mais pormenores mas, sendo na mesma perna, receia-se nova fractura ou o saltar duma cavilha da operação anterior.
Confirmando-se alguma destas hipóteses, os Jogos Olímpicos ficariam arredados.

Envio daqui o desejo que não seja a gravidade temida e rápidas melhoras ao nosso campeão.


Actualização - Foi-lhe diagnosticado uma lesão óssea reincidente e será observado e reavaliado amanhã pelo departamento médico do Benfica

Entrevista a Sara Moreira no Atletas.net

No rescaldo da injustiça que desabou sobre si, Sara Moreira vai dar uma entrevista ao site Atletas.net que conta  com a particularidade de qualquer um de nós poder colocar igualmente a sua questão. 

Para tal, deverão formular as  suas perguntas até amanhã, 5ª feira, sendo que a entrevista será publicada 6ª

Uma iniciativa que se saúda e que pode ser vista aqui.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Troféu de Oeiras - Barcarena


4ª prova do 30º Troféu das Localidades de Oeiras, o Grande Prémio de Barcarena teve no domingo a sua 5ª edição, regressando ao troféu após um ano de interregno.

E regressou batendo o record de participação de 2008, então com 608 atletas, elevando-o para 656.

E por falar em regressos, assinale-se a vitória do NucleOeiras, que na prova anterior tinha visto interrompida a sua série de 19 triunfos consecutivos e apesar da ausência de alguns atletas presentes no Campeonato Nacional de Estrada, venceu perfazendo 441 pontos, 80 mais que os Leões de Porto Salvo que tornaram a bater o Linda-a-Pastora que foi 3º com 310 pontos, seguido de perto pelos Fixes, 298.

Sobre os vencedores individuais, a relação é a seguinte: (com * à frente do nome, os atletas que venceram todas as 4 provas já realizadas, e que são 7 atletas em 28 possíveis, já que 5 que tinham ganho as 3 primeiras não o fizeram agora)

Escalão
Atleta
Clube
Atletas
Benjamins B M
António Teixeira *
Cá Te Espero
22
Benjamins B F
Joycelene Barros
Os Fixes
19
Infantis M
Rodrigo Nel
Benfica Mem Martins
26
Infantis F
Sara Monteiro
NucleOeiras
19
Iniciados M
Miguel Almeida
NucleOeiras
23
Iniciados F
Maria Medeiro
NucleOeiras
16
Juvenis M
João Pereira
Benfica
19
Juvenis F
Vanessa Agulha
NucleOeiras
14
Juniores M
João Bertolo
NucleOeiras
14
Juniores F
Kcenia Bougrova
Valejas
17
Sub23 M
Tiago Lima
Monte Real
17
Sub23 F
Sara Simões *
Linda-a-Pastora
5
Seniores M
Hugo Gonçalves
Leões Porto Salvo
57
Seniores F
Catarina Ferreira
Joaninhas Leião
17
M 35
Pedro Gil
Os Fixes
47
F 35
Ana Pereira
NucleOeiras
14
M 40
Francisco Pedro
Os Fixes
50
F 40
Luísa Santo
Leões Porto Salvo
16
M 45
Alexandre Soares
Leões Porto Salvo
45
F 45
Maria Pedro *
Leões Porto Salvo
18
M 50
João Caldeira
Linda-a-Pastora
63
F 50
Mª Rosa Carita *
Sintrense
10
M 55
Manuel Coelho
Ribeira da Lage
29
F 55
Maria Costa
Ribeira da Lage
8
M 60
Mário Gonçalves *
Leões Porto Salvo
28
F 60
Mª Fátima Santos
Leões Porto Salvo
11
M 65
Albino Oliveira *
Benfica Mem Martins
20
M 70
Bernardino Pereira *
Os Fixes
12



Próxima prova do Troféu - Queluz de Baixo, 29 de Janeiro